Psiquiatra do Poker – Volume 11 – Continuação das Reacções À Nova Legislação Sobre Jogo Online

Psiquiatra do Poker – Volume 11 – Continuação das Reacções À Nova Legislação... 0001

O artigo da semana passada foi acerca das reacções à Unlawful Internet Gaming Enforcement Act. Desde então tenho ouvido de vários leitores e colegas de poker acerca da "reacção psicológica" da possível proibição dos jogadores Americanos de terem acesso ao poker online. A pergunta que se coloca é: o que farão os jogadores Americanos ao dinheiro que já tinham nas suas contas online.

À lei da nova legislação e da sua pendente implementação, uma pessoa razoavelmente prudente dir-lhe-á que retirará o dinheiro que têm online. E como pessoa prudente que sou, digo-lhe que foi o que eu fiz exactamente ao dinheiro que tinha na minha conta da Party Poker. Mas a PARTY POKER já tinha bloqueado o acesso dos jogadores Americanos aos jogos, quando tentei fazer o levantamento, por isso o meu levantamento ficou congelado. Outros jogadores da Party Poker apostaram desenfreadamente na Sexta-feira, dia limite para os levantamentos. Os limites baixos tornaram-se em "não fold, hold'em". Os números dos torneios dispararam com os jogadores a arriscarem o pouco dinheiro que lá tinham, em vez de o levantarem. Logo após a data decretada como limite (dia 13 Outubro), a acção na Party Poker secou ao ponto de serem cancelados inúmeros torneios semanais, incluindo o Sunday Million.

Então o que teria este comportamento dos jogadores na Party e outras salas a ver com a nova legislação? Bem, na verdade não foi uma reacção inédita nem doentia. Pense antes nas razões por detrás de um sonho em vez de um funeral; ou uma festa de despedida de solteiro na véspera do dia do casamento; ou qualquer outro tipo de evento antes do fim de uma era (Noite de fim de ano, último dia de escola, a venda da casa…). Nós, humanos, temos a tendência de celebrar mesmo com um desastre ou o fim de uma era. É, de facto, uma reacção normal à mudança.

Mas neste caso nem todos celebraram, ou pelo menos não todos do mesmo modo. Falei com um amigo profissional que me confidenciou que passou todas as horas possíveis a jogar poker online nas mesas onde "costumava aumentar a sua banca". Como é que ele sabia? Aparentemente, os jogadores estavam a falar no chat da mesa acerca do que estavam a fazer.

"Seria injusto chamar a estes peixes, peixes. Eles estavam a dar literalmente o seu dinheiro. Em vez de levarem uma cacetada de dez em dez jogadas, como é normal, nestas mesas pareciam que tinham sempre cartas à mostra, devido à forma que jogavam. Nunca tive uma sessão negativa e por diversas vezes tive de retirar algum dinheiro das mesas para não intimidar alguns jogadores. Parecia que estavam a abandonar o navio, mas deixando os seus valiosos pertences para trás. Fiquei admirado por ver poucos tubarões como eu nas mesas."

Em negócio, isto é chamado "Sindroma do Titanic" e tem duas aplicações na corrente lei de jogo da Internet. Primeira, a reacção dos jogadores é a que todos nós deveríamos evitar. Nunca existe uma razão para ficarmos nas mesas e atirar as última moedas antes de ir para casa. Não existe nenhuma razão para abandonar uma sessão negativa antes de falir. Por certo não existem razões para mudar o seu jogo para limites suicida, simplesmente porque está preguiçoso para trocar as suas fichas e mudar a sua banca para um novo site. Muitos sites de poker da Internet não estão a fechar, mas já presenciei um jogo mais solto nesses sites mesmo com a garantia de que não bloqueariam os jogadores Americanos. É da natureza humana reagir mas é mau poker trazer pressão de fora ou notícias para o seu jogo e tornar-se estático, mantendo sempre o seu estilo de jogo. Se tem este comportamento, está na altura de rever o profissionalismo que trás para a mesa.

A segunda aplicação do "Síndrome do Titanic" tem a ver como é que os sites online reagem à nova legislação ou como reagiram antes da sua aprovação. Já o tinha dito antes e muitos escritores já tinham escrito palavras similares. Nada sito deveria ser surpresa para as empresas envolvidas neste negócio. Os jogadores podem estar a entrar em fraqueza nos seus jogos quando entram em brincadeiras com a sua banca; os sites têm muito mais em risco e não deveriam estar a descansar à sombra da bananeira, enquanto o Presidente Bush assinava a Unlawful Internet Gaming Enforcement Act. Existem aspectos psicológicos para jogar poker e gerir um negócio de poker; uma vez mais, alguém necessita de terapia de nogócio/poker.

Nota Ed: Quer jogar poker online? Faça o download da VIP POKER.

Mais notícias

O que pensas?