Australia Aprova Projecto de Lei para Banir o Poker Online

Australia
Sharelines
  • Australia Aprova Projecto de Lei para Banir o Poker Online

O dia 21 de Março poderá ficar na história do jogo online da Oceânia pelos piores motivos. Depois e várias tentativas, ao longo dos anos, parece estar para muito breve o fim do poker online na Austrália.

Depois de ter sido votado desfavoravelmente na segunda-feira, na terça-feira o projeto de lei "Interactive Gambling Amendment Bill 2016" foi aprovado pelo Senado.

O passo seguinte será mais uma "leitura e votação" no Senado para que depois a votação final possa ser feita pela "House of Representatives" e se torne lei.

Esta nova lei vai, acima de tudo, fazer com que a Interactive Gambling Act of 2011 passe a ser cumprida. Esta lei permite que existam no país apostas desportivas e lotarias mas não fornece nenhum tipo de mecanismo para que outras formas de jogo online, nomeadamente o poker, possam existir.

Embora não o permita, esta lei não foi capaz de criar os mecanismos necessários para barrar os operadores internacionais de continuar a trabalhar no mercado australiano. PokerStars,888poker, partypoker e Unibet são apenas alguns dos exemplos da oferta existente no mercado.

Embora ainda envolta em polémica, esta lei não vai resolver o problema do jogo, apenas vai fazer com que os jogadores passem a utilizar sites duvidosos, disse o Senador Democrata David Leyonhjelm ao Huffington Post Australia.

Leyonhjelm frisa ainda que existe muita oferta de jogo ao vivo no país e não é o facto de o banirem online que o fará com que o problema desapareça. Leyonhjelm termina dizendo que "Agora todo o mundo está online."

A visão de Leyonhjelm não parece ter muito apoio no Senado e muito provavelmente sairá derrotada da derradeira votação, o que se seguirá para o poker online australiano?


Já tens conta na PokerStars? Não!? Abre já, deposita €10 usando o código “PORTUGAL20” e recebe €30!

Recebe todas as notícias da PokerNews através das redes sociais. Segue-nos no Twitter e no Facebook!

Mais notícias

O que pensas?