Agora ao vivo Marrakech Poker Open

A Las Vegas dos Pobres – André Kaplar

A Las Vegas dos Pobres – André Kaplar 0001

Se você não forrou esse ano no on-line, bateu na trave em todos os torneios live e ainda assim está tremendo de vontade de ir para Las Vegas, seja para apenas torcer pelos brasileiros no WSOP ou para conhecer a cidade pela primeira vez e jogar algum torneio barato (afinal, ninguém e de ferro!), saiba que os pobres também têm vez em Las Vegas!

Após ganhar um freeroll no PT.PokerNews (coisa de pobre, mas às vezes bate né! lol) e me classificar para jogar o Main Event do WSOP no ano passado, fui para Vegas com um orçamento muito baixo e acabei adquirindo um certo know-how em termos de gastar pouco em Vegas, mas sem, é claro, deixar de me divertir.

Tenho visto muita gente escrevendo sobre estadia, transporte, comida e penso: "Nossa, mas pra isso o cara precisa estar muito forrado! $200 por dia? Nunca!"

Primeiro assunto que me veio em mente ao ler todas as dicas escritas sobre Vegas pelos jogadores que já estiveram lá: transporte. A maioria recomendou o uso de táxi. Gente, pensa bem: como um pobre pode gastar de $8 a $15 numa simples corrida de táxi? Ainda mais quando às vezes são necessárias 4 ou 5 corridas por dia? Tudo bem, de vez em quando você está cansado demais, é tarde da noite (ou quase dia já) e tudo que você quer é chegar o mais rápido possível no seu hotel pra descansar (nem digo dormir). Mas será que ninguém ouviu falar em ônibus?

A opção mais barata de transporte em Vegas é o ônibus. O sistema de transporte coletivo de Las Vegas é simplesmente ótimo. Rápido e eficiente. Impossível esperar mais de 15 minutos por um ônibus, principalmente se você estiver na Strip. Isso a qualquer hora do dia ou da noite. O preço? $3 por uma viagem (ano passado era $2) e $7 por um passe válido por 24h (ano passado era $5). Para aqueles que vão ficar mais de 2 semanas em Vegas, recomendo o passe que vale por 1 mês, hoje vendido por $55. Ano passado comprei um desse por $40 pela Internet e recebi em casa antes da viagem. Mesmo tendo utilizado o passe por apenas 2 semanas, valeu muito a pena. Para quem tem pouco dinheiro, não está com pressa de chegar e gosta de curtir a viagem, esse é o melhor custo-benefício.

Maiores informações sobre as rotas dos ônibus, inclusive com um mapa ("system map") show de bola:

http://www.rtcsouthernnevada.com/transit/route/

Para os mais exigentes, mas ainda assim duros de grana, a outra opção que recomendo é o aluguel de um carro, principalmente se você estiver acompanhado de um amigo com quem divida as despesas. A gasolina não é tão cara e praticamente todo estacionamento é grátis. Um veículo compacto, por exemplo (ideal para duas pessoas), pode sair por aproximadamente $25 por dia. Mas lembre-se, podem existir gastos adicionais como seguro, estacionamentos (nem todos são gratuitos) e até gorjeta para manobristas. O principal ponto negativo de se alugar carro com um amigo é que vocês terão que ficar "grudados" o tempo todo, limitando um pouco a liberdade de cada um, e isso, inevitavelmente, vai causar discussões. Mas, nada que um acordo antecipado sobre o uso do carro não resolva.

Um bom site para pesquisar sobre aluguel de carros em Vegas:

http://www.hotwire.com/index.jsp

A Las Vegas dos Pobres – André Kaplar 101

Outro assunto importante quando o tema é viajar barato: hospedagem. Ano passado fiquei hospedado no centro de Vegas, no Plaza Hotel & Casino. Com diárias, em média, por volta dos $30, o Plaza é uma ótima opção para os menos afortunados que não podem gastar a partir de $150 no Venetian. Se você não é daqueles que busca luxo, é a pedida ideal. Espaçoso, limpo e com um serviço de quarto eficiente, dava até pra apostar corrida dentro do quarto!

O hotel ainda dispõe de uma boa piscina e de um dos mais baratos buffets para se almoçar na cidade (e a comida é boa!). O único problema, dependendo do ponto de vista, é a localização. Se você pretende jogar ou acompanhar o WSOP por vários dias, pode ser cansativo pegar o ônibus todo dia pro Rio. Por outro lado, o hotel está situado bem em frente à Fremont Street, uma das principais atracções turísticas da cidade (por seu mega-telão que cobre a rua) e onde pode ser encontrado o legendário Binion´s Horseshoe, berço do WSOP e onde é realizada uma série de torneios com buy-ins mais acessíveis na época do WSOP.

http://www.plazahotelcasino.com/

Para quem prefere o agito da Strip e uma localização mais privilegiada em relação ao Rio e ao Venetian, recomendo o Imperial Palace. Com diárias a partir de $40, este hotel da rede Harrah´s será minha residência este ano. Li algumas críticas a respeito em sites especializados e acredito que foi uma boa escolha. Afinal de contas, por ter jogado o WSOP no ano passado e feito um cartão de fidelidade chamado Total Rewards (que é válido em toda a rede Harrah´s de hotéis) vou poder desfrutar de 4 noites inteiramente na faixa. Assim não há pobre que resista, não é verdade? Além disso, estarei bem em frente ao Caesar´s Palace, hotel que possui uma excelente poker room e que também deverá abrigar uma série de eventos com buy-ins mais baixos durante a época do WSOP (que pretendo jogar).

http://www.harrahs.com/index.shtml

Pelas minhas contas, optando por um desses hotéis e comprando todo dia um passe de ônibus válido por 24h (vendido pelo motorista no próprio ônibus), você estará gastando não mais do que $45 por dia em Vegas com hospedagem e transporte. Se estiver acompanhado de um amigo, podemos dividir por 2 a conta do hotel, e chegamos à incrível pechincha de aproximadamente $25 por dia com hospedagem e transporte na Sin City.

A Las Vegas dos Pobres – André Kaplar 102

[I]André com a sua Esposa e Scotty Nguyen[I]
Em breve, as dicas para os pobres comerem e se divertirem em Vegas!
Nota Ed: André kaplar ganhou a Liga que se realizou na Tony G Poker e não um Freeroll.
È porque ele tem jogado e ganho tanto a jogar os nossos Freerolls Especiais PokerNews que pensou que tinha sido mais um

Mais notícias

Torneios relacionados

O que pensas?