Sondagem da eGaming Revela que é Necessário um Mercado Europeu de Jogo

Sondagem da eGaming Revela que é Necessário um Mercado Europeu de Jogo 0001

Numa sondagem feita pelo site eGaming Review esta semana, 52% dos participantes acreditam que a Europa necessita de um mercado comum que possa juntar toda a liquidez dispersa pelos diversos países.

Já todos sabemos que os mercados de Espanha, França e Itália estão fechados e para que esta união de mercados seja possível é necessário que essas barreiras sejam levantadas. De acordo com os números da PokerStars, a maior operadora presente nos referidos mercados, os números têm caído nos últimos 6 meses, em particular o número média de jogadores online.

Para consubstanciar a queda dos números foi anunciado já há algum tempo o fecho do site francês Barrière Poker, o mesmo acontecerá no final desde mês. O órgão regulador do jogo, ARJEL, tem divulgado nos últimos tempos números cada vez mais negros no que toca ao mercado de torneios e cash games gaulês.

Em Espanha as coisas estão mais ou menos no mesmo pé que em França. Embora tenha sido empossado um novo presidente para a Dirección General de Ordenación del Juego (DGOJ), Carlos Hernandez não terá tarefa fácil pela frente. Já se fala numa transição para um mercado internacional mas nada disto terá lugar antes do mês seis do próximo ano (2014).

Em entrevista ao site espanhol Poker-Red.com, Hernandez disse também que o desejado mercado internacional poderá passar por uma união com Itália mas a sua preferência vai na direção de se juntar a mercados da América Latina.

Em Portugal, e mesmo no estado em que a economia se encontra, parece que o governo tem outras prioridades que não o jogo online. A julgar pelas notícias que vêm de países com mercados maiores que o nosso e com uma liquidez superior, será caso para dizer que o melhor é mesmo continuar nesta situação e entrar num mercado europeu quando o mesmo estiver disponível.

Recebe todas as notícias da PokerNews através das redes sociais. Segue-nos noTwitter e no Facebook!

Mais notícias

O que pensas?