AGCC explica adiamento da audiência da Full Tilt Poker

AGCC explica adiamento da audiência da Full Tilt Poker 0001

A terça-feira passada foi um dia carregado de expectativas para os jogadores de poker já que a Alderney Gambling Control Commission (AGCC) ia ouvir a Full Tilt em audiência. No início da audiência, os representantes da Full Tilt Poker pediram que a audiência fosse privada. O pedido foi aceite e entretanto ouve-se Harry Demetriou, jogador profissional de poker a questionar de forma audível "E então os interesses dos jogadores? Por que estão a proteger os interesses desta empresa corrupta?". E foi acompanhado à saída.

A audiência acabou por ser adiada. A AGCC veio agora justificar a sua decisão:

"Na audiência celebrada ontem (26 de Julho), os comissários da Alderney Gambling Control Commission, actuando como juízes, decidiram aceitar o adiamento pedido pela Full Tilt sobre o das suas licenças. Os representantes da AGCC tiveram em conta as alegações apresentadas e relevaram que as licenças continuarão suspensas até que se realize nova audiência.
Após escutar os argumentos expostos pela Full Tilt Poker durante os instantes prévios da audiência, os comissários decidiram-se pelo adiamento, pois entenderam ser a melhor forma de salvaguardar os interesses dos clientes da sala. Para tal, foi decisiva a vontade da Full Tilt Poker em avançar durante este período com as negociações sobre a venda da empresa, o que poderá beneficiar os interesses dos jogadores.
Os comissários adiaram a audiência, deixando claro que esta terá de se realizar o mais rápido possível, e no máximo até 15 de Setembro. Mais detalhes sobre a data exacta e local da nova audiência serão revelados quando possível."

Para te manteres a par do GPI e todas as notícias do mundo do poker, segue-nos no Twitter e Facebook para informações actualizadas no minuto.

Mais notícias

O que pensas?