Deu Boa e Foi Justice – Nordeste Poker Fest

Deu Boa e Foi Justice – Nordeste Poker Fest 0001

A última etapa da nossa maratona foi em Fortaleza.

Terra de sol e praias de tirar o fôlego.

Assim não tinha como dar errado.

Sou daqueles que achei o Avelino arrojado demais ao garantir 300K num local longe dos grandes centros e com a imensa dificuldade que é esse cartel de preços de passagem que se formou no Brasil, é um afano o que essa galera está cobrando.

Pois é, quando chegamos, eu fui o primeiro, senti que deveríamos mostrar onde ia acontecer tudo, somente assim poderíamos ajudar aos que estavam na dúvida a engatar num golpe desses.

Com essa paisagem quem vai ficar em casa?

Deu Boa e Foi Justice – Nordeste Poker Fest 101

Acho que os que tinham dúvidas se decidiram.

Começou aparecer gente de uma forma lenta mais contínua e deu finalmente 211 no pano.

Desde o primeiro dia, Vitor Sbrissa com seu jogo agressivo comandou a parada e sempre esteve nas cabeças, passando bonito para o dia final com mais de 200.000 fichas.

O segundo dia iniciou com a galera nas piscinas

Deu Boa e Foi Justice – Nordeste Poker Fest 102

Nos contaram mais de 1000 paradas e mãos, parei!!... só escuto narrativa se amassar 10 doletas no Poker Stars.

Apesar que eu vi quebrar 5 par de AA na noite rsrsrs.

O Mestre do Baralho, Mumu foi com certeza uma atracção aparte, ele deveria ser cavalado para todos os torneios, com o Mumu não tem como dar boas gargalhadas, olhem aí o salto mortal na piscina que segundo ele relata deu umas medalhas olímpicas para Minas.

Outra coisa agradável foi ter visto Akkari totalmente descontraído, a Veia parecia que estava de férias, dicharachera e com humor invejável, ele se mostrou muito Abuela e pouco estrela, somente a Paula deveria aproveitar quando ele dormir pra doar aquelas bermudas ridículas que ele usou, deus me livre e fala do japa ainda. Akkari ganhou muitos fans nessa viagem.

O segundo dia teve a boa noticia que o temido prejuízo não iria acontecer, a galera engatou pesado e desta vez o jogo foi mais duro, com a incrível Patricia chegando gigante ao final do dia com tanta ficha que na mão do Quaribravo daria para jogar uma semana após o Arthur errar e perder um pot monstro. Brasa forrou nas costas da gracinha.

Deu Boa e Foi Justice – Nordeste Poker Fest 103

Mas no dia final deu o que já se anunciava.

Formaram a Final Table:

Patricia - 610.000 fichas: Jogando duro fez um torneio excelente, mais dois torneios e vira o sustento da casa!

Vinicius Tatu - 222.500 fichas: O cara quase nem tinha jogado Live (nos disse), excelente surpresa lá do Mato Grosso, jogou que nem veterano…

Paulo Attemi - 587.000 fichas: Como esse garoto empurrou fichas, grande jogador de Minas, teve que foldar em pots grandes no inicio da FT e pensamos que tiltaria… Que nada deu um trabalho daqueles!

Sketch - 515.000 fichas: Com todo o respeito do mundo aos novos jogadores ou aqueles que não tinha visto ainda jogar, foi para mim o destaque do Torneio, é jogador pra puxar um Torneio internacional, dos novos foi o melhor que vi este ano.

Celio - 36.000 fichas: Comitado por uma fatiada ingrata o Célio tentou e não conseguiu fazer milagres.

Armando Sbrissa - 476.500 fichas: Craque tomou uma na cabeça e lutou muito, tinha jogo pra ir mais longe.

Olha como ele me cai:

Carlos no UTG da bet de 150000 fichas, Armando no big da call. Flop {q-Diamonds}{2-Diamonds}{6-Hearts}. Armando dá mesa. Carlos manda allin. Armando que tem menos fichas da Instant call. Showdown: Armando {6-Clubs}{2-Clubs}x Carlos {7-Clubs}{a-Diamonds}. Turn {7-Diamonds}. RIver {j-Diamonds}.

Caio Brits - 426.000 fichas: Na primeira mão saiu de {a-Spades} {a-Diamonds} que só nos vimos e cresceu, tomou uma cacetada injusta do baralho que acabou numa injusta posição pelo que jogou, deveria participar de mais torneios, era dos favorito. Caio em MP da bet de 150000 fichas. Carlos da raise 350000 fichas. Caio volta allin de 350000+375000 fichas. Carlos pensa bastante e dá call. Showdown: Carlos {8-Spades}{8-Diamonds} x Caio {10-Diamonds}{10-Spades}. Flop {8-Clubs}{2-Hearts}{2-Spades}. Turn {q-Hearts}. River {6-Hearts}.

Carlos Porto - 863.000 fichas: Bateu duas vezes por baixo e ganhou tanta ficha que ficou com uma vida muito fácil na mesa final.

Marcelo Terremoto - 776.000 fichas: Jogou muito, grata surpresa.

Victor Sbrissa - 828.000 fichas: O Cara!

Meteu tanta, mas tanta ficha, que mereceu posar com o primeiro Troféu, jogadoraço!!!

Justice Campeão!!!

Vitor Sbrissa, ligadaço e muito agressivo deu uma aula de Poker em mesa final, não deu arrego pra shortarada e tentou sempre eliminar jogadores e ganhou o HU do magro do Rio de Janeiro com total justiça, cuide dessa grana Hermano, guarda uma grande parte para te financiar torneios grandes pelo Brasil e quem sabe atira num LAPT, com o que jogas podes pensar em viver disso e muito bem.

Agradável foi encontrar velhos amigos e trabalhar num local tão bonito.

O Organizador nos disse que precisava garantir um premio bão porque achava que a galera não engataria, pode ser que esteja certo, porém com esse local e a parceirada engatando pesado no cash não tem como dar errado vai ter mais em 2009 com certeza.

O positivo deste torneio é tudo aquilo que se viu na nossa cobertura, apenas gostaria de dizer que poker não tem fronteiras, não tem dono e que deixar de participar ou até pedir para não participar é coisa que pode se voltar contra quem o faz. Os caras mostraram que sozinhos deram jeito de aguentar o rojão, vamos lembrar que unidos somos imbatíveis. Morreu por aqui mesmo.

Prazer imenso de participar junto a ABC Eventos porque eles são óptimos e sempre nos deram as condições de trabalho para informar.

Vamos engatar no CPN - Circuito PokerNews Sábado para definir quem vai a Portugal jogar.

Estamos em Curitiba até amanhã para tentar mostrar ao Filpac como o Poker Brasileiro tem evoluído desde a sua última visita.

Ele com certeza tomou mais bad bet aqui do que no ano inteiro na Internet rsrs…

Outra coisa, como ele queima os chuveiros da casa e rebenta com os cortinados!!!

Fuiiiiiiiiiii

Mais notícias

O que pensas?