Caio Pessagno Fala da Restrição aos HUDs e Mudanças no Programa VIP do PS em 2016

caio pessagno
Sharelines
  • Casio Pessagno Fala da Restrição aos HUDs e Mudanças no Programa VIP do PS em 2016

Aos meus colegas jogadores profissionais,

Diante da recente polêmica, me senti obrigado a dar minha opinião. Minha análise fica bastante limitada, já que o PokerStars ainda não anunciou quais serão exatamente as mudanças de restrição do uso de HUDs e nas regras do programa VIP.

Por isso, gostaria que considerassem essa série de três posts como filosófica. As contas nós faremos quando soubermos exatamente como tudo vai funcionar.

1 – Restrição aos HUDs e mudanças no programa VIP do PS em 2016 (hoje, domingo)
2 – Não adianta chorar se proibirem os HUDs (segunda)
3 – Mudanças no VIP Club (terça)

A primeira coisa a fazer é separar as duas coisas. A restrição aos HUDs é uma coisa, o programa VIP é outra. O que elas têm em comum é que fazem parte de uma política do PS de atrair cada vez mais novos jogadores e expandir o mercado ao máximo – Neymar, Cristiano Ronaldo, Ronaldo Fenômeno, Rafael Nadal como garotos propaganda faz mais sentido agora, não é?

É aqui que começa a filosofia: se as mudanças vão atrair mais jogadores fracos, o cenário só vai melhorar para os profissionais. Eu, como profissional, não tenho como achar essa notícia ruim, concorda? Mesmo sabendo que terei que me adaptar a uma nova realidade.

Concordo que as mudanças terão um impacto grande na vida de muitos de nós, profissionais. E no curto prazo, parecem ser prejudiciais, porque vai fazer muita gente trabalhar duro pra se adaptar.

Aprendemos com a Black Friday que, a qualquer momento, estamos sujeitos a mudanças de regras no mercado e nos serviços dos diferentes sites, clubes, eventos, e até de países. Isso é um saco, mas faz parte do nosso trabalho, senhoras e senhores.

Quem era profissional de poker em Abril de 2011 sabe o que significa ter que se adaptar a uma nova realidade. Aquilo sim foi mudança radical. Depois da Black Friday, todos nós tivemos que nos perguntar se valia a pena seguir em frente com essa carreira. Nem todos continuam por aí. Foi f…!

Como profissional, não adianta ficar reclamando. É preciso saber que as regras podem mudar, você gostando ou não.

Assim como para nós que vivemos do jogo, para o PokerStars o poker é principalmente um negócio. O negócio deles é o poker como entretenimento e é preciso trazer mais novos jogadores para continuar expandindo seu mercado.

Na maior parte da minha carreira, não fui patrocinado pelo PS. Mas o site sempre foi a minha principal fonte de renda. Depois que comprou o Full Tilt, então, ficou mais ainda.

O PokerStars sempre foi e ainda é o melhor software para jogar poker online. Isso é indiscutível. É fácil depositar, é fácil sacar, é seguro e é o que tem mais opções de jogo. Não preciso ser patrocinado para saber que, sendo jogador profissional, essa é a melhor plataforma online para trabalhar. Com ou sem HUDs, com ou sem SuperNova Elite.

Não temos opção, apenas nos adaptar. Ou é melhor colocar o terno e procurar um emprego comum.

Isso acontece em qualquer trabalho, não é só no poker não. As coisas mudam de uma hora pra outra e você precisa se adaptar. Até outro dia taxista não tinha aplicativo e o Uber não existia no Brasil… haha! E os donos de locadora de vídeos, como fizeram? Netflix?

Nos quatro anos de existência da River Style, por exemplo, aprendi logo que o empreendedorismo também requer muita criatividade e poder de adaptação. Ou você se adapta rápido diante de cada problema, ou fica pra trás. Minha experiência com poker me ajuda muito.

De novo: como jogadores de poker profissionais, temos apenas que pensar em como nos adaptar.

Eu, por exemplo, nunca me dei muito bem com HUDs, mas um tempo atrás fiz curso com o Chiconogue pra aprender a usar direito e penei pra me habituar. Tive que me esforçar para me adaptar porque percebi que precisava dos HUDs, já que a maioria dos meus adversários mais fortes usam essa ferramenta, principalmente nos limites maiores.

Agora, pode ser que todo meu trabalho pra aprender tenha sido em vão, já que tudo indica que o PokerStars vai restringir bastante o uso dos softwares de apoio a partir de 2016.

Ou seja, a partir do ano que vem, muitos profissionais podem ser proibidos de usar os softwares de apoio. A mudança é significativa, e é exatamente sobre a possível proibição do uso dos HUDs que vou falar no post de amanhã. Na terça, vou opinar apenas sobre as mudanças no programa VIP.

Podem ler mais no site do Caio Pessagno.

Recebe todas as notícias da PokerNews através das redes sociais. Segue-nos no Twitter e no Facebook!

Mais notícias

O que pensas?