Agora ao vivo
PokerStars Championship Barcelona

Ira Rubin declarou-se culpado de conspiração no processo Black Friday

  • Silvia  AlmeidaSilvia Almeida
Black Friday

Ira Rubin, um dos 11 homens indiciados pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos na Black Friday, declarou-se culpado de conspiração no seu papel de processador de pagamentos para a PokerStars, Full Tilt Poker e Absolute Poker.

Rubin, de 53 anos, tem estado preso desde que foi apanhado no Guatemala em Abril de 2011, supostamente a tentar fugir para a Tailândia. Rubin foi acusado de ajudar as três salas de "enganar" os bancos, disfarçando as transacções de pagamentos com mercadorias online falsas.

De acordo com o seu acordo de culpa, Rubin enfrenta um tempo de prisão de 18 a 24 meses, quando for sentenciado a 17 de Maio, em Manhattan. Sem a declaração de culpa, Rubin enfrentaria uma sentença máxima de 55 anos. Originalmente, enfrentou 9 acusações pelo seu envolvimento em jogo online ilegal, inlcuindo conspiração para violar a Unlaeful Internet Gambling Enforcement Act (UIGEA), mas apenas se declarou culpado de 3.

Antes do seu envolvimento em sites de poker online, Rubin foi preso em 2006 por fraude de telemarketing depois da sua empresa ajudar pelo menos 9 empresas canadianas a vender, via telefone, cartões de crédito não existentes aos consumidores americanos. Depois de Rubin ter violado a sua lbiberdade condicional, um juíz emitiu um mandato de captura a 30 de Janeiro de 2008. Rubin fugiu então para a Costa Rica, onde supostamente começou a providenciar transacções de pagamentos ilegais para empresas de poker em offshores.

Segue-nos no Twitter e Facebook para informações actualizadas no minuto.

Mais notícias

O que pensas?