"Porque razão os melhores do Mundo nos torneios são os Alemães, e não somos nós?" por João "Naza114" Vieira

João "Naza114" Vieira
Sharelines
  • "Porque razão os melhores do Mundo nos torneios são os Alemães, e não somos nós?" por João "Naza114" Vieira

"Querido diário,
Amanhã, como todos vós sabeis, caros camaradas portucalenses apreciadores de tão bonito jogo mental, é um dos domingos mais importantes do ano Online, com o dia final e o Main Event dos WCOOP. Infelizmente, a esmagadora maioria de vocês só poderão railar. Espero que isso acabe o mais rápido possível - e que, se tiverem oportunidade, que continuem a jogar algum Poker ao Vivo sempre que consigam.

Aproveitei que hoje acabei relativamente cedo, e parei um bocadinho para pensar em algumas coisas, e tive até agora à conversa com o Papi. Uma das perguntas que coloco-me frequentemente é: "Quando eu for velho e estiver a contar histórias aos meus netos, como é que eu quero recordar a minha carreira no Poker?" Como já partilhei com vocês, Ninjas e Samurais, gostava de olhar para trás, e poder dizer: "Nesta fase, no ano de dois mil e troca o passo, o avô era o Melhor do Mundo. Vá, agora vai buscar um café ao avô." É um objectivo meu. Mas a partir de hoje, também tenho outro.

Como qualquer pessoa que já tenha alguma experiência de vida sabe, nós somos bocados das pessoas com quem nos cruzamos. Aprendemos muitas coisas diferentes com cada pessoa. Retiramos um bocado de cada uma. E formamos a pessoa que somos.
No Poker, isso também é válido. Eu sempre fiz um caminho um pouco mais solitário, e sempre me habituei a estudar e a resolver o jogo mais sozinho. Mas reconheço e sei, que sempre que tive oportunidade de discutir Poker com outras pessoas, que sempre aprendi muita coisa. Uma ideia é sempre bem-vinda.

E esta é uma oportunidade única que está a ser criada pelo atraso da regulamentação em Portugal: Vivo no mesmo apartamento que muitos dos melhores jogadores do field, e estamos todos aqui apenas para uma coisa: Poker.

E se, quando WCOOP acabar, nos fecharmos aqui e estudássemos o jogo a fundo? Aproveitarmos estes meses como um Training Camp para elevar o nosso jogo a níveis que nunca ninguém atingiu? Porque razão os melhores do Mundo nos torneios são os Alemães, e não somos nós? E se nos empenhamos nisto a fundo, e, todos juntos, tornasse-mo-nos nos Melhores do Mundo? Porque não, virem a ser nossos os nossos nomes nas Final Tables dos High Rollers todos? Eles não têm nada que nós não tenhamos. Nós temos mais talento do que as pessoas pensam - e na verdade, muito mais capacidade e margem de progressão do que nós próprios acreditamos.

Existe um nicho de talento aqui muito grande - tal como na Hungria e em Malta, e em muitas das pessoas que estão em Portugal. Nós, Portugueses, podemos ser os melhores desta m**** toda.

E se, daqui a uns anos, quando olhássemos para trás, pensássemos: "Houve uma altura, quando vivi em Praga, que o avô e uma malta amiga que teve que sair de Portugal uns tempos para grindar, estava a destruir de forma inacreditável. Estudamos o jogo ao limite. Ninguém nos parava. Naquela altura, os Melhores do Mundo eram todos Portugueses. Ganhamos tudo o que havia para ganhar. Foram bons anos..! Vá, agora vai ali buscar o andarilho ao avô para o avô ir à casa de banho, antes que o avô se c**** nas cuecas de novo."

O Barbosa já tinha sugerido esta ideia algumas vezes, mas por uma razão ou outra, as coisas nunca aconteceram, mas acho que esta é uma ideia que não pode ser abandonada.

A malta neste momento está a descansar para amanhã, ou a ver Narcos. Amanhã é dia de brilhar. Mas, depois de amanhã, é dia de equipar e pôr mãos à obra. Hoje, nasceu o meu último grande objectivo para o que quero alcançar na minha carreira. Daqui a uns anos, gostava de olhar para trás e para este texto, e poder pensar: "Yep, fomos os melhores desta m**** toda.""

João Vieira

Mais notícias

O que pensas?