Canadá - de malas aviadas para jogar

  • chad Holloway/Sílvia Almeidachad Holloway/Sílvia Almeida
Canadá - de malas aviadas para jogar 0001

Os acontecimentos do Black Friday desligaram os Estados Unidos do mundo do poker online, como tal centenas de jogadores decidiram-se por mudar de malas e bagagens para outros paises, para poderem continuar a jogar. Temos explorado algumas das mais populares regiões desta migração, incluíndo Malta, Londres e Tijuana. Esta semana fomos ao norte do continente Americano conhecer Vancouver, British Columbia, Canadá.

Nomes como Brian Hastings, Phil Galfond, Randy "nanonoko" Lew, Maria Ho, Christina Lindley, Tom Marchese, David "Doc" Sands, Erika Moutinho, Shane Schegler ou William Reynolds optaram por Vancouver como destino para continuar a vida de profissional de poker. Recolhemos algumas opiniões destes jogadores sobre as razões que levaram à sua escolha.

Vista geral

População em 2006: 578.041
Time zone: PST (WET -8)
Área: 114,67 km2
Estabelecida: 1886
Metereologia: Novembro-Março é chuvoso / Abril-Outubro é seco, solarento e moderado
Lígua: Inglês
Moeda: Dólar Canadiano - €0.72
Website: http://vancouver.ca/

Porquê Vancouver?

Brian Hastings: "Queria um local com inglês como primeira língua, e o Canadá foi uma das opções, basicamente. Considerei Montreal mas Vancouver pareceu-me melhor em termos de diversão fora de portas e alimentação saudável, para além de conhecer bastantes jogadores que se mudaram para aqui."

Randy Lew: "Procurei um local perto de casa na California e vendo a proximidade de Vancouver, a decisão foi fácil."

Maria Ho: "Eu vivo em LA e também passo muito tempo em Las Vegas, por isso Vancouver foi uma escolha fácil porque é muito perto da Costa Oeste. Mais ainda, tive a oportunidade de estar em Vancouver para o BCPC, e outros eventos, e sempre me diverti muito. É uma cidade muito bonita que oferece de tudo o que se pode querer: bons restaurantes, lojas, casinos, vistas agradáveis, desporto, noite, etc."

Encontrar um local para ficar

Há muitas maneiras de encontrar um local para viver em qualquer cidade. Incluindo visitar a cidade e simplesmente deambular, pesquisar na internet por agências de arrendamento (que há com fartura), ficar com amigos e até procurar em fóruns de poker por oportunidades.

Embora todas estas opções se apliquem a Vancouver, nós recomendamos a pesquisa junto da comunidade de poker, em fóruns, pelas melhores oportunidades e localizações. Imensos jogadores de poker, como Brian Hastings e Galfond, já fizeram a mudança e ajudaram a pavimentar o caminho para eventuais seguidores. Como Ho afirma: "Há muitos jogadores de poker que vivem no Canadá e tenho amigos lá, por isso tive acesso a informação proveniente dos que lá habitam. Nos dias de hoje consegues fazer tudo online, mas foi bom contar com sugestões das pessoas que já conheciam a cidade."

Hastings também foi ágila a dar o seu conselho: "Usei o flipkey.com mas há muitos sites de arrendamento, parece-me o caminho mais fácil de seguir."

No entanto, é útil saber que Vancouver está no topo do ranking dos preços de casa em todo o Canadá, por isso não será o local mais barato. Também não serve de muito que Vancouver seja considerada uma das cidades mais verdes do mundo e, de acordo com o Mayor Gregor Robertson, "Estamos determinados em ser a cidade mais verde do mundo em 2020". Vancouver é rodeada por natureza, por isso não é surpreendente que seja uma das cidades com maior consciência ambiental do planeta.

Questões VISA

Se és habitante dos Estados Unidos e procuras "visitar" Vancouver, ou qualquer outra cidade canadiana, não precisas de VISA. No entanto, precisas de reunir um certo critério. Precisas de passaporte, satisfazer a Imigração (qual é a tua razão para visitares o Canadá?), tens dinheiro suficiente para a estadia e documentos próprios de viajem. É raro ser recusada a entrada, embora tenha acontecido a Daniel Cates, pois se tiveres preparado tudo deve correr pelo melhor.

Sobre as questões VISA, Maria Ho deixou a sua sugestão: "Não, não tive que pedir VISA. No meu entendimento, os cidadãos norte-americanos podem estar no Canadá, legalmente, até 6 meses do ano. COmo viajo muito, por causa dos circuitos de poker internacional, planeio dividir o meu tempo entre Vancouver e o resto do mundo."

Se estás à procura de te mudar para o Canadá, seriamente mudar e viver o dia-a-dia, o processo será um pouco mais difícil. Há muitas coisas que tens que pesquisar, preparar e muita papelada que podes consultar no Citizen and Immigration Canada .

