Agora ao vivo
PokerStars Championship Barcelona

Ty Stewart Fala sobre o €50,000 Super High Roller das World Series of Poker Europe

Majestic Barriere

As World Series of Poker anunciaram recentemente um evento € 50.000 Super High Roller, que será realizada nas WSOP Europe. O anúncio do evento e gerou murmúrio em toda a indústria, especialmente quando a festa das braceletes em Cannes se aproxima. A PT.PokerNews falou com Ty Stewart , diretor executivo das WSOP e vice-presidente da Caesars Interactive Entertainment, sobre o evento, e ele teve a gentileza de responder a várias perguntas.

Como foi que as WSOP decidiram colocar um €50.000 Super High Roller no calendário?

Muitos fatores, mas, na verdade, o sucesso do Big One [for One Drop] e toda a ação de high stakes que criou em toda a cidade. Existe um apetite por um grupo de jogadores para continuar a jogar muito alto, e nós queremos ter ofertas para cada jogador nos eventos WSOPE. Além disso, é a dinâmica Francesa um imposto de 4% sobre o hold'em, o que torna difícil organizar torneios ao vivo. Pareceu ser a melhor solução organizar um torneios de high stakes ( como este) para garantir que estes jogadores poderiam obter a ação que anseiam para além dos fields dos grandes torneios.

Porque fizerem um buy-in de €50,000 e não €100,000 ou mais alto?

Pareceu-nos bem, ja que é permitido a reentrada. Jogadores como [Richard] Yong e [Paulo] Phua estão habituados a jogar alto e €50.000 já é enorme. Nós olhamos para os torneios high roller e super high roller e vemos quantos jogadores destes conseguiram atrair. Senti que €50K daria uma maior oportunidade ao torneio.

Pode dizer-nos mais sobre as reentradas?

Na minha perspetiva, as reentradas apresentam um maior equilíbrio competitivo. Claro que aumentamos o risco com este formato de $1,500 [No-Limit Hold'em] nas WSOP.

Mas um grande motivo para a reentrada no High Roller tem dois sentidos. Um, WSOPE é um evento de destino, e os jogadores de poker preferiria estar de volta em ação do que estar na praia. Há uma deslocação para o outro lado do mundo para jogar, ao contrário de Vegas em que existem torneios a começar de poucas em poucas horas. O segundo, Dois, para um High Roller, eu acho que os jogadores querem ver o prémio tão grande quanto possível. Haverá jogadores no field que irão fazer reentry, aumentando o valor.

Estarão os eventos com reentry de volta ao mix nos futuros eventos WSOP, mais concretamente as WSOP 201?

Nós estamos a ver o calendário neste momento mas ainda é muito cedo para dizer. Queremos diversidade de jogos das WSOP e os jogadores querem o ROI mais alto. Há provavelmente um lugar para eles mas não vamos perder a cabeça e fazer de todos os eventos, eventos com reentry, apesar de estarem em voga ultimamente.

Por que não fazer do € 50.000 Super High Roller um evento com bracelete?

Nós tentamos ser muito cautelosos com a expansão das braceletes para que se mantenha o prestígio e credibilidade. Tivemos um grande ano de crescimento ao redireccionar para Cannes mas ainda nos queremos concentrar no seu crescimento. Temos eventos adicionais mais para o final deste ano com o WSOP APAC. Temos de ser criativos e aumentar as ofertas em redor dos torneios já existentes.

Temos muita ação para espalhar para além das braceletes. Este ano em Vegas tivemos mais de 230.000 participantes em torneios e satélites — com apenas 75.000 a participar em eventos de bracelete. A última vez que verifiquei, os jogadores ainda gostam de dinheiro!

Fica a saber todas as notícias através do Twitter e do Facebook para informações actualizadas ao minuto.

Mais notícias

O que pensas?