Joran van der Sloot Admite Homicídio de Natalee Holloway

joran van der Sloot
Sharelines
  • Joran van der Sloot Admite Homicídio Natalee Holloway

Cinco anos depois de ter sido notícia pelo assassinato da peruana Stephany Flores, o ex-jogador de poker holandês Joran van der Sloot volta a fazer manchetes.

Em 2010 o seu caso tinha sido muito falado porque van der Sloot era um jogador conhecido na comunidade e porque sobre si pendiam já outras acusações nunca julgadas nem provadas.

Corria o ano de 2005 quando van der Sloot e um grupo de colegas decidiram ir até Aruba para celebrar o final da época de exames. Foi num casino de Aruba que van der Sloot conheceu Natalee Holloway (18 anos), jovem que foi vista pela última vez a sair do casino acompanhada por van der Sloot.

A investigação policial concluiu que a Holloway tinha saído do casino acompanhada por van der Sloot mas não conseguiu provar mais do que isso.

Mais de 10 anos van der Sloot admitiu a culpa a um jornalista holandês que entrou na cadeia de Challapalca sob disfarce.

“Eu sempre menti à polícia. Inventei muitas histórias, mesmo quando era mais jovem eu nunca contei tudo e eles não sabiam o que perguntar. Acho que deve ter sido uma das piores investigações policiais que já existiram.”

“Estás a falar do caso da Holloway?” perguntou o jornalista.

“Sim, sim…Sim, sou culpado e admito o que fiz.”

Os pais de van der Sloot viram o vídeo e dizem que não se trata de outra coisa que não publicidade enganosa.

Recebe todas as notícias da PokerNews através das redes sociais. Segue-nos no Twitter e no Facebook!

Mais notícias

Torneios relacionados

O que pensas?