Agora ao vivo
PokerStars Championship Barcelona

"Vou ali a Praga e já volto!" por João "Naza114" Vieira

  • João  "Naza114" Vieira"João "Naza114" Vieira"
joão vieira
Sharelines
  • "Vou ali a Praga e já volto!" por João "Naza114" Vieira

"Caros Ninjas e Samurais,
Antes de mais, rogo-vos que permitam-me que vos transmita um par de informações que serão deveras importantes para a minha sanidade mental:

  1. Eu não faço a menor ideia quando é que a PokerStars volta.

  2. Ler ponto número um.

Espero que tenham tido um bom Verão. Não tão bom como todos nós desejaríamos, visto que a razão que hoje nos une na casa do senhor, está suspensa. Ainda assim, espero que tenham aproveitado tão simpática estação. Muitos de vós, pela primeira vez em alguns anos, descobriram que além de passar os dias todos a carregar em botões, também existem zonas à beira-mar repletas de areia, que até são bem agradáveis para estender uma toalha e ver uns rabos a passar.

De vez em quando, até passa um cota a vender os bolos mais gordurosos do planeta cheios de açúcar por fora, e creme de ovo por dentro – um alimento perfeito para estar um dia todo ao sol na malinha do senhor. Nunca vou entender a vossa cena, cubanos. Na Madeira, a malta come coisas malucas em tempo de muito calor – Gelados.

Mas não é este assunto que hoje nos reúne no templo do todo poderoso. Estou neste momento num avião a caminho de Praga para jogar WCOOP. E, para quem está no ar sem o menor controlo se aterra ou não, talvez não fosse a melhor ideia estar aqui a gozar a usar o nome de deus em vão. Pelo sim, pelo não, não convém fechar estradas.

Passando a coisas sérias: Amanhã ou depois, eu vou estar a grindar online e a esmagadora maioria de vocês NÃO PODEM! Foxxx-se mais uns tempos a jogar minecraft e solitário! Pronto, menos 10 likes na página. Fica arredondado.

Cheguei agora de Barcelona, onde joguei o primeiro EPT desta época. Foi um EPT muito duro. Por um par de razões, tive que procurar bem dentro de mim vontade e determinação para jogar ao mais alto nível. Julgo que consegui, apesar de estar a correr incrivelmente mal e ter sido uma fase complicada.

Quando tudo corre bem, qualquer um joga bem. Quando tudo corre mal, e é preciso meter a faca nos dentes como o Rambo e ir buscar um 3º no último turbo do dia - jogando o melhor Turbo que alguma vez joguei na vida - fica um gostinho especial.

Sem ser um EPT que fique para a história, fica guardado, para mim, como um dos que mais me orgulho pela garra que encontrei em mim mesmo durante vários dias de competição.

Passado o EPT, infelizmente, vou chegar um par de dias atrasado aos WCOOP. Depois de Barcelona, que acabou a 30 de Agosto, o plano era vir a casa um par de dias, e arrancar logo de seguida para Praga e começar a jogar Domingo. Para que tudo fosse mais simples e suave, contratamos uma empresa supostamente especializada em tratar deste tipo de coisas. Assim, era só chegar e trabalhar.
Por azar, provavelmente contratamos a pessoa mais incompetente, dentro das que têm um QI suficiente para serem consideradas normais.

Agora, é altura de voltar à competição. É hora de me concentrar completamente no grind, esquecer que já não jogo online faz 2 meses, esquecer todo o stress e ansiedade desta mudança de cidade, adaptar-me o mais rapidamente possível, e competir. Vão ser 19 dias de grind seguidos, e não vejo a hora de voltar a clicar nos botões e voltar a provar o meu valor. Em todos os torneios. Em todas as mãos.

E pronto, na verdade era isto. Vinha só aqui esfregar que amanhã ou depois já posso grindar. E vocês não. Mesmo que queiram. Mesmo que dê o bichinho. Mesmo que façam birra e joguem-se para o chão. Não dá.

“A PokerStars encontra-se temporariamente indisponível no seu País. Se quiser, experimente os nossos jogos a dinheiro virtual.”
João Vieira"

Post Scriptum desde Praga:
Cheguei. Com a confusão de montar estaminé, e tratar dos documentos todos para poder jogar online, esqueci-me de publicar o texto anterior.
Já cá estamos no grind desde Quinta. Chegamos Terça, e ainda metemos uns torneios nesse dia e Quarta no portátil, mas o grind a sério começou Quinta. Para já, começou mal. Estou a runnar como cão, mas a adorar cada momento. Estou extremamente contente com a forma como estou a jogar. Sinto que estou a destruir. Se começo a ganhar uma race ou duas, isto vai ser complicado para os moços.


Para já, sobra só um dia 2 e itm (20º acho eu) no $1050 Stud Hi/Low, um satélite ganho para o EPT de Malta e para o 5K WCOOP Main.
Estou a gostar imenso de grindar com mais alguém na sala, pela primeira vez. Sempre joguei sozinho em casa, no meu silêncio. Nem a máquina de lavar estava ligada durante a sessão.

Aqui, jogo na sala mais imunda de Praga, com o Micha, Arise, Phounder e Papi. Isto é demasiado talento reunido em 30/40m quadrados. Estou a aprender imenso a trocar impressões com a malta. E o Ruizinho joga mesmo aqui ao lado com mais 4 grinders. Grinders esses, coitados, que levaram uma abada no joguinho de Sábado de futebol de rua, num parque ao lado da nossa casa.

Acho que vou ganhar mais na bola que no Poker, se os rapazes continuam a querer jogar a dinheiro. Limpar o rabo a meninos.

No fim da sessão a malta bebe uma jola e fica a conviver. Isto tem sido tudo muito importante para a adaptação estar a ser mesmo muito fácil. Somos 13 ou 14 neste complexo de apartamentos. E ainda estão a chegar mais. Somos mais que as mães.

Hoje volto ao grind. Ainda faltam duas semanas para o fim de WCOOP, e ainda tenho uma bracelete para ir lá buscar.

#‎LastManStanding‬
‪#‎OutThink‬.‪#‎OutWork‬.‪#‎OutHeart‬

João Vieira

Mais notícias

O que pensas?