Onde Estão Eles Agora: Eric Crain

Eric Crain

Se és um seguidor de poker, certamente te lembras de alguns episódios do Trump Taj Mahal’s U.S. Poker Championship. Se sim, lembraste do irreverente Eric Crain, que foi um dos jogadores iniciais do programa durante dois anos.

Nesses dois anos, Crain reuniu uma stack massiva e entreteve os espectadores ao jogar muitas mãos e ao interagir com os outros jogadores. Infelizmente para Crains ele não chegou ao dinheiro em nenhum dos torneios.

O USPC poderá ter sido a primeira grande exposição de Crain no mundo do poker mas ele não se ficou por aí. Durante os últimos sete anos, ele tem acompanhado o circuito e jogado eventos de low e mid buy-ins com algum sucesso!

Em Setembro de 2006, ele fez o seu primeiro melhor resultado ao liderar um field de 834 num evento de $300 no-limit hold'em no World Series of Poker Circuit no Grand Casino em Tunica, Mississippi, para $63,105.

Outros resultados da carreira de Crain incluíram a vitória no $200 NLHE Six-Max event em 2007 Scotty Nguyen Poker Challenge IV para $11,032; sexto WSOP $2,500 Mixed Event 2009 para $38,074; e primeiro no $300 H.O.R.S.E. event nas WSOP Circuit Harrah St. Louis 2010 para $7,129.

Para além disso, Crain conseguiu o seu primeiro prémio fora dos Estado Unidos, terminando em 32º no Aussie Millions Poker Championship 2012 AUD$1,500 NLHE — Bounty.

Se ainda precisares de refrescar a tua memória, vê:

A PokerNews esteve com Crain nas World Series of Poker Harrah's Tunica para saber o que ele tem feito desde 2006 e sobre a oportunidade falhada do PokerStars Caribbean Adventure deste ano.

Como te envolveste no Poker?

Foi como toda a gente e eu via na TV. Eu fui um baby boomer. Eu comecei a jogar com jogos em casa com pessoal do trabalho — alguns amigos da faculdade — e acabamos por jogar uma vez por semana, que se transformou em 15 vezes por semana.

Eu joguei muito online. O jogo online era louco, digamos que ganhei e perdi muito dinheiro. É estranho na verdade, desde o Black Friday que não perco tanto dinheiro, a sério que não.

Tens dinheiro preso na Full Tilt Poker?

Tive sorte. Saí da Full Tilt em Fevereiro. Não estava a correr muito bem e a FTP fechou a minha conta. Comprei um pouco mais tarde mas não muito. Tenho dois amigos que vivem em St. Louis e são profissionais low-stakes. Um deles apoiou o outro com $600 em multi-entradas para FTOPS e eles acabaram por fazer chop, ficando com $250,000 entre eles. Penso que só ficaram com $30,000 por isso mais de $200,000 ficaram presos. O que se podes fazer?

Fala-me do U.S. Poker Championship de 2006?

Essa foi a minha primeira grande exposição, o meu grande Main Event em que comecei bem mas não cheguei aos prémios, o que estou a melhorar bastante. [Risos] Eu fui lá num capricho. Fui lá com alguns amigos e correu bem o suficiente para aparecer na TV, mas sem chegar aos prémios. Por isso, decidi fazer a mesma coisa no ano seguinte mas não voltei desde que deixaram de filmar o USPC, Atlantic City fica fora de caminho para mim, eu aindo vivo no Midwest.

Como foi a exposição televisiva durante o pico do boom do poker?

Foi boa. Lembro-me que estava num bar em Carbondale, Illinois, onde eu moro. Estava a ir à casa-de-banho e uns rapazes disseram, " Hey, tu és o Eric Crain.” O que não acontece muito nas salas de poker mas acontece o suficiente para ser estranho.

Que tens feito desde o USPC de 2006?

Tenho viajado. Tentei estudar por quatro vezes diferentes. Terminei um semestre. Por isso fiz algumas viagens, estudei um pouco. Vivo em Vegas todos os Verões. Neste momento estou a viver em Carbondale. Voltei para casa e estabeleci-me lá. Vejo muito dos meus amigos de liceu e saímos frequentemente e quando não estou na estrada a minha vida é bastante normal.

Falando em viajar, vimos-te recentemente no Aussie Millions. O que te levou a fazer essa viagem?

Eu digo-te o que me inspirou. Não era para ir, era para ir ao PokerStars Caribbean Adventure mas no último momento, decidi não ir. Acabei por comprar uma parte do Faraz Jaka no PCA Main e fiquei louco quando ele ficou em terceiro, por isso acabei por ir à Austrália. Acabei por fazer parceria com Faraz. Estive também com Tom Koral e Matt Woodward.

Foi muito divertido porque nunca tinha viajado fora da América do Norte. Foi a primeira vez, por isso estar na Austrália, conhecer os sítios, conhecer as pessoas foi qualquer coisa de extraordinário. Foi muito divertido.

O que tens reservado no teu calendário de poker para os próximos meses?

Vou para Hammond esta semana para o Chicago Poker Classic porque o valor lá é de doidos. Eles estão a dar $550,000. É de loucos! Eles vão estar a dar $50,000 para o líder dos pontos. Se um profissional gosta de valor, não imagino melhor sítio para estar.

Depois disso, provavelmente estarei nas [WSOP] Circuit Main Event em St. Louis. sabes, o Harrah em St. Louis foi o primeiro casino que fui e tem sido a minha casa ao longo dos tempos. Fora isso, estou a pensar em tirar uns meses de folga e relaxar com uns amigos antes das WSOP este Verão.

Fica a saber todas as notícias através do Twitter e do Facebook para informações actualizadas ao minuto.

Mais notícias

Torneios relacionados

jogadores relacionados

O que pensas?