Agora ao vivo Unibet Open Bucharest

PokerNews Op-Ed: Casting para o Torneio de Campeões, Parte 1

  • Nicole Gordon / Daniel CordeiroNicole Gordon / Daniel Cordeiro
wsop

De muitas maneiras, isto é o Ídolos do poker. A única diferença é que para conseguir um lugar no top20, Phil Hellmuth apenas precisa de conseguir o teu voto, e deixar para depois uma soluçao para sobreviver à Semana Gloria Estefan.

As World Series of Poker Tournament of Champions foi transformado num concurso de popularidade. O elegíveis a participar terão de ser detentores de uma bracelete WSOP. Apenas 20, do leque de 521 jogadores elegíveis, irá participar no TOC deste ano.

Ao fazer o "casting" para o TOC, votar no top20 maiores vencedores ou no top20 com mais braceletes, é uma maneira fácil de escolher. Mas não é a mais divertida. Apercebi-me da complexidade do processo quando preenchi o meu boletim de voto. Sabia que queria votar numa lenda old-school do jogo. Mas também sabia que gostava de incluir alguns dos jovens vencedores. Queria um pouco dos dois, jogadores hall-of-famee outros com idade suficiente para jogar ao vivo. Enquanto revia as minhas opções, pus-me na posição de um espectador de televisão. Quem queria ver a jogar poker durante duas horas? Que conversas queria eu escutar enquanto o torneio se desenrola? Que disputas seriam mais interessantes de observar? Isto é o que interessa quando fazes a tua escolha.

O primeiro passo é reduzir as opções. Para reduzir o leque a uma dúzia de jogadores, fia a seguinte lista:

Campeões WSOP Main Event desde o último TOC (2006): Jamie Gold, Jerry Yang, Peter Eastgate.

Campeões WSOP-Europe desde último TOC: Annette Obrestad, John Ruanda.

Vencedores braceletes $50k H.O.R.S.E.: Freddy Deeb, Scotty Nguygen, David Bach

Jogadores que conquistaram mais que uma bracelete desde o último TOC: Brandon Cantu, Bill Chen, Scott Clements, Matt Graham, Phil Hellmuth, Jesper Hougaard, Ryan Hughes, Phil Ivey, J.P. Kelly, Jeffrey Lisandro, Vitaly Lunkin, Thang Luu, Jeff Madsen, Greg Mueller, Brock Parker, Max Pescatori, John Phan, James Richburg, Tom Schneider, J.C. Tran

Jogadores que conquistaram cinco ou mais braceletes, sendo uma delas recente (últimos cinco anos): Doyle Brunson, Johnny Chan, T.J. Cloutier, Allen Cunningham, Layne Flack, Phil Hellmuth, Erik Seidel

Prestações impressionantes desde o último TOC: Daniel Negreanu (24 cashes, 9 final tables, 2 seconds, 1 bracelet), Barry Greenstein (23 cashes, 7 final tables, 1 bracelet), Chau Giang (22 cashes, 3 final tables), Humberto Brenes (18 cashes, 4 final tables), Erick Lindgren (18 cashes, 5 final tables, 1 bracelet, 2008 POY), Alex Kravchenko (17 cashes, 4 final tables, 1 Main Event final table, 1 bracelet), Vitaly Lunkin (8 cashes, 4 final tables, 2 bracelets), Jason Mercier (9 cashes, 3 final tables, 1 bracelet), Ville Wahlbeck (11 cashes, 4 final tables all in $10,000 buy-in events, 1 bracelet), Brock Parker (13 cashes, 3 final tables, 2 bracelets)

O próximo passo seria reduzir este leque de 43 jogadores a cerca de metade. Decidi excluir os jogadores que definitivamente não votaria. James Richburg e Thang Luu foram retirados, Jamie Gold e Jerry Yang pelo pouco sucesso que tiveram ultimamente sairam também. Graças aos seus comportamentos um pouco questionáveis, não conseguiria votar em Scotty Nguygen, T.J. Coultier, e Layne Flack. Doyle Brunson, Johnny Chan, Allen Cunningham, Phil Hellmuth, Phil Ivey, Daniel Negreanu e Erik Seidel são os sete jogadores com o melhor currículo WSOP, por isso passo-os à fase seguinte, por assim dizer.

A segunda ronda de cortes deixa-me com 29 jogadores e 13 votos para lançar. É altura de observar com maior atenção os feitos destes jogadores nas World Series durante os últimos quatro anos.

Na Parte 2, falaremos sobre como cheguei ao Top 20 e irei revelar os nomes dos meus preferidos. Fiquem atentos.

Já tens lugar nas WSOP deste ano? A Full Tilt Poker tem satélites a decorrer.

Mais notícias

O que pensas?