World Series of Poker 2010 November Nine: Jonathan Duhamel

jonathan duhamel

Com Novembro mesmo aí ao virar da esquina e a mesa final do Main Event das World Series of Poker quase a realizar-se, vamos passar em revista os 9 jogadores presentes na mesma e saber o que esperar dos mesmo no próximo dia 6 de Novembro.

Jonathan Duhamel é o alvo a abater neste November Nine. Ele entra na final table como chip leader com 65,965,000 fichas, quase mais 20 milhões que o seu adversário mais directo. As odds estão a seu favor e Duhamel não está aqui apenas por obra e graça do senhor. Nascido no Quebec, Boucherville, este jovem de 22 anos leva o poker a sério desde os 16 anos quando começou a jogar com os seus amigos. “Comecei a jogar com o irmão mais velho de um dos meus amigos e com alguns amigos dele,” disse Duhamel. “Adorei o jogo desde o inicio e cedo percebi que neste jogo existem bons e mais jogadores, as diferenças são evidentes.”

Duhamel frequentou a universidade, área da economia, mas os seus planos mudaram rapidamente. Jonathan viu que estava a ganhar tanto dinheiro a jogar poker online que precisava dedicar-se mais a sério ao jogo. Contra os conselhos e vontade dos seus amigos e familiares, Jonathan começou a jogar a tempo inteiro. Esta decisão, só por ter alcançado a final table já é uma boa decisão, imagine então se ele vencer o torneio. Para além deste resultado, o melhor de toda a carreira, Duhamel já tinha sido o 10º classificado ($53,928) no PokerStars.com European Poker Tour Praga em 2008 e 15º ($37,276) no Event0 #56 $2,500 No Limit Hold’em mesmo antes do Main Event.

“Eu sabia que conseguia vencê-los . . . que conseguia jogar com eles,” disse Duhamel. “Ganhar aquele último torneio deu-me a confiança que precisava para estar aqui em boa forma.” Ainda bem que tudo correu bem nesse último torneio, caso contrário ele poderia não ser o chip leader deste torneio.

Como aqui chegou

Duhamel entrou no dia 8 com a sua stack na média mas rapidamente mudou esse facto. Logo no inicio do dia Duy Le abriu o pote com raise para 305,000 e Jonathan Duhamel fez re-raise para 865,000 na small blind. Robert Pisano deu call na big blind e o mesmo fez Le.

O flop foi {3-Spades}{7-Clubs}{2-Diamonds} e Duhamel fez check. Pisano apostou 1,65 milhões e Le fez fold. A acção voltou a Duhamel que fez call. O turn foi um {a-Clubs} e desta vez Duhamel apostou, 1,875 milhões. Pisano anunciou re-raise all in e Duhamel meteu mais 4,46 milhões de fichas para fazer o call e mostrou {4-Spades}{5-Spades}. Pisano apresentou {a-Spades}{k-Hearts} e estava drawing dead. O river foi um {6-Hearts} e Duhamel alcançou as 21,600,000 fichas.

Contudo, o seu maior momento veio um pouco mais tarde nesse mesmo dia, numa mão que será falada por muitos e muitos anos. Duhamel abriu o pote com raise para 550,000 no cutoff e Matt Affleck fez 3-bet para 1,55 milhões no botão. As blinds fizeram fold e a acção chegou novamente a Duhamel. O canadiano deu 4-bet para 3,925,000 e Affleck deu call, no pote ficaram 8 milhões de fichas.

O flop foi {10-Diamonds}{9-Clubs}{7-Hearts} e Duhamel fez check. Affleck apostou 5 milhões e o canadiano fez o call. O turn foi uma {q-Diamonds} e mais uma vez Duhamel fez check. Affleck anunciou estar all in (11,6 milhões) e depois de muito pensar Duhamel fez call.

Duhamel: {j-Hearts}{j-Clubs}
Affleck: {a-Clubs}{a-Spades}

O pote tinha 42 milhões e restava apenas uma carta para ser desvendada. Em torno da mesa o frenesim era enorme e o river é um... {8-Diamonds}. Duhamel fica com 51 milhões de fichas e Affleck é eliminado na 15ª posição. Affleck chorou compulsivamente e teve de abandonar a sala.

A ter em atenção

Duhamel está sentado no lugar 4, o que é agridoce. A parte boa é que a outra big stack da mesa, John Dolan (46,250,000), estará sentado imediatamente à sua direita. Assim sendo, Duhamel terá sempre posição sobre Dolan e poderá pressioná-lo sempre. Por outro lado, à sua esquerda estará o jogador mais temido da mesa, Michael “The Grinder” Mizrachi. Toda a vantagem que Duhamel tem sobre Dolan, Mizrachi tem sobre ele. Se Mizrachi conseguir construir uma stack decente, o canadiano terá problemas certamente.

Duhamel é conhecido pela sua agressividade, ainda assim acredito que terá de mesclar o seu jogo nesta final table. Ele está confiante e admite, “A minha maior qualidade é a minha calma, tento nunca entrar em tilt. O que preciso de rever no meu comportamento é apenas uma coisa, deixar de pensar que sou o xerife e que mando na mesa, os outros jogadores também têm boas mãos de vez em quando."

O Live Report PokerNews trará até vós toda a emoção da Final Table do Main Event WSOP 2010 a partir do dia 6 de Novembro. Até lá podem seguir as notícias ao minuto no nosso Twitter e Facebook, a PokerNews tem o exclusivo do Live Report WSOP.

Mais notícias

Torneios relacionados

jogadores relacionados

O que pensas?