Agora ao vivo Live Stream André Coimbra PokerStars.pt

Processo de divórcio de Phil Ivey envolto em polémica

Processo de divórcio de Phil Ivey envolto em polémica 0001

De acordo com o Las Vegas Review Journal, a ex-mulher do vencedor de oito braceletes das WSOP, Phil Ivey, apresentou uma petição ao Supremo Tribunal do Nevada após ter descoberto que Ivey doou dinheiro ao juiz que presidiu ao seu divórcio em 2009. Luciaetta Ivey aforma que Ivey fez uma contribuição de $5.000 ao Juiz do Tribunal de Família Bill Gonzalez, três meses após o divórcio ter sido assinado e acha, portanto, que poderá ter havido favoritismo no julgamento inicial.

Segundo a petição, Luciaetta Ivey descobriu que Ivey contribui $5.000 para a campanha de reeleicção de Gonzalez, em 17 de Abril de 2010. Ivey não contribuiu para a campanha de mais nenhum Juiz, o que levou à conclusão de parcialidade.

"Fui enganada. Fiquei muito aborrecida, muito desgostosa." Diz Luciaetta ao Las Vegas Review Journal.

Luciaetta acrescenta ainda que o seu ex-marido deixou de pagar a pensão a que era obrigado em Abril de 2011, mais ou menos pela altura em que a Full Tilt Poker foi embargada pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos. Na altura do divórcio, Ivey era um jogador patrocinado pela Full Tilt Poker e suposto sócio do operador Tiltware LLC. Como tal, Ivey recebia milhões de dólares por ano e o rendimento anual conjunto de 2008 foi quase de $8M, segundo a petição de Luciaetta.

David Cheasnoff, advogado de Phil Ivey, assegura que o acordo de divórcio permitia a Phil deixar de pagar a pensão já que não recebia mais rendimentos de um dos negócios. Quando lhe pediram para mostrar provas em como Phil já não recebia da Full Tilt Poker, Chesnoff recusou a aceder.

Segue-nos no Twitter e Facebook para informações actualizadas no minuto.

Mais notícias

Torneios relacionados

jogadores relacionados

O que pensas?