Agora ao vivo
PokerStars Championship Barcelona

Homens que Extorquiram Joe Sebok Condenados a Penas de Prisão

Joe Sebok

Os dois homens acusados de entrar nas contas de email de Joe Sebok e de outros jogadores de poker online e de os chantagearem foram ontem condenados a penas de prisão efectiva.

Tyler Schrier, 23 anos, foi sentenciado com uma pena de 3 anos e meio depois de ter chegado a acordo e ter-se dado como culpado dos crimes de conspiração, extorsão e acesso não autorizado a um computador protegido a fim de obter informação. Ainda segundo os termos do acordo, Schrier assumiu também ter extorquido $26,000 a jogadores de poker online no âmbito de outra história (crime).

Keith James Hudson, 39 anos, deu-se como culpado de ter entrado nas contas de email dos jogadores para roubar fotografias onde os mesmos se encontravam sem roupa e ainda assumiu que ensinou Schrier como extorquir os jogadores.

Um terceiro acusado, Ryder Finney, 22 anos, deu-se como culpado do crime de conspiração e será julgado ainda este ano em Filadélfia.

Um dos jogadores mais conhecidos envolvidos nesta trama é Joe Sebok, enteado da lenda do poker, Barry Greenstein. A acusação diz que Schrier e Hudson roubaram fotos (sem roupa) de Sebok, assim como emails do foro íntimo e ameaçaram publicar tudo senão fossem pagos para não o fazer.

Nenhuma das vítimas fez pagamentos aos criminosos, e por isso mesmo, Schrier enviou uma foto de Sebok nu a pelo menos 100 pessoas. Sebok diz que isto é tudo um pesadelo e tem estado desaparecido do mundo do poker, não só por estes motivos, desde 2011. O último paradeiro conhecido de Sebok foi uma vinha, sim, leram bem, em Santa Rosa na Califórnia.

Sebok disse em tribunal que os danos causados por esta história o impedem de vender a sua imagem no mundo do poker e isso mudou por completo a sua vida.

Recebe todas as notícias da PokerNews através das redes sociais.Segue-nos no Twitter e no Facebook!

Mais notícias

jogadores relacionados

O que pensas?