A Esquina de Sexton, Vol. 52: Jennifer Harman, Parte 1 – A Única Mulher do 'Big Game'

A Esquina de Sexton, Vol. 52: Jennifer Harman, Parte 1 – A Única Mulher do 'Big Game' 0001

Existem literalmente milhões de jogadores de poker que apenas podem sonhar em atingir o que Jennifer Harman conseguiu no mundo do poker. Para ter a certeza, ela é a mulher mais bem sucedida do mundo nos jogos de high stakes. Quando o Bellagio abriu em 1997 cerca de 11 anos atrás, Harman puxou uma cadeira no Bobby's Room, onde em média o limite jogado é $2,000/$4,000 numa variedade de jogos. Esta é a grande liga do poker, a versão do jogo da NBA, NFL ou MLB. Jennifer tornou-se uma lenda viva como sobrevivente do maior teste, onde enfrenta as lendas do jogo todos os dias.

Quando abordei Jennifer sobre este artigo, ela foi agradavelmente receptiva, mas avisou-me que não sabia qual seria a sua disponibilidade dia após dia. Ela é uma espécie de médico em serviço de urgência no Big Game do Bellagio. Quando o dever chama ela está lá. Depois de terem passado alguns dias, recebi uma chamada de Jennifer, perguntando quanto tempo demoraria a chegar á Bobby's Room onde ela estaria a jogar no Big Game. Cheguei lá em 20 minutos, e quando entrei na sala ela indicou que só jogaria até lhe chegarem as blinds. Esperei por ela sentando-me na zona VIP dentro da sala.

Quando olhei para o jogo, reparei que alguns dos adversários naquele dia eram Barry Greenstein, John Hennigan, e Gus Hansen, misturados entre algumas estrelas Europeias. Jeffrey Lisandro, que como Barry está a ter um excelente WSOP 2008, estava em lista de espera, sentado na segunda mesa da sala. Isto era apenas mais um dia no escritório para Jennifer. Enquanto percorria a sala contei nove grandes fotografias penduradas na parede. Estes ícons do mundo do poker, os regulares no Big Game no Bobby's Room, têm suportado o jogo durante anos: Doyle Brunson, Bobby Baldwin, Phil Ivey, Chau Giang, o falecido Chip Reese, Harman, Eli Elezra, Lyle Berman e Hansen. Isto nem inclui Greenstein, Johnny Chan, Patrik Antonius, David Benyamine, Sammy Farha, Minh Ly, Todd Brunson, Allen Cunningham, Daniel Negreanu, Henningan, Lisandro, e outros jogadores de topo que são assíduos no Bobby's Room.

Jennifer Harman defrontou os melhores jogadores do poker do mundo, e se os seus oponentes votassem em quem era a maior jogadora de high stakes a decisão seria unânime. Duvido que alguém consiga nomear cinco nomes de jogadoras que joguem $200/$400 regularmente ano após ano, quanto mais o que Jennifer faz… joga $2,000/4,000 limite todos os dias. Na realidade, homem ou mulher, Jennifer seria uma excelente escolha para ser nomeada para uma mesa final dos jogos mais duros de high stakes, ponto final!

Jennifer será a primeira a contar que prefere cash games a torneios, já que não entra em muitos torneios no ano. Mesmo assim, ela ganhou mais de $2,200,000 em torneios, incluindo duas braceletes do WSOP (2000 WSOP $5,000 2-7 e no 2002 WSOP $5,000 Limit Hold'em). Se estas credenciais não são suficientes, Doyle Brunson escolheu Jennifer Harman para escrever o capitulo de Limit no seu livro Super System II, considerado a bíblia do poker! Doyle já jogou muitas vezes contra ela no Big Game, dia após dia durante um largo período de tempo, e ela ganhou o seu respeito como um dos melhores jogadores de poker do planeta… especialmente em limit hold'em!

Se isto parece que estou a criar um caso para que Jennifer Harman seja considerada no Poker Hall of Fame um dia… é verdade. Durante muitos anos um dos critérios principais para se ser admitido no Poker Hall of Fame era que o candidato deveria jogar consistentemente high stakes. Nenhum jogador, seja homem ou mulher, ultrapassou este teste mais do que Jennifer Harman durante um largo período de tempo, a não ser Doyle Brunson e o falecido Chip Reese. Barry Greenstein, Phil Ivey e Chau Giang estão entre os outros regulares da sala.

Já entrevistei muita gente, mas tive um sentimento de respeito quando entrei no Bobby's Room para entrevistar Jennifer. Ela pode apenas pesar 45kg, mas é considerada um gigante no mundo dos jogadores de high stakes. Quando se levantou do jogo para vir para o canto da sala para a entrevista, puxei do meu gravador, e gostaria de partilhar algumas coisas que aprendi sobre ela com vocês:

Sexton: Estou muito curioso. Enquanto admirava esta bela sala do Bellagio, és como suspeitava… a única mulher aqui. Existem nove fotografias na parede, e és a única mulher presente! Quase todos te vêm como a melhor jogadora de high stakes do mundo… ponto final! Pareces uma linda boneca… tão doce… tão inofensiva… tão inocente. No entanto, tem de haver grande competitividade dentro de ti! Como começaste? Quando deste o salto para o high stakes poker? Foi no Mirage no início, ou foi após o Bellagio?

