Agora ao vivo
PokerStars Championship Barcelona

Exclusivo PokerNews: Barry Greenstein -- Quero deixar claro que eu devo dinheiro

BarryGreenstein

A informação chegou esta semana vinda de Behnam Dayanim, advogado do Groupe Bernard Tapie, relativamente às dívidas de vários jogadores profissionais e o impacto que essas dívidas têm no acordo ente a GBT e a Full Tilt Poker. Erick Lindgren, Mike Matusow, Phil Ivey, e David Benyamine foram referidos mas não tiveram tanta atenção como o Barry Greenstein, membro da PokerStars Team. Devido à extraordinária atenção que o seu nome teve, Greenstein postou uma declaração no Forum TwoPlusTwo , que pode ser lida abaixo, através da nossa entrevista exclusiva.

Greenstein sentou-se com a PokerNews esta semana para esclarecer a sua declaração oficial.

Comecemos com os $400,000 que disseste ter pedido emprestado à Full Tilt Poker. Pediste à Full Tilt ou a um dos membros da direcção directamente?

Eu só fiz uma chamada, não acho justo dizer a quem mas deixem-me exemplificar. Eu jogo em casinos e jogo online. Fazendo conta aos casinos eu devo cerca de $3 milhões em linha de créditos. Eu também devo este dinheiro e a Full Tilt Poker nunca mo pediu, por isso era mais fácil pagar a outras pessoas que a eles. Muitas pessoas estão a perguntar " Como é que ainda lhes deves dinheiro e como é não pagas há tão tempo?". Muitos de nós utilizamos esses montantes como capital operacional o máximo que podemos. Lidamos com dinheiro virtual quando podemos. Pedir dinheiro sem juros é uma situação normal. É mais fácil trabalharmos com linhas de crédito, se o pudermos fazer. Por isso não paguei. Eles não me estavam a chatear.

O Black Friday aconteceu e, claramente, eles querem ser pagos pelo que lhes devem. O que as pessoas não entendem é o que aconteceria se eu pagasse os $400,000 nessa altura? Obviamente, eu não lhes quis pagar porque outras pessoas me devem dinheiro e no fórum dizem que o problema é meu, que se eu devo $400,000 eu tenho de devolver $400,00. No final de contas, eles têm razão, quer eu seja pago pelas outras pessoas ou não.

A situação neste momento é que eles estão a tentar recuperar todo o dinheiro depois de terem desperdiçado muito. Se eu tivesse pago à Full Tilt onde acham que estaria esse dinheiro agora?! Tinha desaparecido. Não tínhamos hipótese. Penso que foi uma boa decisão ter esperado, pelo menos naquela altura. Eu entendo a posição das pessoas que acreditam que se eu devo dinheiro deveria pagá-lo imediatamente. Acredito que é o que vai acontecer. Estava a perder dinheiro noutros sítios e não queria pagá-lo se não o tinha que fazer. Eles não estavam preocupados com isso. Eles sabem que eventualmente eu irei pagar. Mas entendem o meu ponto, ninguém queria que alguém pagasse o que fosse após o Black Friday. Acredito que esse pensamento se mantenha.

Se tivesses a certeza que esse dinheiro ia para uma conta que pagaria os jogadores americanos, devolverias o dinheiro?

Como podemos ter a certeza? É hipotético. O que penso que irá acontecer, e não vejo forma de isso acontecer, é o que eu chamo de Dia do Julgamento, em que o Departamento de Justiça (DOJ) irá contratar um mediador - como no caso Madoff - e colocar todos os jogadores que devem dinheiro no mesmo "saco". É assim que funciona nestes casos. Isso vai acontecer nalgum ponto e nesse momento poderei negociar com o DOJ.

Contaste esta situação à PokerStars?

