PokerStars Compra Full Tilt Poker; Jogadores Serão Reembolsados e FTP Emite Comunicado

PokerStars Compra Full Tilt Poker; Jogadores Serão Reembolsados e FTP Emite Comunicado 0001

Depois de meses de negociação com os Departamento de Justiça Americano, a PokerStars completou o acordo de compra da Full Tilt Poker.

Na Terça, os gabinete da procuradoria americana aprovou o acordo de compra dos activos da Full Tilt Poker pela PokerStars. Em troca, a PokerStars irá pagar $547 milhões ao Governo Americano. Depois da transferência dos activos ter sido finalizada, a PokerStars disponibilizará relatórios de todas as dívidas contraídas a jogadores não americanos da Full Tilt Poker — um total de $184 milhões — dentro de 90 dias. Os jogadores americanos, a quem se deve aproximadamente $150 milhões, serão reembolsados separadamente.

A aquisição dos activos da Full Tilt Poker pela PokerStars será dada como completa quando o Governo Americano receber da PokerStars $225 milhões correspondente a receitas. O pagamento deverá ser feito dentro de seis dias após o acordo de hoje ser oficializado.

"Estamos muito contentes por anunciar estes acordos entre a Full Tilt Poker e a PokerStars, pois permite-nos obter uma rápida compensação para as mãos dos jogadores lesados," disse Preet Bharara, o advogado dos EUA pelo Distrito Sul de New York num press release. "O acordo de hoje demonstra que caso se viole as leis dos Estados Unidos, como aqui alegamos, mesmo que seja feito do outro lado do oceano, terá de se responder por essa conduta.”

A Full Tilt Poker emitiu um comunicado que poderá ser encontrado no diamondflushpoker.com. Deixamos-te um excerto:

A Full Tilt Poker lamenta-se pelo longo e difícil período a que sujeitou os seus clientes, que se perguntavam se alguma vez veriam este dia chegar. A Full Tilt Poker expressa a sua gratidão aos seus colaboradores, cujo árduo trabalho mantiveram o valor dos activos da Full Tilt Poker, contribuindo para que este acordo se realizasse; e à PokerStars e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, pelos seus esforços para a resolução.

De acordo com o press release emitido pela PokerStars:

Onchan, Isle of Man, 31 de Julho de 2012 - A Pokerstars anunciou hoje que a sua empresa chegou a acordo com U.S. Department of Justice (DOJ) Southern District of New York. Como parte do acordo, a PokerStars adquiriu também os bens da Full Tilt Poker e comprometeu-se a rembolsar todos os jogadores da PokerStars fora dos Estados Unidos da América.

O valor total a pagar pela PokerStars ascende aos $547 milhões de dólares que poderão ser pagos num período de 3 anos. O dinheiro pago ao Governo Americano será em parte utilizado para reembolsar os clientes americanos através de um processo administrado pelo DOJ. A PokerStars pagou aos seus jogadores americanos num curto período após o fecho das suas operações no mercado americano.

A PokerStars vai também criar uma conta bancária separada com o balanço total de todos os jogadores não-americanos da Full Tilt Poker (um total de $184 milhões de dólares) sem restrições de levantantamentos nos próximos 90 dias após a transação estar concluída. A PokerStars mantém-se em funcionamento para jogadores não-americanos com as suas licenças em dia e sem interrupções na sua actividade.

No que refere ao acordo com o DOJ, a PokerStars não admite ter feito algo errado. Mais ainda, o acordo permite explicitamente à PokerStars a aplicação a licenças de jogo no mercado americano, sob a marca PokerStars ou Full Tilt Poker, para oferecer jogos online a dinheiro assim que sejam instituídas molduras legais para regular essa actividade.

Ray Bitar, o anterior CEO da Full Tilt Poker, recentemente preso em Nova York no início do mês e libertado sob fiança, emitiu na Terça o seguinte comunicado:

Durante os últimos dias tenho assinado todos os papéis necessários para o acordo entre a Full Tilt Poker e o Governo Americano seja concluído. Os activos da empresa serão agora transferidos para a PokerStars e os colaboradores da Full Tilt Poker terão um novo empregador. Eu acredito que este acordo resultará na restituição aos jogadores da Full Tilt. Estou extremamente agradado e entusiasmado com os resultados. Nos últimos 15 meses tenho trabalho nas soluções possíveis para que os jogadores fossem restituídos. Tem sido um long caminho e estou contente de ter chegado ao fim, com alguns contratempos pelo caminho, mas estou contente de ter terminado. Gostava de ter visto a solução mais cedo.

O acordo de hoje termina o caso do Governo Americano contra as empresas da Full Tilt. Estou contente que este capítulo esteja encerrado. Eu gostava de agradecer a todos os colaboradores dedicados que ajudaram a atingir este resultado. Foi um prazer trabalhar com a Full Tilt e estou grato por todas as amizades e memórias que tenho aqui. Desejo a todos da família Full Tilt sucesso nos desafios futuros.

Também estendo os meus desejos à PokerStars. É um acordo bastante criativo e deverá beneficiar toda a gente: os jogadores, a Full Tilt e a PokerStars de igual forma.

Actualizado às 23:15 GMT: A Poker Players Alliance emitiu um comunicado relativamente ao acordo realizado com o Departamento de Justiça Americano.

"Graças às PokerStars, a PPA espera que dezenas de milhares de jogadores de poker americanos inocentes terão agora acesso a mais de $150 milhões, que lhes tem sido retidos há mais de 14 meses. Aplaudimos que as partes tenham trabalho para a restituição dos jogadores como principal componente do acordo e apreciamos o compromisso do governo no tratamento justo dos jogadores.

“O Governo ainda não libertou os detalhes sobre os procedimentos dos reembolsos. A posição da PPA é que o Governo deverá tomar todos os passos necessários para assegurar o processo de recuperação dos fundos dos jogadores. A equipa legal da PPA continuará envolvida como a "voz do jogador" para assegurar que os nossos membros são ouvidos durante o processo. À medida que tenhamos mais informações, a PPA irá transmiti-la aos nossos membros.

"Ao mesmo tempo, temos que nos lembrar que os americanos ainda não podem jogar poker em sites seguros online nos Estados Unidos - uma liberdade e proteção que não deve ser negada ao consumidor. A PPA e os seus membros continuam a motivar o Congresso a serem ágeis na legislação e na criação de licenças e regulamentação para que o consumidor possa apreciar um jogo de poker na sua sala e no seu computador."

Teremos brevemente mais informações sobre esta notícia. Fica a saber todas as notícias através do Twitter e do Facebook para informações actualizadas ao minuto.

Mais notícias

O que pensas?