Agora ao vivo Live Stream André Coimbra PokerStars.pt

Instinto Básico

Instinto Básico 0001

Aconteceu-me algo esquisito recentemente enquanto jogava ao vivo. Comecei a desconfiar das minhas leituras, ignorar os meus primeiros instintos e comecei a pensar que todos os outros jogadores estavam na "zona". No fim de contas já fazia call com mãos marginais, e começava a sentir insatisfeito pela forma como estava a jogar. Depois da matemática, comecei a pensar nos instintos de poker, e no meu caso fui "de volta aos instintos básicos" para poder corrigir esta nova epidemia no meu jogo.

À medida que as minhas capacidades de observação foram desenvolvendo e observar jogadores passou para segundo plano, comecei a ter impulsos, há um tempo atrás, quando tinha de tomar alguma decisão. Eu "sentia" que o jogador estava forte ou fraco sem conseguir fazer uma leitura da sua linguagem corporal. Eu "sentia" a acção correcta a tomar apenas com o meu subconsciente, e a maior parte das vezes estava certo.

Doyle Brunson escreveu sobre isto no Super System 2. A conclusão de Doyle é que não existe nada de invulgar nisto. De facto é um bi-produto de horas de observação nas mesas – que está tudo armazenado na nossa subconsciência – dizendo-lhe o que o seu oponente tem.

Na mesa de poker você está a ser constantemente bombardeado com informação, sem se dar de conta, que será armazenada para mais tarde usar. Já todos nós experimentamos isto; por exemplo, já esteve numa festa e ouviu o seu nome numa conversa atrás de si, mas que não ouviu o resto da conversa? Na verdade você ouviu o resto da conversa mas não processou conscientemente porque não lhe era relevante. Além disso, a sua mente conscienciosa está focada na bela rapariga com quem você se convence que tem alguma hipótese.

Na mesa de poker, mesmo que não se tenha dado de conta de uma dica específica, o seu subconsciente está a apanhar todo o tipo de gestos e dicas dos seus oponentes. Tem de estar receptivo para receber esta informação e permitir ao seu subconsciente que lhe forneça esta informação na mesa. O problema é que não estamos habituados a fazer isto diariamente, e a probabilidade é de que a nossa habilidade natural vá diminuindo com o tempo. As nossas vidas modernas estão dominadas por impulsos conscientes – Televisão, telemóveis, etc. Um exemplo chocante foi o tsunami na Ásia – morreram milhares de pessoas drasticamente, mas sabe que se perderam muito poucas vidas animais? Todos os animais evacuaram da zona que foi atingida muito antes da onda chegar a terra. Está sugerido que os animais estão mais em sintonia com as energias terrestres à sua volta do que nós.

A forma de lhe dar a melhor hipótese de ter acesso a esta informação é estar o mais calmo possível na mesa de poker. Tente sintonizar-se com o ambiente à sua volta. Tente sentir o que sente o seu opositor. Pode parecer um pouco "absurdo", mas com o tempo verá que a sua habilidade de leitura irá disparar. Parte do problema das recentes competições que participei foi o facto de estar a jogar com amigos, com bom ambiente nas mesas, mas penso que por estar a desfrutar tanto, perdi a minha capacidade de leitura.

No entanto, toda a sua observação activa nas mesas não lhe servirá de muito se não usar o seu instinto. Tem de ouvir aquela voz na sua cabeça que o guia.

Deixo-lhe uma última palavra do melhor "leitor" de poker de todos os tempos – Stu Unger – "Você tem de saber que as suas leituras estão correctas. Se não consegue confiar nos seus instintos, não tem qualquer hipótese na mesa. Nenhum tipo de hipótese."

Mais notícias

O que pensas?