Agora ao vivo
PokerStars Championship Barcelona

Debate PokerNews: Prémios para mais ou menos jogadores nos torneios?

  • Equipa PokerNewsEquipa PokerNews
PokerNews Debate

O World Poker Tour despertou a ira de muitos pros de poker quando o Doyle Brunson Five Diamond World Poker Classic 2011 atraiu 413 jogadores. Apesar de isto não ser um problema em si, o facto de o torneio ter sido definido para pagar a 25% do field se entrassem 400 jogadores, uma prática comum no Bellagio de há uns anos a esta parte, foi o real problema.

Se o WPT Five Diamond World Poker Classic tivesse tido apenas 399 entradas, menos jogadores teriam sido pagos e o primeiro lugar teria ganho $986,926. Se chegasse a 400, o plano seria pagar a 100 lugares com o primeiro a ganhar $794,624. Este ano, muitos pros de poker levaram para as suas redes sociais para manifestar o seu descontentamento por tantos jogadores serem pagos, um nítido contraste com o pagamento comum de 10% do field; por exemplo, Kevin MacPhee foi um jogador que não estava nada satisfeito:

Just realized that they paid 25% of the field in the Bellagio WPT. What a joke! Glad I've never played a Bellagio tournament in my life.

A questão de pagar a mais ou a menos jogadores num torneio parece ser uma das questões quentes ultimamente, com alguns jogadores a defenderem a estrutura de pagamentos, enquanto que outros preferem ganhar mais quando chegam longe num torneio. O director do Live Reporting da PokerNews, Donnie Peters, e o Editor, Chad Holloway, têm perspectivas diferentes sobre o assunto e confrontaram-se no nosso último debate.

Donnie Peters acredita que é melhor pagar a menos jogadores num field de um torneio.

Os torneios de poker fornecem aos jogadores uma óptima oportunidade de competição. Isto não é um programa de talentos do secundário onde todos recebem uma medalha por competirem, isto é poker.
Todos os jogadores são adultos (pelo menos em idade) e não precisam de ser mimados recebendo uma maior hipótese de ficar no dinheiro num torneio de poker.

Os jogadores de poker não jogam torneios para simplesmente reaverem o seu dinheiro. Pagar a mais lugares obrigada a que o prize pool se divida em prémios menores. No caso recente do World Poker Tour Doyle Brunson Five Diamond World Poker Classic que ocorreu no Bellagio, os 100 melhores lugares foram pagos de entre um field inicial de 413 jogadores. Foi atribuído a James Dempsey um prémio de primeiro lugar no valor de $821,612, mas poderia ter sido muito mais. Na verdade, se a estrutura de pagamentos usada fosse a normal, todos os lugares teriam acrescentado muito mais peso aos bolsos dos finalistas no dinheiro.

Um argumento que muitas vezes vem do anfitrião quando paga mais lugares que o normal é que na realidade isso beneficia o espaço onde decorre o evento ou o site que o patrocina. Vamos considerar a PokerStars por exemplo. No European Poker Tour, faz sentido pagar a um pouco mais do field que o normal porque muitas vezes os pagamentos são depositados na conta de poker online do jogador. Antes de levantarem o dinheiro, há uma grande probabilidade de esses jogadores gastarem algum no site nos jogos disponíveis. No que concerne a eventos ao vivo, como no Bellagio, isto parece não fazer muito sentido.

Os jogadores que lutam e arriscam para um cash mínimo não vão ser aqueles que vão levar o seu pequeno lucro e jogar no casino. Isso não vai acontecer. Eles vão guardar aquele dinheiro e sair do casino, felizes por terem transformado os seus ganhos de $500 num satélite num bom e pequeno pagamento. Voltando atrás e falando de Dempsey e da sua vitória, acredito que é muito melhor ser capaz de ganhar um prémio de primeiro lugar de $1 milhão do que ter uns 50 jogadores extra a dizerem que fizeram cash num Bellagio WPT. Não preferias ler o título que James Dempsey ganhou o WPT Five Diamond com o prémio de $1,000,000?