Sim. Contei assim o Black Friday rebentou. Contei-lhes que era embaraçoso mas que devia dinheiro à Full Tilt há uns anos e que ainda não tinha pago. Disse que lamentava e que poderia haver alguns problemas. Obviamente que eles não ficaram muito contentes com a situação mas que iriam aguardar para ver o que acontecia. Acredito que eles compreenderam a situação. O pagamento aos jogadores é um tema muito importante.

O empréstimo da Full Tilt veio antes ou depois de pertenceres PokerStars Team Pro?

Nem tenho a certeza. Eu joguei na Full Tilt antes da PokerStars ter jogos grandes. As pessoas nem se apercebem que eu joguei como BarryG1 [na Full Tilt]. Falei com pessoas no chat e contei à PokerStars na altura. Disse-lhe " eles têm jogos grandes, nós não temos jogos grandes", e foi-me dito que eles não achavam boa ideia eu jogar como BarryG1 pois iria parecer que ainda representava a Full Tilt. Nessa altura aconselharam-me a utilizar um nome menos conhecido. Foi no primeiro, segundo ano da PokerStars que joguei na Full Tilt.

Eles concordaram com isso?

Provavelmente eles não queriam que isso acontecesse, mas foi antes de eles terem os jogos de $400 e $800. Não estava explicitamente proibido no meu primeiro contrato. Hoje em dia já não o devo fazer e a Stars já tem jogos grandes, por isso jogo na Stars.

Falaste com o Phil Ivey ou com o Erick Lindgren, ou com qualquer outro jogador que pediu dinheiro emprestado à Full Tilt e referido pelo Bayanim?

Não. Quer dizer, eu falo com o Phil constantemente.

Certo, mas falaste sobre esta situação com ele?

Esta situação tem coisas engraçadas. Não sei se eles contactaram todos os jogadores como dizem que fizeram. Sei que eles me contactaram mas já falei com outros jogadores, que também devem dinheiro, e eles não foram contactados. É curioso.
O que eu acho é que eles estão a tentar obter todo o espólio possível da Full Tilt. O meu advogado disse-me especificamente que eles estão a ver se conseguem obter o máximo de bens pertencentes à Full Tilt. Ele é uma óptima pessoa para se falar. Parece-me um bom advogado e uma boa pessoa mas no final de contas, parece-me que eles estão a ter uma postura do estilo "vamos apanhar tudo o que for possível para nos ajudar, e vamos deixar de fora o mínimo possível".

Tenho esta sensação. Se eu tiver que negociar com eles parece-me fácil. O dinheiro iria para eles e rapidamente se desresponsabilizam pelos jogadores americanos. Nesse ponto os jogadores americanos diriam "Boa! Deste dinheiro ao Tapie. Porque não vieste ter comigo? Agora já não há dinheiro para os jogadores americanos". Esse seria o meu erro, dar dinheiro a alguém a quem não devo.

Eu não pedi dinheiro emprestado ao Tapie. Não me parece fazer sentido, tal como não faria sentido há três meses atrás a Full Tilt ter-me pedido para devolver esse dinheiro. Não o teria feito também. Acho que é o mais certo a ser feito. Acredito no conselho que dei a quem está nesta situação, incluindo a Phil Ivey, que é estar preparado para pagar mas apenas quando esta situação estiver completamente resolvida. Que, espero, será nos próximos seis meses.
Obviamente que nem toda a gente terá o dinheiro para pagar. Espero que nessa altura o DOJ terá uma solução que permita aos jogadores pagarem o que devem. Certamente haverá um dia de julgamento.

Publicamos um artigo na última semana em que Dayanim referiu que vários jogadores não estariam dispostas a pagar nesta altura. Quão verdadeira é esta afirmação?

Uma das razões pelas quais eu fiz estas declarações é para tornar pública a minha dívida. Irei ter de pagar mais cedo ou mais tarde. Sabes, se tu pedes emprestado vais ter de devolver - não vejo outra forma de encarar esse assunto. Espero que as pessoas que não querem pagar estejam a pensar como eu. Quem irá receber esse dinheiro?

