O Psicólogo do Poker, Vol 39 – Haverá Psicologia por trás de um Truque com Fichas de Poker?

  • Dr. Tim Lavalli / Daniel CordeiroDr. Tim Lavalli / Daniel Cordeiro
O Psicólogo do Poker, Vol 39 – Haverá Psicologia por trás de um Truque com Fichas de... 0001

Porque fazem os jogadores truques com fichas? A resposta fácil é obviamente, porque estão aborrecidos e têm fichas disponíveis. Sendo criaturas com polegares oponíveis, temos tendência a abanar lápis, clicar em canetas, e fazer basicamente qualquer coisa com as nossas mãos para matar o tempo. Mas existem outros aspectos para se fazer truques com fichas, e são imagem e intimidação.

Um dos primeiros sinais de que já passaste algum tempo nas mesas é o facto de "cortares" as tuas fichas quando fazes uma aposta. Não contas uma pilha de 5 fichas, simplesmente as divides em montes com os dedos facilitando a contagem final. Uma clara indicação de que não és um novato no poker.

Estes são precisamente os aspectos dos floreados com fichas que têm uma interpretação psicológica. Quais as razões, para além de tédio, que nos levam a fazer truques com fichas na mesa, e haverá razões para não o fazer?

1. Intimidação – Se andas no mundo do poker à algum tempo serás capaz de baralhar uma stack de 20 fichas, e aí terás provavelmente experiência para intimidar um jogador que se deixa ser intimidado. Pergunta a qualquer profissional a razão pela qual começaram a aprender truques de fichas e eles irão dizer por certo que foi para criar crédito na mesa.

2. Imagem na Mesa – Gostes ou não, tens uma imagem na mesa e os outros jogadores reagem a ela consciente ou inconscientemente, e vão ajustar o seu jogo contra ti consoante essa imagem. Pensa na reacção que tens quando vês um jogador a atirar as fichas para o meio da mesa e quando vês um jogador a "cortar" as suas stacks como se a enviar os seus soldados para o pote.

3. Alívio de Stress – Estudos apontam que muitas vezes aqueles movimentos inconscientes são distracções do stress. É pela mesma razão que encaracolá-mos o cabelo, batemos com os dedos na mesa como uma bateria, ou mastigámos pastilha elástica.

4. Camuflar Tells – É claro que baralhar fichas alivia um pouco de stress mas ao fazer apenas um movimento repetitivo um jogador consegue suprimir qualquer tell físico do qual não tem consciência. É como concentrar a mente em um pensamento e excluir todos os outros. Neste caso focas a tua energia nervosa numa tarefa : um truque de fichas, e portanto será menos provável que dês tells físicos aos teus opoenentes. Tens de ter cuidado para não usar um truque específico quando estás a fazer bluff e um outro quando estás com nuts.

5. Respeito e Visibilidade com os Dealers e Staff – Alguns do melhores performers de truques de fichas começaram as suas carreiras como dealers, onde o domínio de fichas é um forte sinal de controlo da mesa. Dealers tratam com frequência e inconscientemente outros dealers e ex-dealers com respeito. Isto pode até dar-te uma vantagem com o dealer e o staff em decisões complicadas na mesa.

6. Manter a Concentração – Este tens de tentar por ti mesmo. Alguns jogadores acham que fazer um longo baralhar de fichas os ajuda a concentrar quando têm de fazer um grande call ou um fold num momento crucial do torneio. Outros irão achar que o manejar de fichas é prejudicial à sua concentração; tu decides em que grupo te inseres. De novo, não acuses a tua mão com os truques.

7. Tem um ar fixe! – Sim, é verdade, e os profissionais fazem-no mas pensa nisto por um segundo – Queres parecer um profissional? Por vezes um amador é atacado com mais frequência do que um profissional. Existem alturas em que ser confundido por um novato é a melhor imagem que poderás ter. O modo como manejas as tuas fichas é uma óptima maneira de distrair os teus oponentes do teu verdadeiro nível de habilidade.

O Poker é um jogo de psicologia; as tuas fichas e o modo como as manejas são parte desse jogo psicológico.

Mais notícias

O que pensas?