partypoker MILLIONS Online

Mesa Final WSOP Main Event 2020: Os Big Stacks

Mesa Final WSOP Main Event 2020: Os Big Stacks

A mesa final do World Series of Poker Main Event 2020 da GGPoker ficou definida no início desta semana, e os finalistas preparam-se agora para disputar a decisão ao vivo no King's Casino na República Checa no dia 15 de dezembro.

Para o campeão desta mesa final está reservado um prémio de $1.550.969 e o passaporte para o Heads-up Championship em Las Vegas, onde estará em jogo um prémio adicional de $1 milhão, a bracelete e o título de campeão do WSOP Main Event 2020.

Entre os finalistas, e pronto para fazer história, está Manuel Ruivo. O craque português reservou lugar na mesa final e vai apresentar-se no King's Casino com a segunda maior stack em jogo.

Enquanto aguardamos pela mesa final, vamos fazer uma breve apresentação de todos os finalistas. Depois dos short stacks e das stacks médias, chegou agora a vez de apresentarmos os donos das três maiores stacks para a mesa final ao vivo.

Brunno Botteon - Brasil - 10.317.743 (52 big blinds)

Brunno Botteon Main Event da WSOP
Brunno Botteon (Foto: Camila Ocampo/partypoker LIVE)

Brunno Botteon é o jogador que chega à mesa final com mais fichas, destacado na liderança com 10.317.743 (52 big blids), depois de ter ficado reduzido a apenas 7 big blinds quando restavam 11 jogadores.

O craque brasileiro está a atravessar uma fase de sonho na sua carreira, e esta semana não só garantiu um lugar na decisão do WSOP Main Event como alcançou outro grande feito no poker — #1 do mundo no prestigiado ranking de torneios online do PocketFives.

Depois de brilhar nas WSOP Online, festival onde acumulou 15 ITMs, incluindo um 2º lugar contra Fedor Holz no $25.000 Heads Up para $622.300 e um 6º lugar no $25.000 Poker Players Championship para mais $388.837, Botteon vai tentar replicar nas mesas do King's Casino o sucesso que tem online.

"Sei que sou o chip leader, mas tenho zero expetativas. Não vou ficar surpreendido se cair em oitavo. Não quero que isso aconteça, mas não me vou surpreender", disse Botteon no podcast de Felipe Mojave gravado ontem já no King's Casino (vídeo abaixo).

"Não estou a pensar que vou conseguir atingir o primeiro lugar ou segundo. Sei que tenho uma estratégia para mesa final e vou fazer de tudo para ganhar", acrescentou o brasileiro.

Na mesma entrevista, ficamos a saber que Brunno Botteon é um grande fã de ténis, desporto que praticou muito anos e onde chegou a tentar ser profissional, e que frequentou os cursos de psicologia e depois educação física até deixar a faculdade de lado para se dedicar ao poker a tempo inteiro.

Já o amor pelo poker começou quando tinha 13 anos, altura em que ia para as mesas de dinheiro fictício imitar o Tom Dwan depois de assistir aos episódios do High Stakes Poker. Hoje é um dos maiores nomes do poker brasileiro e nas suas sessões online abre até 17 mesas ao mesmo tempo com torneios de $5K e $10K pelo meio.

Manuel Ruivo - Portugal - 6.213.759 (31 big blinds)

Manuel Ruivo
Manuel Ruivo

Na segunda posição do chip count está Manuel Ruivo, com uma stack de 6.213.759 fichas (31 big blinds). O craque português já está na República Checa, pronto para tentar fazer história para o nosso país e conquistar o maior prémio WSOP da carreira.

O seu maior resultado até agora nas WSOP, e maior na carreira ao vivo, é um sexto lugar no $1.500 NLHE Millionaire Maker das WSOP 2018 para $230.120. No ano seguinte, o luso alcançou a sua segunda mesa final no circuito e terminou no 5º lugar do $1.500 NLHE Shootout das WSOP 2019 para $57.326.

Se vencer o WSOP Main Event 2020 no King's Casino, Ruivo vai trazer para casa um incrível prémio de $1.550.969, mas ainda assim insuficiente para bater o seu recorde de carreira.

Em 2018, o profissional português foi o grande campeão do Millions Online da partypoker e faturou $2.329.943, prémio que na altura estabeleceu um novo recorde mundial e apenas batido este ano graças ao WSOP Online Main Event da GGPoker.

