888poker
New poker experience at 888poker

Join now to get $88 FREE (no deposit needed)

Join now
PokerStars
Double your first deposit up to $400

New players can use bonus code 'STARS400'

Join now
partypoker
partypoker Cashback

Get up to 40% back every week!

Join now
Unibet
€200 progressive bonus

+ a FREE Unibet Open Qualifier ticket

Join now

França: Receitas dos Torneios Superam os Cash Games Pela 1ª Vez

poker frança
Sharelines
  • França: Receitas dos Torneios Superam os Cash Games Pela 1ª Vez

O terceiro trimestre de 2015 fez com que pela primeira vez na história do poker online francês as receitas provenientes dos torneios superasssem as dos cash games. Segundo dados divulgador pelo órgão regulador francês, ARJEL, as receitas dos cash games caíram dos €1,040 milhões para os €832 milhões. Esta é uma perda de 20% para o período homólogo de 2014.

No que toca aos torneios a subida dos €354 milhões para os €429 milhões representa um aumento de 21% em relação ao mesmo período de 2014.

Estes últimos dados fazem com que os torneios de poker online representem agora 51.6% do mercado, os cash games valem €22.9 milhões e os torneios €31 milhões.

Esta alteração nas escolhas dos franceses parecem ter sido ajudadas por dois factores, os impostos que os jogadores de cash games pagam e o surgimento no mercado dos torneios Expresso na Winamax e dos Spin & Go's da PokerStars.

França: Receitas dos Torneios Superam os Cash Games Pela 1ª Vez 101
Winamax Expresso

Embora tenha existido um ganho nos torneios o mesmo não chega para combater as perdas registadas nos cash games e os operadores registaram perdas globais na ordem dos 5%. Como é natural, o número de jogadores ativos também diminuiu de 233.000 para 223.000, a perda situa-se nos 18% para os cash games e 1% para torneios.

Uma pequena análise destes números leva-nos a concluir que não só o número de jogadores baixou como os que ainda jogam o estão a fazer menos.

Recebe todas as notícias da PokerNews através das redes sociais. Segue-nos no Twitter e no Facebook!

O que pensas?