Se fosses um jogador americano sentirias-te confortável se ouvisses dizer :" OK, vamos dar o dinheiro ao Tapie?". Acho que toda a gente se sentiria mais confortável se quem deve dissesse " Eu admito que devo esse dinheiro. Posso não tê-lo agora. Posso só ter parte dele. Poderei ter de o pagar em prestações mas admito a dívida e irei pagá-la". Creio que toda a gente fez essas declarações, que são basicamente as declarações que eu fiz, o que torna mais confortável saber que os jogadores vão assumir a dívida deles.

Agora que fizestes essas declarações achas que outros jogadores também as farão?

Não sei quantos deles leram o TwoPlusTwo ou outras. Eu não sei. No mundo do jogo, normalmente lidamos com as dívidas da seguinte forma: se jogas deves dinheiro, é assim que funciona. Desde que a pessoa saiba quanto me deve e que me vai pagar, sinto que ela está a honrar com os compromissos dela. Compreendo que às vezes não se consiga pagar a totalidade da dívida.

No caso da Full Tilt, as pessoas que pediram dinheiro emprestado poderão ter perdido esse dinheiro, poderão ter gasto, ter sido taxados sobre esse dinheiro, o que seja. Muitos dos que pediram o dinheiro não o têm mas se, pelo menos, assumirem a dívida e disseram que a vão pagar, acho que é o correcto a ser feito. Se eles o farão? Certamente que irá haver uma listagem de dinheiro em dívida e que, mais cedo ou mais tarde, todos serão questionados pelo que devem e como fazem intenção de pagar. Acredito que todos se sentirão mais confortáveis com o fundo do que propriamente a pagar à gestão da Full Tilt, ou ao Tapie Group ou a qualquer outra entidade.

Qual a tua opinião sobre o Groupe Bernard Tapie? Achas que vão ser capazes de resolver esta confusão?

Não me acho capaz de julgar o que eles vão fazer. Recordam-se quando o Tapie anunciou o seu interesse em comprar a Full Tilt? Muitas pessoas pensaram que eles iriam comprar por um certo valor e depois vendê-la a outro com outro preço. Essa era a especulação inicial, se te lembras. Não aconteceu nada disso e não irá acontecer agora. Sabemos qual é a sua área de especialização - são especialistas em aquisições, não são especialistas em sites de poker online.

Bem, eles agora têm a ISPT do lado deles.

As pessoas não sabem. Estamos todos a especular. Vamos ver. Falei com o advogado. Ele pareceu-me uma pessoa com bom senso. Não tenho nada negativo a dizer sobre eles mas mesmo assim não sei o que vai acontecer. Tenho de ter em mente que o DOJ, em algumas situações, tem menos senso a negociar que o Tapie Groupe.
Com eles seria mais fácil. Estaria legalmente isento da minha dívida enquanto que o DOJ confisca os bens. Eles podem fazer o que quiserem. Eles podem forçar-te a aceitar acordos que tu não queres. Desde que o dinheiro vá para o sítio correcto...Sentiria-me mal mesmo com o DOJ mas não tenho outra solução. Se o DOJ decidir ficar com todo o teu dinheiro não há nada que possas fazer.

Como toda a gente, ainda estou preocupado com o dinheiro que o DOJ irá confiscar. Para onde é que ele vai? Será que vão haver acusações criminais? O que vai acontecer com a conta que eles confiscaram ao Ray Bitar? Estamos todos às cegas em relação ao destino do dinheiro. Algumas pessoas ainda pensam cor-de-rosa e que o dinheiro irá para os jogadores. O tempo dirá. Eu estou esperançoso mas não sei o tempo que vai levar. As eleições estão a ofuscar a situação. Se tudo correr bem daqui a seis meses saberemos para onde o dinheiro confiscado e as dívidass foram. As pessoas estão um pouco impacientes e querem que eu passe um cheque de $400,00 ao Tapie Groupe, mas continuo sem achar que é a atitude mais certa.