Também parece que tira algum espírito competitivo. Não é suposto ser fácil fazer dinheiro a jogar torneios de poker e os bons jogadores e os profissionais querem ganhar o máximo de dinheiro possível. Isto não vai acontecer quando as tabelas de pagamento são divididas em prémios menores quando um quarto do field recebe prémio. Nas mentes dos profissionais, apenas fazer dinheiro nem sequer vale a pena neste caso.
E de uma certa forma, os jogadores de poker desejam secretamente que seja terrível ser bolha do dinheiro.
Quando fazer dinheiro vale duas vezes ou mais o buy-in inicial, fazer bubble num torneio pode ser muito penoso mental e emocionalmente. Bem lá no fundo, os jogadores de poker adoram esta sensação.

Chad Holloway acredita que é melhor pagar a mais jogadores num torneio.

O Bellagio é um dos destinos mais populares para os jogadores de poker, tanto para cash games como para torneios. Os últimos já provaram ser extremamente populares, e apresentam sempre um número de jogadores satisfatório; na verdade, o local acolhe o World Poker Tour varias vezes por ano, incluindo o $25,000 World Championship. Eu penso que uma das razões para que o Bellagio seja tão popular, pelo menos em termos de torneios de poker, é a sua generosa estrutura de pagamentos.

Quando jogam um torneio, o primeiro objectivo de qualquer jogador é vencer; contudo, outro objectivo na lista de desejos da maioria dos jogadores é ficar no dinheiro, o que é mais fácil de fazer quando mais lugares são pagos. Estruturas de pagamento mais extensas lembram muito os torneios 50/50 da PokerStars 5, onde os jogadores ganham o dobro do buy-in enquanto que metade do field é eliminado. Estes torneios tornaram-se muito populares online e eu não ficaria surpreendido por ver um formato similar adaptado a um evento ao vivo, embora este seria um extremo de qualquer estrutura de pagamento generosa. Os Pros estão sempre à procura daquele grande resultado, mas o jogador de poker comum ficaria encantando em dobrar o seu dinheiro.

Vou admitir que o pagamento usual de 10% é mais favorável para os jogadores pros, mas eu acredito que a estrutura de pagamento de 25% é mais apelativa para o grande mercado do poker, pelo menos em torneios de grandes buy-ins. Vamos encarar os factos, há uma ligação directa entre o tamanho do torneio e o buy-in. Usualmente quanto maior for o prémio, menos jogadores há. Pagando mais lugares, mais jogadores serão atraídos a jogar já que eles vão, sem duvida, pensar que será mais simples ser um em quatro a fazer dinheiro do que um em dez. Dadas as dificuldades económicas enfrentadas por muitos, e para a economia do poker em dias menos fáceis, não estamos em tempos de fechar os olhos a qualquer politica que poderá atrair mais jogadores.

Jogar torneio atrás de torneio e nunca ficar no dinheiro pode ser muito desmoralizador e desencorajador. Facilitando os critérios para o dinheiro, alguns jogadores poderão ficar mais aptos a jogar. Se eles jogarem e recuperarem o seu dinheiro, há mais probabilidade que eles invistam noutro torneio. Isto é bom para todos os envolvidos já que os jogadores jogam mais eventos, as entradas aumentam, e o local ganhará mais fees das entradas. Também, não nos esqueçamos dos que entram nos torneios através de satélites. Para eles, um cash mínimo geralmente é sentido como uma vitória e aposto que a maioria dos qualificados por satélite preferem uma estrutura de pagamento de 25%.

Não acredito que o pagamento a 25% do field deverá tornar-se o novo pagamento usual, mas penso que é uma opção agradável e deveria ser utilizada em várias situações. Os tempos estão difíceis, e uma estrutura de pagamento mais alargada é uma táctica simples para se adaptar à decadente economia no poker.

E tu, o que achas? Estás de acordo com Donnie ou com Chad?

Segue-nos no Twitter e Facebook para informações actualizadas no minuto.

Mais notícias

Torneios relacionados

jogadores relacionados

O que pensas?