O Réu do Black Friday John Campos Sentenciado A Três Meses de Prisão

Black Friday

O réu do Black Friday, John Campos, foi sentenciado a três meses de prisão pelo papel que ele desenrolou no processamento ilegal de pagamentos da PokerStars e Full Tilt Poker.

De acordo com a Associated Press, o Juiz Federal Lewis Kaplan disse que Campos cometeu "crime por ganância." Campos admitiu o processamento de $200 milhões provenientes do jogo desde finais de 2009 enquanto vice-presidente do SunFirst Bank no Utah.

Campos foi acusado a 15 e Abril por violar a Unlawful Internet Gambling Enforcement Act (UIGEA) de 2006, conspiração por violar UIGEA, operação ilegal de jogo violando Internet Gambling Business Act of 1970 e conspiração.

Em Março, Campos deu-se como culpado a uma queixa em Março para evitar tribunal no dia 9 de Abril em New York. O acordo de campo com a procuradoria geral foi inicialmente recusada por Kaplan, que questionou a razão de Campos ão estar a ser acusado formalmente. Kaplan aceitou então a queixa no dia 19 de Abril depois de ouvir a explicação dos advogados.

Campos encarou a possibilidade de 45 anos de prisão caso condenado por todas as acusações. Está agora banido da indústria para sempre, como parte da declaração e acordo de culpa.

Fica a saber todas as notícias através do Twitter e do Facebook para informações actualizadas ao minuto.

Mais notícias

O que pensas?