Jennifer Harman: Bem, na verdade nunca dei o salto. Trabalhei subindo os limites. Nunca saltei um limite, desde $100/200, $200/400, $300/600, $400/800. Eu cresci com o jogo quando subiu para $500/1,000, $600/1,200, $1,000/2,000 e eventualmente $2,000/4,000. De vez em quando jogamos $4,000/8,000, mas normalmente temos de limitar o jogo a $2,000/4,000 para preencher a mesa. Tenho jogado os limites mais altos desde que o Bellagio abriu há 11 anos atrás, e provavelmente no último ano do Mirage, antes do Big Game ser transferido outra vez para o Bellagio. Penso que o maior limite no Mirage há 12 anos atrás foi $800/1,600.

Sexton: Uma coisa ficou bastante clara. Enquanto subias os limites, tinhas de ser uma jogadora ganhadora, ou a tua escalda nos limites teria de ter um fim rápido! Em muitos casos, os jogadores de baixos limites vão subindo, mas encontram o bloqueio de saturação e descem para zonas de conforto. O que torna a tua história tão única é que atingiste os limites mais altos contra os melhores do mundo, até atingires o topo! Hoje em dia, quando vais trabalhar para o Bellagio, que limites jogas normalmente?

Jennifer Harman: Jogamos $2,000/4,000 quase todos os dias.

Sexton: Como sobrevives com os swings que devem acontecer nesses limites?

Jennifer Harman: Começa a rir enquanto brinca… Vou para casa e choro muito. Tem de se ter uma banca para lidar com estes swings, porque é poker e o factor sorte está envolvido.

Sexton: Tens de ser muito amiga do Doyle e do resto dos regulares que jogam nesta sala única. Tens de estar em comunicação o tempo todo, para saber quando um jogo vai começar. O teu horário não pode ser estabelecido dia após dia, e é bastante centrado sobre quem quer vir aqui desafiar-te.

Jennifer Harman: Digamos que sou uma espécie de médico. Estou sempre em alerta.

Sexton: (Começa a rir) Essa é boa… gosto da analogia, porque é mesmo o teu mundo. Estes jogos altos estão centrados em pessoas que querem vir cá para derrotar as lendas. Já os viste a vir e a ir embora, ou apenas a tentar fazê-lo em part-time. Durante o WSOP deve ter havido mais Europeus que passaram aqui para jogar, assim como grandes nomes de diferentes partes do país?

Jennifer Harman: Sim, tivemos alguns estrangeiros durante o WSOP, por isso é uma óptima altura para jogar. Durante o WSOP e o WPT realizados em Vegas, é sempre uma boa altura para jogar.

Sexton: De entre todos os grandes jogadores que defrontaste, por qual tens mais respeito?

Jennifer Harman: Havia tantos para nomear, mas tenho de começar pelo Doyle Brunson, Phil Ivey e Eli Elezra. Claro, que terei sempre um lugar no meu coração pelo Chip Reese e por tudo que significava para todos nós. Ele era muito próximo de todos nós.

Sexton: Chip era um líder como exemplo e sempre mostrou classe, ganhando ou perdendo ou empatando. Como jogaste com ele tantas vezes durante 12 anos, há alguma história engraçada que nos possas contar dele?

Jennifer Harman: Bem, uma vez durante um mês, sempre que ele desistia do jogo, todos deixávamos de jogar e abandonávamos a sala. Dizíamos ao Chip que jogo era criado á volta dele, e fingíamos que uma vez que ele abandonava o jogo, estava terminado. Óbvio que estávamos a espicaçá-lo mas deu para rirmos um bocado. Chip era um óptimo pai, e tirava sempre tempo para os filhos. Eram a prioridade na vida dele!

Sexton: Eu vi o troféu ontem que o WSOP atribui em honra de Chip Reese ao vencedor do $50,000 HORSE. Foi muito bonito, e o primeiro a recebê-lo foi Scotty Nguyen. Que grande honra foi para ele ver o seu nome ligado a David "Chip" Reese, simbolicamente considerado o mais completo jogador de poker do mundo. Reparei que por traz do troféu estava uma ficha especial em ouro incrustada, que me deu a sensação de que Chip está ainda por trás de todos nós!

Jennifer Harman: Ainda não consegui ver isso, mas gostava de o poder, já que era sinal que estaria na mesa final do torneio.

Sexton: Bom, não tenho dúvidas que irás estar, porque és um dos melhores jogadores do mundo. Esquece o factor homem ou mulher, já que és simplesmente um dos melhores!

A Esquina de Sexton, Vol. 52: Jennifer Harman, Parte 1 – A Única Mulher do 'Big Game' 101

Dama do 'Big Game', Jennifer Harman

Esteja atento á parte 2 desta história onde ela revela o primeiro encontro com o seu amado marido, Marco Tranielo, e como realmente se conheceram pela primeira vez. Vamos também analisar e história sobre o transplante de rim e como esteve a apenas dois meses de morrer. Grande parte do coração de Harman vai para a ajuda de animais, e vamos por isso descobrir a diferença que ela criou em tantos deles. Um último pensamento: Esperem até ouvirem como o seu especial sentido pelas cartas a permitiu ganhar uma bracelete do WSOP num jogo que nunca tinha jogado, com uma lição de dez minutos antes do evento começar!

O táxi pára aqui,

Tom Sexton

Mais notícias

O que pensas?