"O PCA que mudou a minha vida" por André Akkari

andre akkari

Nem acredito que já está na altura de começar a pensar na PCA 2014. Esta será a minha sexta viagem ao Atlantis e vai ser especial. Vai assinalar a passagem de um ano desde que conheci ElkY, Eugene Katchalov e o seu treinador Lincoln, começando a mudar a minha alimentação e a minha vida.

Não estou a exagerar ao dizer que a PCA 2013 mudou a minha vida. Desde então, já perdi 27 quilos! Também me tornei muito mais saudável nas escolhas do que como e de como me exercito. Estou muito, muito orgulhoso disto e, acima de tudo, de ter conseguido segui-lo durante todo o ano.

Nos primeiros três meses foi difícil manter-me focado. O meu primeiro instinto ia para a comida não saudável. Não conseguia ficar longe de batatas fritas e outros tipos de junk food. Fazer exercício também era um desafio. Cada vez que iniciava uma sessão, a minha mente começava a vacilar ao cabo de 20 ou 30 minutos, a dizer: "OK, já chega! Vamos fazer outra coisa qualquer".

Mas não desisti e três meses depois comecei a melhorar. Ao final do quatro mês já estava totalmente em sintonia com o regime. O mais engraçado é que a minha mente começou mesmo a caminhar na direcção oposta. As batatas fritas deixaram de ser apelativas e não conseguia ficar sem fazer exercício mesmo que quisesse. Tornou-se muito mais fácil manter o regime a funcionar.

Apesar de já ter estado na PCA por cinco vezes, esta vai ter muito mais significado. Desta vez, provavelmente, vou levar a minha família comigo, o que é sempre uma enorme diferença para mim. Sinto tantas saudades deles quando viajo para jogar poker! Ficar longe deles por duas semanas durante a PCA é muito difícil, especialmente porque passo grande parte do resto do ano a viajar. Tê-los por perto permite-me estar mais concentrado quando estou a jogar poker e mais descansado quando não estou. Cada metade contribuiu para a melhoria do meu jogo.

Este ano vamos fazer uma viagem a Orlando em Dezembro. Por isso, há a possibilidade de eles não irem comigo à PCA. Mas acho que consigo convencê-los a ir. Estamos de olho na meteorologia e se o tempo estiver bom, os meus filhos vão divertir-se imenso na PCA, mas se não estiver, será como na última vez que foram, em que não sabiam o que fazer. Não queriam ir à praia e começaram a pedir-me para fazer outras coisas com eles. Isso foi um grande desafio para a minha concentração.

Independentemente do que acontecer, vou manter o meu plano de exercício. Já tenho algumas coisas planeadas: jogar basquetebol, exercícios funcionais e natação. É bom ter horários e saber que vamos fazer tudo isto e ainda jogar poker. É o melhor cenário. Jogar poker no Atlantis é realmente especial. Mesmo que sejas eliminado, não ficas aborrecido. E este ano vou ter a possibilidade de olhar para um ano de mudanças e pensar no quanto sou feliz agora por causa delas.

Vemo-nos por lá!

*André Akkari é membro da Team PokerStars Pro.

Se ainda não tens conta na PokerStars, aproveita e abre já a tua usando o Código de Marketing PORTUGUESEPOKERNEWS e o código de Bónus STARS600.

Recebe todas as notícias da PokerNews através das redes sociais. Segue-nos noTwitter e no Facebook!

Mais notícias

Torneios relacionados

O que pensas?