PokerNews Top10: Jogadores Latino Americanos A Seguir nas WSOP

PokerNews Top10: Jogadores Latino Americanos A Seguir nas WSOP 0001

Em 2007 eram os Escandinavos. Em 2008 foram os Russos. Agora que as World Series Of Poker se aproximam, será este o ano dos jogadores Latino Americanos encontrarem o sucesso? No ano passado Alexandre Gomes, conseguiu ser o primeiro Brasileiro a ganhar uma bracelete nas WSOP ao ser o primeiro classificado do torneio de $2,000 No Limit Hold'em. Mas quem será o próximo? Depois de passarmos algum tempo no PokerStars Latin American Poker Tour , retivemos alguns nomes. Vejam as nossas escolhas para o Top10 de jogadores Latino Americanos a seguir nas WSOP.

10. Damian Salas

Damian Salas é um jogador agressivo, com um estilo imprevisível, que o poderá ajudar na sua jornada desde a sua cidade natal, Chascomus na Argentina, até às WSOP. Este ex-advogado de 33 anos, ficou-nos na retina em Janeiro passado na final table do LAPT Vina del Mar, onde ficou em 3º lugar. Salas tornou-se profissional e faz do jogo online a sua vida. Joga principalmente No Limit Hold'em cash games, desde $5/$10 a $25/$50. Depois do seu sucesso no Chile, teve outra boa prestação no LAPT Mar del Plata, Argentina, onde ficou em 15º lugar. Ah, e já dissemos que ele é muito parecido com o Jude Law?

9. Felipe Ramos

O Brasileiro Felipe Ramos, começou a jogar grandes torneios há pouco mais de um ano, contudo já é dono de um recorde impressionante. Na Primavera passada, Felipe fez 2 ITM's consecutivos no PokerStars European Poker Tour, 13º lugar em San Remo e 78º lugar na Grand Final em Monte Carlo. Depois de ser eliminado do Main Event no Mónaco, Felipe Ramos conseguiu chegar à final table de um side event de €2,000. Ficou em 3º lugar e arrecadou mais de $70,000. Em Janeiro, Ramos teve outra boa prestação no EPT, acabou o Dia 1 como chip leader e no final foi 23º classificado do PokerStars Caribbean Adventure. Este jovem jogador e a sua agressividade, serão um perigo em qualquer torneio No Limit.

8. Verónica Dabul

Verónica Dabul chega às WSOP deste ano com um recorde impressionante. Verónica tem 4 ITM e $80,000 ganhos em torneios das WSOP, onde se incluem 2 boas runs no Main Event de 2007 e 2008. Natural de Buenos Aires, Argentina, é uma presença habitual no PokerStars Latin American Poker Tour, onde o seu melhor resultado até ao momento foi um 16º lugar na etapa de Punta del Este.

7. José Barbero

José Barbero é jogador profissional de poker desde 2005. O seu primeiro grande resultado em torneios chegou com a vitória ($23,000) num side event de €500 do Rendezvous a Paris no Aviation Club em 2005. Barbero tem no seu currículo 5 ITM's nas WSOP, 2 deles no Main Event de 2007 e 2008. Sem ter feito nenhum ITM no LAPT, ganhou algum dinheiro ($30,000) ao acabar em 2º lugar o torneio $1,000 No-Limit Hold'em Second Chance em Punta del Este, Uruguai. Mais recentemente Barbero ganhou o torneio de $925 NLHE no PokerStars Caribbean Adventure 2009.

6. Maria "Maridu" Mayrinck

Jogadora da Team PokerStars Pro

Esta Brasileira do Rio de Janeiro, está neste momento a viver um sonho. Há 2 anos era jornalista e escrevia o blog brasileiro da Poker Stars. É extremamente agressiva, e consegue descobrir a fraqueza nos adversários, Maridu usa a experiência que adquiriu enquanto jornalista, observando dias a fio jogadores profissionais. Fez 3 ITM's na última edição das WSOP em torneios No Limit Hold'em e alcançou ainda uma final table no Bellagio. Adora jogar online e no ano passado alcançou a final table do Full Tilt Sunday Mulligan e do Nightly Hundred Grand na PokerStars.

