Cash Games na TV

Cash Games na TV 0001

Poker televisionado tem tido o seu papel no meu desenvolvimento como jogador e alegria de jogar o jogo. Como muitos, eu via os programas de Late Night Poker fascinado, mas recentemente descobri o festival de all-ins nos WPT. Adorei a conversa de mesa e as jogadas loucas de jogadores como Laak, Hansen, Negreanu e Hellmuth nas primeiras épocas. Ainda tenho uma caixa de dvds dos primeiros anos do Tour.

Mas devo admitir que o meu gosto por programas como o WPT diminuiu. Não porque não adorava poker ou que achasse o programa fraco. Aliás ainda hoje eu não consigo fugir de uma mão onde já tenha sido posto dinheiro e ainda falta vir cartas, seja num jogo em casa de 10c/20c ou num Main Event das WSOP, quero ver se alguém vai ter sorte. A razão pela qual deixei de ver esses programas é que começou a ser repetitivo. Não podemos estar sempre a ver A-K contra Q-Q.

Depois uma mão mágica acontece onde Gus Hansen ficou com poker na turn e ganhou $500,000 a Daniel Negreanu. Passou a ser um clássico do Youtube e lançou os cash games como o futuro do poker na TV. Perguntem aos jogadores, sejam eles jogadores de cash game ou não, e maior parte vão responder que o seu programa preferido é High Stakes Poker.

Eu chamo a atenção para produtores de TV para repararem no crescimento de popularidade dos cash games. Cash game poker é poker na sua forma mais pura e aqui estão algumas razões pelas quais deviam mostrar mais programas como Poker Den e High Stakes Poker:

Estrelas

Um dos problemas com torneios de poker, da perspectiva televisiva, é que uma final table televisionada normalmente está cheia de desconhecidos. Eles são claramente bons jogadores, estrelas futuras aliás, mas mesmo assim a atracção destes programas eram de que jogadores como Ivey e Hellmuth eram presenças assíduas nas final tables.

Qualquer um pode se sentar num cash game, o que significa que podes escolher e convidar quem queres para um programa televisionado. Até podes escolher os lugares para que o Tony G fique à esquerda de Hellmuth e espere que comece o fogo de artifício. Todas as semanas no High Stakes Poker havia uma mesa que deixava o fã de poker de boca aberta.

Mãos Malucas

No fim do torneio, até os jogadores mais loucos são mais selectivos com as suas mãos. Cartas grandes e pares grandes normalmente ganha-te um torneio quando as blinds estão altas. Mas num cash game a flexibilidade de jogar uma mão medíocre e torná-la num monstro existe. Muitas vezes irás ver um pot com 8 jogadores em jogo onde todos estão contentes em jogar 8-2 fora de posição; como resultado, vê-se acção louca.

Perícia

Se existe alguma coisa negativa no poker televisionado, é de que pode dar a imagem errada de que um torneio é uma série de corridas e que o campeão é o jogador que ganha mais corridas. Poker com blinds altas podem fazer um jogador bom parecer fraco quando estão a fazer all in com King high. Pelo contrário, um cash game nunca chega a essa situação e a estrutura permite os jogadores fazerem jogadas grandes e folds ainda maiores, para provar que são os melhores do mundo.

Conversa

A conversa num cash game é sempre melhor do que num torneio. A tensão é muita num torneio, e tal como numa luta de boxe, todos respeitam-se quando acaba. Cash game é como um home game, e algumas das conversas não são bonitas.

Quem é que não adorou a batalha de Phil Hellmuth contra o resto da mesa no início da última season de High Stakes Poker? Ou o bluff com 7-2 que Phil mostrou a Matusow? Mike Matusow abusar da mesa é sempre divertido de se ver. Tal como no High Stakes Poker, as conversas de mesa no Poker Den são muito divertidas e ver o Devilfish frustrado depois de levar uns bad beats tem sido cómico.

Nota Ed: Joga contra os jogadores mais famosos na Full Tilt Poker

Mais notícias

O que pensas?