Tribunal do Kentucky Condena Amaya a Pagar $870 Milhões

Amaya e Kentucky lawsuit
Sharelines
  • Tribunal do Kentucky Condena Amaya a Pagar $870 Milhões

A Amaya Inc., dona da PokerStars e da Full Tilt, vai apelar da decisão anunciada ontem (23 de Dezembro 2015) pelo Commonwealth of Kentucky.

Este tribunal deu razão ao estado do Kentucky e a Amaya terá agora de pagar $870.000 por violar a lei anti-jogo do estado.

O juiz Thomas Wingate decidiu favoravelmente às pretensões do estado sobre querer o dinheiro gasto por todos os residentes do mesmo na PokerStars entre 2006 e 2011, período onde já tinha sido aprovada a Unlawful Internet Gambling Enforcement Act (UIGEA). Wingate decidiu que deveriam ser pagos $290 milhões, ainda que a Amaya tenha apresentado os valores "correctos" e os mesmos se aproximem dos $18 milhões.

Num comunicado da Amaya, enviado à imprensa depois de ter sido conhecida a decisão, pode ler-se: “A Amaya irá lutar contra esta decisão e acredita que existem inúmeros argumentos legais que terão de ser considerados, alguns deles são a legitimidade de usar o nome da Commonwealth no processo e a falha do tribunal em aplicar corretamente a lei.”

A decisão anunciada ontem foi inesperada, para além do valor ter subido dos $290 milhões para os $870 milhões, o juiz ordenou ainda a Amaya que pague 12% de juros por casa ano, ou seja, mais $104 milhões, até que o caso esteja completamente "decidido". Todo este dinheiro não irá parar às mãos dos jogadores mas sim ao governo do estado do Kentucky.

A Amaya já anunciou que os recursos serão apresentados em Janeiro de 2016.

Amaya Pretende Reaver Dinheiro com Antigos Donos

A empresa canadiana já informou também que caso se esgotem os recursos e se os mesmos nunca vierem a ter provimento, tentará reaver com os antigos donos todo o dinheiro que tiver que pagar neste caso...

Recebe todas as notícias da PokerNews através das redes sociais. Segue-nos no Twitter e no Facebook!

Mais notícias

O que pensas?