Agora ao vivo Unibet Open Bucharest

Entrevista PokerNews: À conversa com Eric Baldwin

eric balwin

Eric "basebaldy" Baldwin tem sido notícia ultimamente depois de votlar a assinar pela Team UB e ter sido seleccionado para o NBC National Heads-Up Championship. Para além disso, o The Big Event está de passagem por Los Angeles (5 a 10 de Março), na cidade onde Baldwin venceu um Bounty Shootout, passado mês de Novembro. Infelizmente, não parece que irá repetir o feito pois terá de faltar. A PokerNews teve a oportunidade de estar à conversa com Baldwin para sabermos mais sobre este profissional de poker.

Ouvimos o rumor que não irias jogar o The Big Event em Los Angeles. Dado que venceste o Bounty Shootout do NAPT Los Angeles no passado mês de Novembro, assumimos que irias tentar o título Big Event. Podes falar um pouco sobre este rumor?

Bem, desde essa altura houve mais um evento bounty no PCA. É definitivamente um torneio que não iria faltar, mas tenho umas circunstâncias de família para tratar e pessoas que vêm a Vegas para me visitar. Não me parece uma altura apropriada para viajar.

Foste recentemente seleccionado para participar no NBC National Heads-Up Championship. Estavas à espera?

À entrada do ano novo, estava à espera mas não certo. Não tive uma prestação excelente no ano passado, tendo sido eliminado na primeira ronda. Quando a primeira vaga de convites saiu eu não estava incluido o que foi desapontante, mas havia ainda a hipotese de me qualificar no Caesars. Acabei heads-up frente a um dos meus maiores amigos, Justin Young. Estavamos a disputar um lugar par ao torneio NBC e ele levou a melhor, mas ainda assim fiquei contente. Felizmente, na segunda vaga de convites, o meu nome constava da lista.

No ano passado foste eliminado na primeira ronda frente a Leo Wolpert. Desde então, aprendeste alguma coisa que possas utilizar este ano nas mesas?

Sim, mesmo que nada específico, aprendi com a experiência. Tudo o que envolve este evento é enorme, e talvez este ano esteja um pouco mais preparado e pronto para causar alguns danos.

A Draw Party do NBC National Heads-Up Championship está ai a chegar. Se pudesses escolher o sorteado quem gostarias de enfrentar na primeira ronda e porquê?

Acho que escolheria Emmitt Smith pois seria divertido, e segundo ouço não é ainda muito experiente mas uma estrela de desporto que seria interessante enfrentar.

Quem gostarias menos de enfrentar na primeira ronda e porquê?

O meu amigo Justin. Queremos o final entre os dois. Seria de sonho voltar a enfrentá-lo no heads-up final.

O LA Poker Classic acabou o seu 3 dia. Tiveste oportunidade de participar? Algum destaque?

Sim consegui jogar, mas não correu muito bem. Acabei de lá sair na verdade. Fui eliminado no início do dia 2. Apenas joguei duas mãos grandes durante todo o torneio. Numa, dei um cooler, noutra recebi um cooler.

Em Fevereiro, assinaste um contrato de dois anos como membro da Team UB. Foi uma opção fácil voltar a assinar com a UB?

Sim, na verdade foi. Obviamente seria estúpido não avaliar todas as minhas opções, mas no final a escolha era fácil. Quero fazer parte de uma equipa forte onde tenho algo a dizer no que toca a decisões.

Alguma hipotese de te vermos a jogar no Poker After Dark ou High Stakes Poker num futuro breve?

Sim, o programa vai para o ar em Abril. Participei num episódio de Poker After Dark com Doyle Brunson, Tom Dwan, Melanie Weisner, andrew Lichtenberger e Annette Obrestad. Era um shootou de $50.000.

Acumulaste mais de $4.2 milhões em lucros de torneios ao vivo. Assumindo que guardaste algum de lado para um dia mau, em que tipo de coisas costumas esbanjar dinheiro?

Acho que as duas coisas maiores serão a minha casa e comprei um carro mesmo antes das World Series of Poker começarem. O carro será talvez a maior extravagância. É um Mercedes E63, o que é completamente desnecessário mas divertido.

Já tens uma bracelete WSOP, um título NAPT Bounty Shootout e a honra de ser considerado Player of the Year. Qual o feito que te deixa mais orgulhoso?

Diria que o feito que mais orgulhoso me deixa será ser considerado Player of the Year. O momento mais feliz e intenso da minha carreira foi quando a última carta caiu e venci a minha bracelete, mas o título de melhor do ano, isso satisfaz a um outro nível.

Quais os teus planos para o ano de 2011?

Primeiro, o NBC Heads-Up e depois voltar a trabalhar para expandir o meu jogo. Quero trabalhar a serio nos proximos meses para quando as WSOP recomeçarem, ter mais hipoteses de conquistar uma segunda bracelete, ou até quem sabe uma terceira.

Segue-nos no Twitter e Facebook para informações actualizadas no minuto.

Mais notícias

Torneios relacionados

jogadores relacionados

O que pensas?