Agora ao vivo
PokerStars Championship Barcelona

Internacional Inglês Jamie Vardy Profere Insultos Racistas em Mesa De Poker

jamie vardy
Sharelines
  • Internacional Inglês Jamie Vardy Profere Insultos Racistas em Mesa De Poker

O jornal the Sun não é propriamente uma referência no que toca ao jornalismo de investigação mas está em cima de tudo o que acontece com figuras de proa da sociedade britânica.

O último, triste, acontecimento reportado pelo Sun aconteceu numa mesa de poker (high stakes) com o internacional inglês Jamie Vardy.

Vardy joga no Leicester e foi no casino local que tudo aconteceu. Segundo relatos de algumas testemunhas, suportados pelas filmagens do próprio casino, Vardy pediu a uma pessoa que saísse do local onde estava porque a sua namorada lhe tinha dito que o homem estava a ver as suas cartas.

O homem aparentava ser asiático e Vardy dirigiu-se ao mesmo usando um termo depreciativo (racista).

Jap. Yo Jap. Walk on. Walk on . . . oi, walk on. Yeah you . . . Jap. Walk on.

Vardy estava acompanhado pela sua namorada e por dois colegas de equipa David Nugent e Ritchie De Laet.

Foi um deles que agarrou Vardy numa segunda altercação com outro cliente do casino que estava a observar a mesa onde Vardy jogava. Segundo Vardy, o homem não podia estar a observar a mesa, o mesmo retorquiu que o poderia fazer desde que permanecesse calado e sem comentar o jogo.

A polícia acabou por não ser chamada e Vardy acabou por abandonar o casino. Depois de publicada a notícia e de terem vindo a público as filmagens onde se ouve perfeitamente o insulto racista, Vardy já pediu desculpa.

O clube controlado pela família tailandesa Srivaddhanaprabha já está a investigar e com toda a certeza não tolerará este tipo de atitudes por parte dos seus jogadores. Em comunicado já disse que:

Espera o máximo dos seus jogadores dentro e fora do campo, devem ser um exemplo para a comunidade.

Recordamos que Vardy já teve problemas com a justiça (agressão) e com 20 anos foi condenado por um tribunal britânico.

Mais notícias

O que pensas?