Agora ao vivo Unibet Open Bucharest

PokerStars.com EPT Tallinn 2011: Ronny Kaiser é o vencedor

Ronny Kaiser

Ronnie Kaiser tornou-se no primeiro suiço a vencer um PokerStars.com European Poker Tour, depois de, em apenas quatro horas e meia, ter derrotado toda a mesa final. O heads-up frente a Grzegorz Cichocki foi rápido e eficaz e acabou mesmo por levar o cheque de €275.000.

Na mão final, Cichoki fez raise para 60.000 e viu Kaiser a fazer 3 bet para 165.000. Cichoki tinha cerca de um milhão de fichas para trás e anunciou all-in. Kaiser mexeu-se um pouco e acabou por fazer o call.

Cichocki virou {8-Diamonds}{6-Diamonds} contra o {a-Clubs}{9-Spades} de Kaiser. A board {5-Diamonds}{k-Spades}{a-Hearts}{10-Spades}{9-Diamonds} não ajudou Cichoki e deu a vitória ao suiço.

O heads-up começou muito bem para Cichoki, ao ganhar a maioria dos potes iniciais, mas as coisas mudaram rapidamente. O reconhecido talento de Kaiser foi acompanhado da estrelinha de campeão necessária o que resultou numa força imparável. Mostrou um bluff com 8 high e conseguiu extrair o máximo valor de um par de ases e 2 pares. Quase sem dar por isso, a diferença era abismal, com Kaiser com 7 milhões de fichas à sua frente contra o 1.5 de Cichoki. A pressão acabou por ter um papel decisivo, na mão final.

A primeira eliminação foi a de Arvi Vainionkulma com {a-Spades}{k-Hearts} às mãos de Kaiser com {4-Diamonds}{4-Hearts}. A board não lhe deu o par necessário e era a primeira eliminação da mesa final.

A partir deste momento, as eliminações sucederam-se de forma rápida e implacável. Sami Kelopuro foi o seguinte jogador a ser eliminado, ao tentar bluffar Kaiser com às alto no river. Infelizmente para ele, Kaiser tinha conseguido uma sequência no turn e fez um call fácil.

Stuart Fox parecia ser o próximo eliminado, depois de ter ficado reduzido quase a cinzas com {a-Hearts}{q-Diamonds} vs os {k-Clubs}{k-Spades} de Jani Sointula, mas para sua supresa (e deleite), Erlend Melsom adiantou-se ao seu movimento e anunciou all in na mão seguinte com {a-}{k-}. Novamente Sointula a fazer o call com {q-}{a-} e a ganhar a mão. Na mão seguinte, Fox tinha quase a sua stack toda na BB e acabou por cair às mãos de Kaiser com {8-}{8-} vs {k-}{k-}.

A grande maioria das fichas estava dividida entre Kaiser e Cichoki, que ganhou um pote gigantesco de 1.7 milhões de fichas a Sointula ao conseguir um straight no flop e extrair o máximo valor possível nas três streets andes do finlandês fazer muck no river. Kaiser ainda o dobrou depois disto, mas pouco depois acabou mesmo por elimina-lo quando os seus {7-Hearts}{7-Spades} se aguentaram perante o {a-Spades}{k-Diamonds} de Sointula.

Imediatamente a seguir, foi a vez de Raigo Aasmaa, o último jogador da Estónia presente. Com {k-Hearts}{10-Hearts} fez 3bet all in mas bateu contra os {a-Hearts}{a-Diamonds}de Cichocki, que ainda acabou por fazer flush no turn.

Em 4 horas de jogo estava decidido o vencedor do EPT de Tallin :"É muito bom ganhar. Fui o chipleader ao longo dos três dias, mas já aconteceu ter muitas fichas e acabar em 20º. Desta vez, era para ser."

E teve Cichocki à sua esquerda nos últimos dois dias. Como foi?

Foi divertido. Estivemos ao lado um do doutro durante os dois dias, mas o primeiro grande pote que disputámos foi mesmo no heads-up. Não foi deliberado, mas fomos eliminando os outros jogadores. Não foi uma decisão consciente evitá-lo, não tinha medo.

Tinha dito que seria o primeiro vencedor de um EPT da Suiça. E vou jogar o EPT de Barcelona de certeza!

Segue-nos no Twitter e Facebook para informações actualizadas no minuto.

Mais notícias

Torneios relacionados

O que pensas?