Homem que contratava lutadores de MMA para cobrar dívidas foi condenado a 6 meses de prisão

Homem que contratava lutadores de MMA para cobrar dívidas foi condenado a 6 meses de prisão 0001

O homem que usava lutadores de MMA para cobrar dividas de jogo em Nova Iorque foi condenado a 6 meses de prisão.

Kirill Rapoport de 41 anos foi um os 34 acusados pelo FBI nas buscas efectuadas em Abril a várias locais onde se jogava ilegalmente em Nova Iorque. Rapoport deu-se como culpado em Agosto e no acordo a que chegou com a procuradoria existia uma alínea que dizia que poderia ser alvo de uma pena de prisão efectiva até 12 meses.

Rapoport pediu para não ser preso e disse que era muito pequenino, se comparado com os barões da máfia russa que controlam um negócio de jogo ilegal que movimenta algo como $100 milhões de dólares.

Ainda assim, a procuradoria emitiu esta semana um documento onde se pode ler que o FBI viu Rapoport, Arthur Azen, e 2 lutadores de MMA encontrarem-se com um jogador para receberem $40,000. Os lutadores eram usados para intimidar as pessoas a pagar.

Nesse mesmo documento podia ainda ler-se que o trabalho de Rapoport era certificar-se que ninguém ficava a dever dinheiro a Azen.

O advogado de Rapoport disse que ele nunca foi armado para nenhum dos encontros mas a procuradoria refutou a ideia, os lutadores de MMA seriam as "armas" usadas'.

Recebe todas as notícias da PokerNews através das redes sociais. Segue-nos noTwitter e no Facebook!

Mais notícias

O que pensas?