WSOP - Jamie Gold Ganha Tudo – Campeão das WSOP

WSOP - Jamie Gold Ganha Tudo – Campeão das WSOP 0001

Apenas 7 mãos em heads-up foram suficientes para que o Jamie Gold fosse coroado Campeão do Principal Torneio das World Series of Poker de 2006. O Jamie deteve sempre ou quase sempre a liderança do torneio, chegando ao heads-up contra o Paul Wasicka com uma proporção de 7:1.

A monumental mão veio depois do Gold fazer raise para 1.700.000 de fichas preflop e o Wasicka fez call. O flop trouxe Qc-8h-5h, e depois do Gold fazer check, o Wasicka apostou 1.500.000 fichas. O Gold vai all-in, deixando o Wasicka hesitante por uns momentos, enquanto lançava o engodo. E o Wasicka mordeu o anzol, fazendo call com 10-10, enquanto o Gold mostrava Q-9, com o par mais alto. O turn trouxe um A e o river um 4, oferecendo a Gold a bracelete de ouro do principal torneio das WSOP de 2006.

Na mão crítica, o Wasicka deu crédito ao Gold por ter usado o seu jogo para o conseguir enganar. O Wasicka comentou, "Ele fez um excelente trabalho na última mão enganando-me. Ele fez check-raise fazendo parecer que estaria à espera de cor, e por essa altura eu não poderia estar a fazer fold a todas as mãos. Pela última meia hora de jogo, fiquei com a impressão de que ele estava desafiando a sorte; ele fez um excelente trabalho ao misturar o modo de jogar diferentes mãos. Ele disse, "Por acaso não tens uma Q pois não?" Depois lhou-me como olham os jogadores que estão à espera da cor ou sequência. O meu instinto disse para jogar, e o meu instinto estava errado desta vez."

Foi um fim desapontante, mas não inesperado para o Wasicka, que enfrentava um desafio monumental quando chegou ao heads-up contra um Gold extremamente agressivo que também tinha uma enorme vantagem em fichas. O Wasicka saiu no 2º lugar com $6,102,499 e avisou que a partir de agora seria uma cara constante nos grandes torneios.

O Wasicka disse à imprensa, "Estou muito confiante nas minhas capacidades de jogar poker com muitas fichas. Se olhar para os meus resultados, verá que em quase todos os torneios em que participei fui líder em fichas em algum momento do torneio. Eu gosto de ver muitos flops, e se você se depara com uma má série de mãos em torneios de 30 big blins, estará com muito poucas fichas para poder recuperar, enquanto que se jogar um torneio com muitas fichas, essa má série não se repercutirá com tanto impacto."

O Gold começou por comentar que "em todas as mesas que jogou, conseguiu esmagar a concorrência, menos quando esteve na mesa do Daniel Negreanu – ele é espantoso, eu não consegui batê-lo". O Gold nunca duvidou das suas capacidades e vai ao ponto de afirmar que essa confiança foi o que mais o ajudou a ganhar este torneio. Ele reflectiu, "Eu nunca tinha jogado as WSOP, mas sempre pensei que o poderia fazer. Eu já tinha ganho muitos torneios pequenos, mas queria provar se conseguiria competir com os melhores jogadores. O Johnny Chan acreditou que eu conseguiria e eu também pensava que sim."

Gold, que já tinha representado muitas estrelas de Hollywood durante a sua carreira de agente, falou de como tinha dedicado a sua vitória ao seu pai que sofre da doença de Lou Gehrig. Ele jogou um poker seguro durante todo o dia, e nunca teve as suas fichas em risco para assim poder assegurar a vitória e a sua tão desejada bracelete. O Gold conseguiu ganhar o maior prémio de sempre das WSOP com o valor de $12,000,000.

Quanto às hipóteses de o Gold voltar a jogar o torneio no próximo ano, ele diz que, "só não estarei aqui novamente, se estiver num hospital. Estou ansioso por voltar a jogar."

Nota Ed: Faça como o Gold, e esteja ansioso para poder jogar as WSOP de 2007; e comece e praticar aqui na POKER STARS.

Mais notícias

Torneios relacionados

jogadores relacionados

O que pensas?