Fora das mesas com Dennis Phillips

Dennis Phillips

O Fora das mesas entrevista as tuas personalidades favoritas deste fantástico mundo do poker, para saber mais sobre as suas vidas — leste bem — Fora das mesas! Recentemente sentámo-nos com o Dennis Phillips e falamos de poker, de queda livre e de ver gotas de água a caírem de uma janela.

Quando começaste a jogar poker?

Comecei a jogar na faculdade. Fazia um jogo no meu quarto que basicamente me pagou as propinas com os ganhos que ia tendo. Isso foi durante os anos 70 e a partir daí, continuei a jogar.

Como está o teu calendário de poker para os próximos meses?

Estarei por Vegas pelo resto de Fevereiro. Em Março viajo 25 dos 30 dias. Vou para Oklahom, para St. Louis, para o Iowa, Indiana e depois Chicago. Vou a muitos sítios e provavelmente vou a América Latina em Maio e em Junho volta a Vegas para as WSOP.

Qual é a tua paragem favorita dos Torneios?

Wow. Há uma tonelada de sítios que são tão divertidos de ir. Uma paragem histórica foi a de Londres, quando jogamos lá no Vic. Monte Carlo também muito bom. Puerte de Este, no Uruguai, é fabuloso. Nuca tinha ouvido falar da cidade mas ir lá com a PokerStars para jogar poker foi genial!

Qual é o teu sítio favorito para jogar em Vegas?

Eu adoro o e Rio por causa do Main Event mas para além desse, jogo bastante no Venetian, Caesers, e no Bellagio.

Quais são os teus hobbies para além das mesas?

Faço imensas coisas. Acabei de fazer ski durante o fim-de-semana no Brian Head. Tenho feito sky diving; Tenho feito bungee jumping. Adoro ir para a quinta no Midwest ou fazer caminhadas no Red Rock. Eu adoro o ar livre.

Parece que já tiveste muitas aventuras. Qual foi a coisa mais aventureira que já fizeste?

O sky divinf foi mesmo muito divertido. Fiz à volta de 80 saltos, é demais!! Já estive na Super Bowl e já estive nos bastidores dos Blue Man Group. Tem sido uns anos fantásticos, sem dúvida!

Já estiveste envolvido em alguma aposta ridícula?

Claro! Que jogador de poker não esteve? Uma noite joguei poker com o meu advogado e outro profissional, um torneio de $35 e, só pela diversão, cada um tinha um bounty de $1,000 bounty. Também já apostei nas gotas de água que caiam num tela de vidro --$100 a gota!

Qual das equipas de St. Louis irá trazer para casa o campeonato?

Neste momento estou a torcer pelos Blues. Eles são muito bons; eles têm o melhor recorde da NHL. Para ser realista, a equipa dos Cardinals. Se tivesse de escolher uma equipa seriam os Cardinals mas estou mesmo a torcer pelos Blues.

O que achas do Pujols nos Angels?

Mais uma vez, eu conheço o Albert e a Dee Dee bastante bem e penso que para eles foi uma boa decisão por diversas razões. Eu estou bastante desapontado mas entendo as razões. Provavelmente vou até ao Arizona para ver os treinos dele.

Tu apresentaste um programa de rádio no Harrah, em St. Louis chamado a “Final Table.” O que fez entrar no mundo da rádio?

Um amigo meu, Paul Harris, queria fazer esse programa, por isso juntámo-nos e até nos divertimos. Eu tive toda a gente que conhecia no poker envolvida no programa. É óptimo, posso ser eu mesmo, relaxar e perguntar-lhes tudo o que eu quiser!

Se não fosses um jogador de poker o que estarias a fazer?

Provavelmente, ainda estaria nos negócios de comercialização de carrinhas e camiões. Eu realmente gosto. Vender carrinhas pesadas e camiões é o irei estar a fazer.

Fica a saber todas as notícias através do Twitter e do Facebook para informações actualizadas ao minuto.

Mais notícias

Torneios relacionados

jogadores relacionados

O que pensas?