Agora ao vivo
PokerStars Championship Barcelona

David Baazov Acusado de 5 Crimes de Inside Trading

David Baazov
Sharelines
  • David Baazov Acusado de 5 Crimes de Inside Trading

O regulador do Quebec, Autorité des Marchés Financiers (AMF), acusou o CEO da Amaya Inc, David Baazov, de 5 crimes de "inside trading".

As acusações resultam de uma investigação lançada depois da aquisição da PokerStars e da Full Tilt por parte da Amaya num negócio de $4,9 biliões.

As acusações contra Baazov são de "uso indevido de informações privilegiadas para influenciar ou tentar influenciar os preços de mercado das ações da Amaya inc.," e puderam ser lidas numa declaração da AMF, no mesmo documento percebe-se ainda que o fatos datam de Dezembro de 2013 a Junho de 2014.

A investigação começou no final de 2014 e no dia 11 de Dezembro de 2014 a agentes da AMF e a Royal Canadian Mounted Police entraram nos escritórios da Amaya em Montreal em busca de informação relativa à aquisição do Rational Group, empresa que detinha a PokerStars e a Full Tilt.

Recordamos que ainda antes do negócio estar concluído as ações da Amaya estiveram perto de dobrar o seu valor, e após a conclusão do mesmo subiram mais 30%.

"Estas acusações são falsas e vou contestá-las vigorosamente. Estou bastante desapontado com a decisão da AMF e confiante na minha absolvição de todas as acusações," disse Baazov em comunicado.

Num comunicado à parte a Amaya disse que "as acusações não fazem sentido" e que esperam que o Baazov seja ilibado das mesas. No mesmo comunicado a Amaya disse ainda que vai continuar a cooperar com o regulador e que estas acusações não vão ter impacto no dia-a-dia da empresa.

As acusações da AMF pendem ainda sobre Benjamin Ahdoot, Yoel Altman, Diocles Capital Inc.,e a Sababa Consulting Inc.. Para além de Baazov e os nomes acima citados, a AMF fez saber que emitiu mandatos de busca e apreensão para outros 13 indivíduos ligados a esta investigação.

Recebe todas as notícias da PokerNews através das redes sociais. Segue-nos no Twitter e no Facebook!

Mais notícias

O que pensas?