Como é a internet?

Em Vancouver, a internet é igual, senão melhor, do que nos Estados Unidos. Há muitos serviços de internet por onde escolher, com a maioria a ter opções económicas. Os jogadores de poker online querem uma conecção segura e fiável de internet e é isso exactamente que Vancouver tem para oferecer.

Coisas para fazer

Não interessa que tipo de pessoa és que não deves ter dificuldade em encontrar o que fazer em Vancouver. Por exemplo, os entusiastas de vinho, sugerimos a Pacific Breeze Winery, a Isabella Winery ou a Lulu Island Winery. Se gostas mais de compras e lojas, a cidade de Bellingham, a uma hora de distância de Vancouver, é casa de um dos numerosos outlets, com preços mais baixos do que nos EUA.

Se procuras natureza, o Cultus Lake deve suprimir as tuas necessidades. Localizado a 90 minutos de distância, tem campismo, parque aquático, golfe e vários spots de comes&bebes. Para uma experiência "fora-deste-mundo" recomendamos uma visita ao H.R. MacMillan Space Center, usufruindo do seu cinema, planetário, actividades nocturnas, de tudo um pouco para todas as idades.

Em suma, não é difícil encontrar o que fazer em Vancouver, como evidencia Hastings: "Já joguei golfe algumas vezes, joguei ténis, dei umas corridas na linha do mar, e já ouvi dizer que há bons sítios para caminhadas, mas ainda não experimentei. Já vi alguns concertos, incluindo Peal Jam há uns dias - altamente! Também já comi bem por aqui, especialmente sushi super fresco e de qualidade".

Sites para ver onde ir

Se estás em Vancouver e procuras algumas indicações turísticas, tens várias opções. Já mencionamos acima algumas coisas, mas o Vancouver Travel Tips diz que estes 10 sítios são indispensáveis:

Stanley Park
Capilano Suspension Bridge
Robson Street
Canada Place
Gastow Vancouver
Granville Island
Vancouver Aquarium
Grouse Mountain
Vancouver Chinatown
Dr. Sun Yat Sen Gardens

Quando perguntamos a Lew o que valia a pena visitar, este indicou que "a atracção principal para turistas parece ser a linha de mar que leva ao Stanley Park. É uma longa caminhada, mas é muito bonita e relaxante! Também têm um excelente aquário, o que é muito fixe".

Vida nocturna

Vancouver é reconhecida pela sua vida após o pôr-do-sol. Para os fãs do Techno e Hip Hop, o Plaza Club é o sítio onde estar, mas se a tua cena é dançar tens o Tonic Club, com três pistas em três pisos. Apelativo!

De acordo com o GoVancouver.com, eis o Top10 de NightClubs de Vancouver:

The Tonic Club
Boss Nightclub Vancouver
Bar None
Celebrities Nightclub
AuBAR Nightclub
Richard on Richards
Odyssey Nightclub
Caprice Nightclub and Lounge
Shark Club
Plaza Club

"A vida nocturna na baixa de Vancouver é parecida com a noite de uma cidade grande: boa multidão, divertido ambiente, bom serviço." explica HO. ""Embora durante uma das minhas anteriores visitas, estava na festa com jogadores de poker numa discoteca e a SWAT do Canadá entrou pelo estabelecimento a dentro e interrogou a nossa mesa, bem como as outras. Eles apertam mesmo no combate às drogas ilegais e como estavamos a gastar algumas coroas em garrafas, parecia que tinhamos que estar a fazer alguma coisa mais obscura. Eles verificaram as nossas identificações e questionaram-nos. Fui um pouco irritante mas olhando para trás até foi divertido! A segurança em Vancouver não é para brincadeiras".

ATENÇÃO! Dada a sua proximidade com Seattle, não é surpreendente que Vancouver não esteja sempre bonita. De facto, vais querer ter um guarda-chuva sempre à mão. Para além de haver vários avisos quanto ao número de pedintes, sem-abrigo e crime, principalmente na região de Downtown Eastside.

Como qualquer cidade pelo mundo fora, há certos perigos que devem estar interiorizados. Vancouver não é diferente, mas é moderna e bastante segura. Analisa bem a vizinhança que ponderares e deves ficar bem.

Uma nota final para o aviso de Hastings para os "perigos" de te juntares à nicho de poker da cidade: "Para mim tem sido um ajuste constante esta mudança para onde o meu círculo social é constituido por apenas jogadores de poker. Já conheci vários jogadores em Vancouver de quem gosto e com quem me divirto, mas sinto que a minha vida tem sido demasiado centrada no poker, jogando um volume grande e ainda passando o resto do tempo com jogadores. Nos cinco anos anteriores, socializei principalmente com os meus colegas de faculdade, tanto em Ithaca como em Roma, por isso tem sido estranho a ausência. Tempo de ir para os bares e encontrar alguém, não?"

Mais notícias

O que pensas?