Agora ao vivo Unibet Open Bucharest

Top 5 de Coisas que Não Encontrará num Torneio

  • Gloria Balding / Daniel CordeiroGloria Balding / Daniel Cordeiro
Top 5 de Coisas que Não Encontrará num Torneio 0001

A escritora da PokerNews Gloria Balding tem seguido Poker há quase 4 anos, e nos últimos 14 meses viajou o globo à procura do top 5 de coisas que não encontrará num torneio. Claro, com toda a pesquisa que fez, irá também dizer-nos o que encontrará em vez do que poderá sentir falta.

[I]5- Desodorizante[/I]

O que irá encontrar: Bem, Steve Jobs ainda não criou um visor de cheiros. Ainda bem. Até o fazer, a melhor maneira de descrever um Dia 1 recheado de gente em qualquer torneio é MADURO. Não num modo de pessêgos frescos prontos para consumo, mas sim numa maneira à Chicago em greve de lixeiros no verão. Foi avisado.

[I]4- Roupa Subtil[/I]

O que irá encontrar: T-shirts Ed Hardy e Affliction decoradas exageradamente com brilhantes e pedrinhas cintilantes para mostrar o quanto podem desperdiçar em roupa. As tatoagens com motivos ninjas e dragões são para dar um look mais rijo aos mais patéticos jogadores online, isto se com "rijo" quiser dizer Barry Manilow, e com "look" estiver a falar de bolas de discoteca. Roupa altamente reflectível que pode ou não conduzir electricidade deve ser utilizada se planear viajar no espaço.

[I]3- Literatura Intelectual de qualquer Espécie[/I]

O que irá Encontrar: Biografias de Poker. As últimas biografias de poker dos seus jogadores preferidos são normalmente vendidas em locais próximos da zona de registo de qualquer torneio. Normalmente, os livros expõem a fragilidade do autor com vícios sortidos, por exemplo, prostitutas, cavalos e roupas Ed Hardy, apenas para serem salvos pelo poker. Oh, e por favor abstenha-se de julgar o autor de ditas biografias quando o vir a jogar craps ás 3 horas da manhã rodeado de prostitutas ou cavalos, ou até ambos. Não sabe o que o escritor tem passado a menos que tenha lido o livro – depois disso julgue à vontade.

[I]2 – PokerStars Team Pro Antarctica[/I]

O que irá encontrar: Team Pro Asia. Tem de haver alguma explicação para isto. As bandeiras são uma boa ideia. Realça no sentido palpável, o crescimento do poker por todo o mundo. Agora, já lá vai algum tempo desde que joguei Risco, mas não é a Ásia um local grande? Porque haveria uma marca quere rotular os membros de uma Team Pro de países diferentes com alphabetos estranhos que vemos em tatoagens de adolescentes? É ainda mais confuso visto que, politicamente falando, países asiáticos não são conhecidos por se darem bem. Em contraste, tome um momento para pensar no Uruguai. E visto que a maior parte das pessoas confunde o Uruguai com o Paraguai, é ainda mais estranho que o Uruguai tenha um patch com a sua bandeira. Numa nota mais sensível, falando a sério,é estranho que os jogadores asiáticos andem por aí com "ASIA" escrito nos seus braços. Tal como um jogador astutamente perguntou, "Eles acham que nós não conseguimos saber isso?"

[I]1- Um grupo de miúdas com um negócio de patrocínio vindo de resultados consistentes, perseverança e trabalho árduo.[/I]

O que irá encontrar: Um grupo de rapazes sem negócio de patrocínio apesar dos bons resultados, perseverança e trabalho árduo. Os ganhos de alguns destes tipos são equivalentes ao PIB de alguns países menos desenvolvidos. Em cada torneio existem sempre raparigas patrocinadas a quem estão a tirar fotografias enquanto "jogam" poker e são ensinadas pelo miúdo à esquerda. Entretanto o jogador sem patrocínio está a ganhar tanto dinheiro que a miúda patrocinada depois de três garrafas de Cristal está a pensar se ele estará ou não disponível. Eu sei que isto é apenas para incentivar mais mulheres a jogarem poker, mas escolher os jogadores patrocinados pelos cromossomas que possuem soa-me a idiotice.

Siga-nos no Twitter para infomações actualizadas ao minuto.

Mais notícias

O que pensas?