888poker
New poker experience at 888poker

Join now to get $88 FREE (no deposit needed)

Join now
PokerStars
Double your first deposit up to $400

New players can use bonus code 'STARS400'

Join now
partypoker
partypoker Cashback

Get up to 40% back every week!

Join now
Unibet
€200 progressive bonus

+ a FREE Unibet Open Qualifier ticket

Join now

Processador de Pagamento de Poker Online, Daniel Tzvetkoff, Testemunha no Julgamento do Black Friday

Black Friday

Daniel Tzvetkoff, o homem de negócios australiano que processou mais de $1 bilião em transacções de poker ilegais nos EUA, deverá comparecer em tribunal para o julgamento do Black Friday como testemunha dos réus John Campos e Chad Elie, no dia 9 de Abril em Nova Iorque.

Tzvetkoff, 29, incorre em 75 anos de prisão efectiva depois de ter sido preso em Las Vegas em 2010. Aceitou um negócio com a procuradoria geral e terá de fornecer informação vital, que incrimina a PokerStars, Full Tilt Poker e a Absolute Poker. Ele tem estado sobre a protecção do FBI e mantido em segredo como o informante principal do caso.

Campos era o vice-presidente do Utah Bank que procedeu a pagamentos para sites de poker online e está a ser acusado de seis crimes, incorrendo a 35 anos de prisão efectiva. Elie, um processador de pagamento, indiciado de nove crimes pelo DOJ, que incluem a violação da UIGEA, conspiração para o acto de fraude bancária be lavagem de dinheiro. Incorre em 85 anos de prisão efectiva.

A Australian Associated Press relatou que Tzvetkoff entregou mais de 90,000 documentos à procuradoria, incluindo emails confidenciais de Elie, um sócio anterior. Esta semana, os advogados de Elie fizeram queixa ao juiz que preside o caso, que os procuradores despejaram "uma montanha de informação" para cima deles com tempo limitado para se prepararem.

“Apesar do governo ter tido acesso aos emails de Daniel Tzvetkoff, uma das principais testemunhas do caso, o material que recebemos recentemente prova que Mr. Tzvetkoff apagou os seus emails do servidor Intabill, o que anteriormente estavam disponíveis para a defesa, e que os emails de Tzvetkoff que foram entregues ao governo foram escolhidos por Mr. Tzvetkoff,” declarou o advogado de Elie, de acordo com a AAP.

“Só depois de termos referenciado esta situação ao governo é que todo o material de Mr. Tzvetkoff nos foi enviado, incluindo os mais de 90,000 documentos, que pudemos apenas analisar pela primeira vez no dia de ontem."

Fica a saber todas as notícias através do Twitter e do Facebook para informações actualizadas ao minuto.

O que pensas?