Agora ao vivo Unibet Open Bucharest

Chad Elie e John Campos Libertados

poker indictment

Na passada sexta-feira, 15 de Abril de 2011, o Departamento de Justiça dos EUA acusou 11 pessoas num processo que implica três das maiores salas de poker online do mundo. Entre os acusados, no qual se incluem Isai Scheinberg e Raymond Bitar, estavam John Campos e Chad Elie, que foram presos na sexta.

No processo de acusação, vem mencionado que Elie abriu "contas bancárias nos Estados Unidos, através de meios ilícitos, através das quais cada uma das empresas de Poker recebia os pagamentos dos jogadores norte-americanos." Ele foi acusado de 9 crimes no processo emitido pelo Departamento de Justiça dos EUA, entre os quais se inclui violação da UIGEA, conspiração para cometer fraude bancária, e lavagem de dinheiro. De acordo com a Associated Press, Elie, que é de Las Vegas, foi libertado depois de pagar uma caução de $250,000, depois da sua presença no Tribunal na terça-feira.

Campos, de St.George no estado do Utah, foi libertado segunda-feira com uma caução de $25,000. Ele é um dos donos e vice-presidente do SunFirst Bank. No processo acusam o SunFirst Bank de processar pagamentos para a PokerStars e Full Tilt Poker. Ele foi acusado em seis dos nove processos. TheSpectrum.com relata que o Magistrado Robert T. Braithwaite libertou Campos mas exigiu que ele entregasse o seu passaporte e que entre em contacto com o gabinete do Departamento de Justiça do Utah, antes de ser chamado ao Tribunal de Manhattan. Não foi extabelecida nenhuma data para a presença de Campos no tribunal de Nova Iorque, mas o seu advogado, Neil Kaplan, espera que dentro de poucas semanas a data seja revelada.

A PokerNews continuará a fazer updates deste processo, assim que se souber algo mais, por isso certifica-te que nos segues no Twitter e que fazes Like no nosso Facebook para notícias ao minuto.

Mais notícias

O que pensas?