5. Leandro "Brasa" Pimentel

Quando em 2007 Leandro Pimentel chegou à final table do torneio de $1,500 No Limit Hold'em nas WSOP, o ambiente que se vivia mais parecia o de um jogo de futebol. Leandro foi o primeiro brasileiro a chegar a uma final table nas WSOP, acabou em 4º lugar e levou mais de $189,000 para São Paulo. No Brasil, Brasa ganhou o Circuito Paulista em 2005 e as Brazilian Series Of Poker em 2006; além fronteiras ficou ITM no LAPT Punta del Este em 2008 e em 2009 no PokerStars Caribbean Adventure. Leandro também é um jogador de sucesso online, em Outubro passado ganhou o $1 Million Guarantee na FullTilt "forrando" $184,000.

4. Leo Fernandez

Jogador da Team PokerStars Pro

"All it takes is a chip and a chair", ninguém melhor que Leo Fernandez o sabe melhor que assim é de facto. Depois de perder 90% da sua stack numa bad beat, nos primeiros 5 minutos do LAPT Mar del Plata, Leo recuperou e acabou o torneio em 6º lugar. Este Argentino fez nos últimos 2 anos, 3 ITM's nas WSOP, incluindo um 18º lugar no $10,000 World Championship Pot-Limit Omaha e uma boa run no Main Event de 2008. Fernandez alcançou bons resultados, ITM, no $25,000 World Poker Tour Championship e no PokerStars Caribbean Adventure.

3. Christian Kruel

Tal como outros profissionais, Christian Kruel jogava backgammon antes de começar a jogar poker. Durante uma viagem a Las Vegas em 1999 para jogar um torneio de backgammon, Kruel experimentou o poker e desde logo ficou "agarrado". O bichinho entrou e pouco tempo depois já estava a jogar cash games na sua cidade natal, o Rio de Janeiro. Começou também a jogar online, onde se qualificou para grandes torneios ao vivo. Kruel chegou à final table de torneios No Limit no L.A. Poker Classic e no Bellagio Five-Star Classic, fez também 2 ITM's nas WSOP 2005. O seu ganha-pão são os sit&go's high limit, joga sit's full ring de $5000+$200 e head's-up na Full Tilt Poker. Somando todos os seus ganhos em torneios, já arrecadou mais de 1$ milhão de dólares em toda a sua carreira.

2. André Akkari

Jogador da Team PokerStars Pro

Não é anormal passar junto da mesa de André Akkari e ele ter apenas 5,000 fichas, se lá voltarmos passados 15 minutos não será surpresa se já tiver 20,000. Depois pode descer, subir, descer, subir… Akkari é um jogador destemido e muito difícil de ler, confundindo os adversários com o seu olhar frio, por detrás dos seus óculos de aviador. Para além dos 2 ITM's nas WSOP, Akkari fez 2 final tables na Bellagio Cup e acabou em 2º um side event de €500 na EPT Grand Final no Mónaco em 2008. André é também um dos melhores jogadores do mundo de MTT's online. Já conta com quase 100 final tables no seu currículo, mas a mais notável foi o 2º lugar ($200,000) alcançado no torneio de elite $10,300 H.O.R.S.E em 2008 no WCOOP na PokerStars.

1. J.C.Alvarado

Jogador da Team PokerStars Pro

J.C.Alvarado é uma pessoa simples. Alcançou na semana passada o seu maior resultado de sempre, ao ganhar o Main Event do SCOOP na PokerStars, encaixando $502,000. Esta vitória online sobrepôs-se aos $367,000 ganhos ao terminar em 2º lugar o WPT World Poker Challenge em Reno(2007). Nascido no na Cidade do México, Alvarado já tem 4 ITM's nas WSOP, 2 final tables no Bellagio e 3 ITM's no World Poker Tour. Apesar de todo o seu sucesso, continua um "grinder" e joga cash games, online, 12 horas por dia. Este pode ser o ano de J.C.Alvarado.

Mais notícias

O que pensas?