Kara Scott - Entrevista com a Team PartyPoker Pro Kara Scott

  • Barry Carter / Daniel CordeiroBarry Carter / Daniel Cordeiro
kara scott

Na semana passada, a PartyPoker lançou uma notícia bombástica com o anúncio da contratação de Kara Scott como novo membro da Team PartyPoker. Ela irá representar a sala como jogadora, apresentadora e embaixadora dos jogadores Canadianos.

PokerNews: Parabéns Kara! Parece-nos uma óptima altura para fazer parte da PartyPoker?

Kara Sott: Sim, é muito importante para mim. A PartyPoker foi um dos primeiros sítios onde joguei online, e fazer parte disso numa altura em que estão em grande é espetacular, especialmente agora que há um grande interesse no Canadá, que serei eu a representar.

PN: Estás a representar o Canadá, mas consideramos-te Britânica e até a Hendon Mob te tem como jogadora Inglesa, sentes-te também a representar o Reino Unido?

KS: É estranho para mim, a Inglaterra foi onde descobri o poker, foi onde aprendi a jogar Poker, conheci todos os jogadores - e sou actualmente uma cidadã Britânica. Nunca joguei poker no Canadá, não faço ideia do que é um jogador de poker Canadiano ainda, mas mal posso esperar para descobrir. O facto de poder gastar tempo no meu país natal é uma parte do que torna isto um momento muito importante para mim. Sou orgulhosamente Canadiana e cidadã do Reino Unido.

PN: Tens um papel duplo como jogadora e representante, o que irás fazer mais?

KS: Irei principalmente fazer papel de anfitriã, esse é o meu trabalho principal. Adoro jogar poker e em qualquer altura que possa irei fazer as duas coisas. Sei que irei jogar alguns eventos como as WSOP, WPT e alguns eventos europeus representando a Party. Espero também poder representá-los online, mas não muito pois estou actualmente nos E.U.A e não é permitido jogar na PartyPoker.

PN: Acabaste de filmar a tua primeira série de High Stakes Poker, como correu?

KS: O High Stakes Poker foi entusiasmante, é o primeiro programa de poker que eu cheguei a seguir, e sou fã do Gabe Kaplan desde pequena, foi bastante divertido e fiquei bastante triste no último dia quando tivemos de terminar. Ver os melhores jogadores de poker do mundo e partilhar os seus processos de pensamento foi incrível, e espero ter perguntado o que as pessoas queriam saber.

PN: Deve ter sido uma experiência intimidante também, não?

KS: Foi bastante intimidante; eu sabia que iria recair muita atenção no que iria fazer pois era um novo membro da equipa. Tive de manter as coisas muito sérias, e foi muito assustador ter de entrevistar jogadores como Phil Ivey. Lembro-me de lhe perguntar se ele poderia ter sido mais agressivo numa jogada e tive um momento em que me perguntava "Acabei de fazer isto? Porque estou a perguntar isto ao Phil Ivey?" O primeiro dia foi bastante intimidante e cheguei a sentir-me fisicamente mal de tanto desconforto, felizmente tive excelentes produtores a ajudarem-me.

Aproveita o nosso bónus de $50 grátis para novos jogadores que façam o download da PartyPoker através dos nossos links.

Mais notícias

Torneios relacionados

jogadores relacionados

O que pensas?