partypoker Caribbean Poker Party

Oito Vezes Em Que Não Deves Jogar Poker

Oito Vezes Em Que Não Deves Jogar Poker
Sharelines
  • Oito Vezes Em Que Não Deves Jogar Poker

No poker, os amadores, pessoas que jogam apenas por hobby e semi-profissionais têm uma vantagem sobre os seus parceiros profissionais que se dedicam ao jogo a tempo inteiro. Não temos que jogar. Podemos ser seletivos e jogar somente quando queremos, não dependendo do jogo para o nosso sustento, ao contrário do que acontece com os profissionais.

Infelizmente, muitos de nós não aproveitamos essa vantagem e, em vez disso, jogamos poker mesmo quando faria mais sentido não jogar.

Este artigo é um guia para identificar essas vezes em que faz mais sentido não jogar poker. Algumas delas podem parecer demasiado óbvias, outras nem tanto. Pela minha experiência, todas elas são válidas.

1. Quando Estás Muito Cansado

Já vi muitos jogadores na mesa que estão claramente exaustos. Por que eles não abandonam a mesa? Provavelmente estão a perder, e talvez em tilt, e simplesmente não se conseguem controlar. Mas provavelmente também estão tão cansados que não conseguem superar a inércia do descanso que os manteve na mesa por tanto tempo.

A minha regra de ouro nesta situação é que se eu estiver constantemente a bocejar e a dormitar na mesa, eu saio. E tu também deverias fazer o mesmo!

2. Quando Estás a Perder Há Muito Tempo

Eu sei o que dizem alguns dos especialistas – que não deves ter um "limite de perdas" ou um "limite de ganhos". No entanto, acho que estão errados, a não ser que sejas um dos poucos que jogam como um robô. Mesmo que o jogo seja muito bom, se estás a perder há muito tempo, então deves abandonar a mesa antes de perder tudo.

Perder por um longo período afeta a tua imagem, tua confiança e, consequentemente, o teu jogo. Também podes estar a perder como resultado de jogadas ruins que és incapaz ou não queres reconhecer. A tua capacidade de medir com precisão quão bom é o jogo e a tua habilidade para batê-lo, também será seriamente comprometida se estiveres de cabeça perdida.

Podes voltar depois. Se estás a perder tempo entre (ou durante) as mãos a pensar em quanto perdeste, esse é um bom momento para te levantares e abandonares a mesa.

3. Quando Estás com Raiva

A raiva é um excelente combustível para o jogo autodestrutivo. Quase sempre a raiva supera nosso melhor julgamento. Se estás furioso com os teus adversários, ou mesmo com alguém ou algo não relacionado com o jogo, estás distraído. E quando estás distraído, é quase impossível jogar o teu melhor jogo.

É melhor resolver aquilo que te está a irritar ou arranjar maneira de te acalmares antes de voltares a jogar.

4. Quando Estás Sem Dinheiro

A maioria de nós muito provavelmente conseguirá algum dinheiro emprestado de tempos a tempos para continuar a jogar ou para voltar a jogar. Não há nada de errado com isso, desde que saibamos que podemos pagar a dívida de forma fácil e rápida.

Mas se afundares ainda mais quando estamos sem dinheiro é outra questão, pois a pressão de ganhar será cada vez maior – pressão que só vai servir para prejudicar o nosso melhor jogo.

5. Quando Estás Doente

Se estás doente, por que estás a jogar? É óbvio que não vais conseguir jogar o teu melhor jogo. Mas ainda mais importante, com o teu sistema imunológico em baixo corres o risco de apanhar outras doenças que se escondem nas fichas e cartas muito pouco higiénicas. Além disso, também podes contagiar os outros jogadores.

Se estás doente, fica longe das mesas!

6. Quando Estás Bêbado

Quase deixei esta fora da lista, é tão óbvia e tão fácil de ignorar. Que sentido faz colocá-la numa lista como esta? Quando estás bêbado, a última coisa que vais fazer é seguir uma lista de regras sobre quando deves ou não jogar. Se não estiveres em condições de conduzir para casa, então não deverás jogar poker.

7. Quando o Jogo é Mau

Não és obrigado a jogar quando as condições não te são favoráveis. Então, por que fazê-lo? Se o rake for muito alto, os jogadores muito bons, ou mesmo se simplesmente não gostas de jogar com alguns dos jogadores, sempre podes decidir não jogar e voltar noutra altura.

Por que te sujeitas a um jogo mau quando não tens necessidade disso?

8. Quando Não Te Apetece

Não há motivos para te pressionares quando não te apetece jogar. Encara isso como uma mensagem subliminar que não estás no teu melhor nível na mesa. Confia nos teus instintos e evita a rotina habitual quando a vontade de jogar é pouca.

Este artigo de estratégia foi escrito por Ashley Adams para a PokerNews e é patrocinado pela partypoker.

O que pensas?

Mais notícias

Outras Histórias