Numa entrevista ao site brasileiro Mundo Poker, Manuel Ruivo falou sobre os jogadores que acha que mais trabalho lhe vão dar na mesa final, a dupla sul-americana Brunno Botteon e Damian Salas.

"Antes de jogar o torneio só conhecia o Botteon e o Salas, pelo que presumo (e do que vi) que os outros jogadores sejam menos experientes e, portanto, menos difíceis de enfrentar", disse Ruivo.

"O Salas é um jogador com muita experiência e que já esteve em várias FTs gordas e será sempre um adversário difícil. O Botteon pode-se dizer o mesmo, com o acréscimo de bater em stakes bastante difíceis e com vários bons resultados. Ainda para mais estando chip leader será um adversário bastante duro, mas vou lá fazer o meu trabalho e dar o meu melhor”, acrescentou o luso.

Quanto ao que significaria uma vitória neste evento, Manuel Ruivo disse à PokerNews que vencer o Main Event seria uma conquista inacreditável e o "pináculo da [sua] carreira".

Fora das mesas, Ruivo adora praticar atividades ao ar livre, incluindo pesca, e é um ávido consumidor de filmes. O seu filme favorito? Fight Club.

Conhece os Short Stacks

Damian Salas - Argentina - 5.653.528 (28 big blinds)

Damian Salas
Damian Salas

Damian Salas é o jogador com mais fichas a seguir ao português, e quando os finalistas ocuparem os seus lugares no King’s Casino no dia 15 de dezembro vai ter 5.653.528 fichas (28 big blinds) para trabalhar.

O argentino não é uma cara estranha para os fãs que acompanham as WSOP, já que em 2017 jogou a mesa final do WSOP Main Event em Las Vegas. Ao terminar no 7º lugar levou para casa $1.425.000, o maior prémio da sua carreira ao vivo que conta com quase $2,7 milhões em prémios.

Online também soma bons resultados, o maior deles conquistado há menos de três meses quando terminou no pódio do $10K Main Event do WPT World Online Championships na partypoker para $814.663.

Pai de três filhos, e advogado de profissão, Salas gosta de futebol, ténis de mesa e Yoga, bem como assistir a séries como Game of Thrones e Queen's Gambit.

Salas diz que ganhar o título do WOSP Main Event não mudaria muito a sua vida, mas reconhece que seria o ponto alto da sua carreira enquanto jogador de poker.

"Tenho o grande privilégio de viver como quero e de partilhar a vida com quem amo. Continuaria com a mesma vida que tenho, mas com a alegria de ter concretizado o maior desejo da minha vida”.

Conhece as Stacks Médias

Mesa final do $10K WSOP Main Event GGPoker

PosiçãoJogadorPaísFichasBig Blinds
1Brunno BotteonBrasil10.317.74352
2Manuel "robocup" RuivoPortugal6.213.75931
3Damian SalasArgentina5.653.52828
4Marco "fullbabyfull" StredaSuíça4.232.56021
5Hannes "BlackFortuna" SpeiserÁustria3.515.74418
6Dominykas "MickeyMouse" MikolaitisLituânia3.165.44016
7Ramon "Ritza" Miquel MunozEspanha3.035.94015
8Stoyan "UncleToni" ObreshkovBulgária2.119.61011

Nota: Peiyuan "fish3098" Sun era o oitavo classificado no chip count, mas decidiu não viajar até à República Checa para jogar a mesa final ao vivo. Como resultado, terminou oficialmente no 9º lugar para $75.360.

Prémios em jogo na mesa final do WSOP Main Event

PosiçãoJogadorPaísPrémio
1  $1.550.969
2  $1.062.723
3  $728.177
4  $498.947
5  $341.879
6  $234.255
7  $160.512
8  $109.982
9Peiyuan "fish3098" SunChina$75.360

Acompanha toda a ação da mesa final aqui na PokerNews

A equipa de live report da PokerNews vai estar na República Checa para fazer a cobertura exclusiva e ao vivo da mesa final do WSOP Main Event 2020 da GGPoker. Guarda a página de live reports nos teus favoritos para não perderes nada da ação deste grande torneio.

Recebe todas as notícias da PokerNews através das redes sociais. Segue-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram!

Sharelines
  • Mesa Final WSOP Main Event 2020: Os Big Stacks

O que pensas?

Mais notícias

Outras Histórias

Leitura Recomendada

Mesa Final WSOP Main Event 2020: As Stacks Médias Mesa Final WSOP Main Event 2020: As Stacks Médias