Uma coisa que as pessoas não se apercebem é que, quando o Black Friday rebentou, não acham que eu sabia exactamente o dinheiro que devia? Acham que eu não iria assumir a minha dívida e que não me sentiria envergonhado por pertencer à PokerStars Pro e dever dinheiro à Full Tilt, e que a PokerStars não iria gostar disso? A maneira mais fácil de sair desta situação seria negociar uma forma de pagar para que o meu nome ficasse fora do radar. Claramente, essa seria a melhor solução para mim em termos profissionais. Já estive a discutir este assunto com outros jogadores que devem e todos eles dizem o mesmo, que é " nós não queremos pagar qualquer dinheiro porque temos medo que ele seja desperdiçado".

Tens mais alguma coisa a acrescentar?

É mais simples para mim pensar que esta situação não tem impacto no acordo. Sinceramente, já ouvi dizer que não é este tema que tem estado a atrasar o acordo. Já ouvi que eles inventaram esta situação do impacto das dívidas no acordo. Não é isto que está a atrasar o acordo.
Para mim, eles estão a tentar pôr o máximo de dinheiro ao bolso e rentabilizar ao máximo o negócio da Full Tilt sem serem eles a desembolsarem o dinheiro. Assim utilizam o dinheiro de outros para pagaram as dívidas já existente e é o melhor freeroll que se pode ter. Mais preocupante que as dívidas dos jogadores - e esse dinheiro terá de ser devolvido -, é perceber para onde foi o dinheiro considerado insolvente. As dívidas dos jogadores têm de ser colocadas no mesmo saco que as outras dívidas da empresa. Se a empresa não tem dinheiro para te pagar, o dinheiro não te pertence.

As declarações de Greenstein no TwoPlusTwo:

Pedi emprestado $400,000 para jogar na Full Tilt há uns anos atrás, antes da PokerStars ter jogos grandes. Não paguei na esperança de que algumas pessoas que me deviam dinheiro, e que tinham dinheiro na Full Tilt, me pagassem para que pudesse abater a minha dívida. (Eu devo apenas $150,00 neste momento). Quando este caso estiver resolvido, o DOJ terá métodos para o pagamento de dívidas à FTP.

O Tapie Groupe contactou-me a semana passada e perguntou-se se eu queria pagar-lhes directamente. O advogado deles ofereceu-me a oportunidade de pagar a dívida em prestações para que eu pudesse reaver o dinheiro que outros me devem. Ofereceu-me, inclusivamente, a oportunidade de descontar a minha dívida caso os jogadores americanos não fossem restituídos das suas perdas. Não creio que a minha dívida tenha qualquer impacto na compra do Tapie Groupe como eles alegam.

Tenho algumas dúvidas em pagar ao Tapie Groupe pois é claro que não vão ser eles a restituir os jogadores americanos. Tenho noção que as dívidas dos jogadores são substanciais, especialmente depois de somar o dinheiro retirado da Full Tilt Poker depois desta ter declarado insolvência.

Isto é um excerto da carta que enviei ao advogado:

“É consensual para a comunidade de poker que todo o dinheiro em dívida à Full Tilt ou todo o dinheiro retirado pelos investidores após ter declarado insolvência, deverá ser utilizado para pagar aos jogadores americanos. Se eu fizesse um acordo com vocês iria parecer que tinha virado costas a todos os jogadores da comunidade americana.

Apesar dos termos do acordo serem mais simples para mim, se eu acordar com vocês cumpriria todas as minhas obrigações legais.No entanto, terei de aguardar o resultado com o DOJ e orientar-me pelas minhas obrigações morais para com os jogadores americanos. Acredito que mais cedo ou mais tarde, o DOJ irá criar um fundo através do espólio da Full Tilt Poker que será usado para pagar uma percentagem ao jogadores a quem se deve.”

Segue-nos no Twitter e Facebook para informações actualizadas ao minuto.

Mais notícias

jogadores relacionados

O que pensas?