Agora ao vivo Unibet Open Bucharest

Estratégia de Stealing para Torneios com Steve "gboro780" Gross

  • Kristy Arnett / Daniel CordeiroKristy Arnett / Daniel Cordeiro
estrategia poker

Steve Gross, também conhecido por "gboro780", é um excelente jogador de torneios como se pode constatar pelo seu ano de 2009. Os seus resultados ao vivo e online juntos, valeram-lhe cerca de $3 milhões. A incrível ética de trabalho, a atitude grinder e os resultados consistentes de Gross, chamaram à atenção da Doyle's Room, que o nomeou recentemente como membro dos Brunson 10. Será seguro dizer-se que é versátil no que toca a estratégias de torneios online, o que nos traz ao estudo desta semana: estratégia de stealing.

Em primeiro lugar, para aqueles que não sabem, podes dar uma definição de "stealing" e dizernos se achas ou não necessária a sua utilização para ser um jogador de torneios de sucesso?

Enquanto o torneio progride, as antes e blinds aumentam, e torna-se mais difícil acumular fichas apenas jogando as boas cartas, portanto terás de compensar ao tentar recolher algum dinheiro sem grande jogo. Acho necessário pois não só a tua stack será depenada senão o fizeres, e não terás acção nas tuas boas mãos se jogares apenas uma ou duas mãos por hora.

Se fores um jogador activo, e misturares um pouco o teu jogo com alguns steals aqui e ali, será mais complicado para os teus adversários descobrirem que tipo de jogo poderás ter. Irá fazer com que cometam mais erros, e fará de ti um oponente mais difícil.

Quando procuras tentar um steal, que deves ter em conta e que factores deves considerar?

Penso na minha imagem, na frequência de vezes que tento um steal e o crédito que espero obter da mesa. Penso também nos jogadores que agem a seguir a mim e na probabilidade de estes tentarem uma manobra sem cartas. Considero a big blind, se costuma defender ou se simplesmente desiste e te deixa levar fichas sem grande luta. A acção prévia dita muito a frequência com que irei tentar steal's. Se acho que as pessoas entendem que estou a jogar de modo sólido, serei mais activo, se vir que estão à espera que erre ou passe das marcas, então jogo um pouco mais tight.

Qual a importância da tua mão?

A tua mão interessa muito, mas ainda assim equaciono os raise steal com mãos bastante fracas. Dez-Nove suited por exemplo, é uma mão com a qual não estarás disposto a disputar até ao fim, mas ainda assim é uma mão bastante forte. Definitivamente, prefiro ter valete-nove offsuit do que dama-duque como é óbvio - escolho mãos que possam acertar decentemente no flop caso seja pago.

Se forem encontrados todos os factores que mencionaste acima, mas vês a tua mão e tens uma algo como nove-três offsuit no cutoff, tentas o steal?

Se achar que me vou safar, claro que sim, mas existe uma linha muito ténue entre a agressividade e o desleixe, e entre a criatividade e estupidez, portanto terás de ser cuidadoso, especialmente nos dias que correm em que toda a gente aumenta a agressividade pré-flop. Anos atrás, se a acção chegasse em fold até mim no botão, faria raise com qualquer jogo. Hoje, faço fold mais vezes do que aquelas que tento steal.

Portanto hoje em dia, mesmo com uma mão decente como ás-alto no cutoff ou botão, ficas reticente quanto a tentar um steal pois é provável que os teus adversários tentem um re-steal contra raisers em posições tardias? Se sim, como te ajustas?

Estive recentemente em torneios com boas prestações onde levei 3-bet a raises de abertura cinco vezes seguidas. Apetecia-me atirar o computador pela janela fora. Também já estive em mesas onde passei horas sem levar resposta e as coisas pareciam todas correr às mil maravilhas. Acho que os melhores jogadores ajustam o seu jogo conforme a situação. Por vezes, quando tenho ás-sete offsuit no cutoff dá-me vontade de rapidamente fazer shove frente a uma 3-bet de uma das blinds graças ao modo como as coisas decorreram até então. Outras vezes, faço fold bastante rápido se levar re-raise. É difícil colocar isto em palavras, mas quantas mais mãos jogas, mais te apercebes do modo como certas pessoas esperam jogar contra ti. Tens de tratar cada mão separadamente e tentar juntar toda a informação para que tomes a melhor decisão possível.

Portanto, com uma mão decente, irás tentar stackar o teu adversário ou fazer 4-bet a um oponente que possa tentar um re-steal de ânimo leve?

Certo. Se alguém estiver a passar das marcas pré-flop, o método velha guarda seria apertar um pouco o teu range para que possas eventualmente apanhar o adversário com a mão no frasco das bolachas. A nova escola diria algo como jogar a mão na mesma, mas antecipar a agressividade do adversário, esperando uma 3-bet e estar disposto a fazer uma 4-bet quando a acção chegar a ti.

Onde vês mais erros dos principiantes nas tentativas de steal? Será um deles fazer fold para re-steals muitas vezes e não dar resposta?

Acho que quando as pessoas aprendem um novo movimento, é normal utilizarem-no demais, como um miúdo com um novo brinquedo. Quando o aprendem, ficam super entusiasmados e usam-no sem parar nos primeiros dias. Acho que um dos meus erros de principiante, foi não tentar steal vezes suficientes. Quando aprendi, tentava vezes demais. Terás de encontrar um equilíbrio entre os dois. Se tentares um steal de cada vez que a acção chega até ti em fold em late position, então a jogada irá perder a sua eficácia.

Ouvi pessoas dizer, "Under the Gun é o novo botão". É inteligente tentar um steal under the gun pelo respeito que se ganha dos outros jogadores? Ou é suicidio?

Raise under-the-gun é bom desde que não abuses. Escolher os spots e boas situações é metade da batalha. Alguns regulares são conhecidos por fazer raise under-the-gun, ou utg+1 em cada orbita. Considero esse estilo um pouco mais difícil de dominar.

Como se aplica

Na mesa final do FTOPS uns meses atrás, lembro-me de estar a jogar six-handed, e seria talvez o segundo em fichas. Os dois jogadores na minha esquerda eram os mais activos além de mim e naturalmente tinham também as maiores stacks. Entretanto, os jogadores restantes na minha direita estavam short, portanto abri utg e utg+1 algumas vezes atacando os jogadores passivos nas blinds.

A certa altura abri com ás-X under-the-gun. O jogador utg+1 faz 3-bet. Estava numa boa situação para abrir um pote com qualquer mão, e é geralmente nessas alturas que os jogadores activos e inteligentes tentam o re-steal, por isso achei que seria uma boa altura para responder. Fiz 4-bet com ás-X e ele fez fold.

Coloca em prática o que aprendeste e abre hoje uma conta de poker online.

Mais notícias

O que pensas?