Agora ao vivo
PokerStars Championship Barcelona

Comida e Poker por Katerina 'Katerina289' Malasidou

Katerina289' Malasidou

Por Katerina 'Katerina289' Malasidou*

Comida e poker são duas coisas que, à primeira vista, não têm nada a ver uma com a outra. A menos que, claro, estejamos a falar de uma noite entre amigos, onde toda a gente está a trincar umas fatias de pizza, a beber cerveja e a jogar poker ao mesmo tempo. É divertido, mas não é aí que quero chegar.

O poker trata essencialmente de maximizar o valor expectável numa dada situação. E embora estudar o jogo e encontrar formas de melhorar as tuas capacidades no poker esteja no topo das prioridades de qualquer jogador, há outras formas que te podem colocar um apasso mais perto do sucesso. Vamos assumir, por exemplo, que vais sair à noite e tomas um par (e depois mais uns pares) de bebidas com os teus amigos. Se acordares com uma ressaca no dia seguinte, então o mais provável é tirares o dia de folga em vez de ir para as mesas, pois isso poderia ter um resultado desastroso na tua banca.

Os efeitos do álcool são facilmente detectáveis. Mas no que toca a comida, raramente pensamos como vai afectar a nossa performance. Sabes aquela moleza que tens às vezes, depois de comer? As pessoas tendem a subestimá-la, mas para além de ser desagradável também pode ter um impacto negativo no teu jogo. E se jogares quando estás sonolento, com certeza não jogarás o teu melhor jogo. Talvez não seja assim tão mau e não estejas a jogar o teu pior (dependendo de se comeste umas fatias de pizza ou uma tamanho familiar inteira). Mas infelizmente, só que estejas a jogar um bocadinho abaixo do teu melhor, estás a perder dinheiro.

Comida e Poker por Katerina 'Katerina289' Malasidou 101
Café e doces... Provavelmente não são a melhor escolha antes de uma sessão...

É bem possível que te sintas tentado a combater a moleza com um café (e digo-o por experiência própria). E isso funciona lindamente... Até o efeito do café começar a passar, é o que é. Depois o teu pico de cafeína começa a cair e sentes-te novamente cansado e desgastado, provavelmente pior do que te deu sonolência e bebeste o tal café.

A melhor forma que encontrei de assegurar que me sinto bem quando é hora de trabalhar é ser cuidadosa com o que como. Quando digo que vou ao nutricionista, as pessoas costumam dizer-me "Para quê? Tu não estás gorda!". Acho que isso acontece porque existe uma associação muito forte entre as dietas e a obesidade. É verdade que essas pessoas são as que mais frequentemente aplicam dietas, mas isso também não significa que faça bem a alguém que tenha o metabolismo mais acelerado passar a vida a comer hamburgers.

Encaro a ida ao nutricionista como uma forma de me educar na comida. Há montes de coisas que as pessoas não sabem, tais como as combinações de comida que são más, que causam sonolência, que dão mais energia, etc. Por exemplo, arroz com feijão é uma comida tradicional em muitos países. Foi introduzida durante os tempos da escravatura porque o arroz é rico em amido, que fornece energia, e tem ferro e proteína. O feijão também é rico em proteína e ferro. Quando combinado com arroz, origina uma proteína completa que substitui a carne. Isso fazia sentido quando as pessoas tinham muitas horas de trabalho físico pela frente. Precisavam de energia e a carne era mais difícil de encontrar por causa da diferença económica. Hoje em dia, acabamos por comer exactamente a mesma coisa num restaurante gourmet, só que usando-a como acompanhamento do nosso saboroso bife. O resultado é um consumo de proteína excessivo para o que o nosso organismo precisa.

Comida e Poker por Katerina 'Katerina289' Malasidou 102
Porque não uma saudável e deliciosa salada para o jantar?

A primeira coisa que discuto com o meu nutricionista é o meu horário. As refeições têm de ser cuidadosamente planeadas em função das horas a que me levanto, trabalho, faço uma pausa. Também falamos sobre em que horas do dia me sinto mais cansada ou com falta de energia e tento melhorar comendo um snack apropriado. Além de me sentir muito melhor de uma forma geral, não preciso mais de dormir uma sesta depois do almoço. Posso voltar directamente a jogar poker e consigo manter a clareza por períodos de tempo mais longos.

Aposto que têm ouvido muitos jogadores de poker a falar sobre alimentação saudável nos últimos tempos. Não é apenas uma moda. Concordo que os seus benefícios são difíceis de medir e também não aparecem de um dia para o outro. Como a maior parte das coisas, leva tempo. Mas se te começares a alimentar de forma saudável e te mantiveres fiel a essa dieta, garanto-te que vais ver melhorias.
Inevitavelmente, o teu jogo de poker vai beneficiar de estares mais concentrado enquanto os teus adversários estão quase a cair a dormir em cima dos seus teclados. E não te preocupes, que podes sempre sucumbir à tentação de um bom hambúrguer ou gelado no teu dia de folga!

*Katerina Malasidou é membro da Team PokerStars Online e escreveu este artigo para o Blog da PokerStars

Se ainda não tens conta na PokerStars, aproveita e abre já a tua usando o Código de Marketing PORTUGUESEPOKERNEWS e o código de Bónus STARS600.

Recebe todas as notícias da PokerNews através das redes sociais. Segue-nos no Twitter e no Facebook!

Mais notícias

jogadores relacionados

O que pensas?