Agora ao vivo Unibet Open Bucharest

EPT Barcelona Resumo do Dia 3 – Jedlicka na Liderança; 13 Ainda em Jogo

EPT Barcelona Resumo do Dia 3 – Jedlicka na Liderança; 13 Ainda em Jogo 0001

O dia 3 do EPT Barcelona da POKER STARS começou com os 56 jogadores que já tinham chegado ao dinheiro. Os jogadores que voltaram, incluindo Katja Thater, Mark Vos e Pete 'The Beat' Giordano, voltaram ao pano para lutar pelo primeiro prémio de €1,170,700.

Mohamad Kowssarie da Suécia começou o dia 3 como chipleader depois de uma forte prestação no dia 2. As suas 332,200 fichas levavam uma vantagem significativa sobre os seus adversários, com as melhores stacks a serem estas:

Mohamad Kowssarie (Sweden) - 332,200

Mark Teltscher (UK) - 300,600

Patrick Bruel (France) - 267,000

Pete Giordano (USA) - 253,900

Adam Junglen (USA) - 227,800

Mika Paasonen (Finland) - 213,600

Christopher Ulsrud (Norway) - 197,000

Michael Wong (USA) - 193,800

Jean-Baptiste Tomi (France) - 147,100

Sander Lylloff (Denmark) - 142,500

Para os jogadores que estavam curtos que sobreviveram o bubble no dia 2, foi um início com muitas eliminações. 16 jogadores saíram durante o primeiro nível de blinds, enquanto alguns dobravam e voltavam a estar na luta pela vitória. Entre as eliminações prematuras estavam jogadores como Dan 'Ansky' Stern em 56º, Mark Vos em 48º, Katja Thater em 47º e Fabrice Soulier em 39º.

Depois dum início com muitas eliminações, a velocidade do jogo abrandou enquanto os short stacks estavam agora a tentar subir um nível de prémios e os stacks grandes aumentavam para tentar chegar à final table. O vencedor do ano passado Bjorn-Erik Glenne durou até depois do intervalo para jantar até dar de cabeça contra Aditya Agarwal no seu último confronto. Agarwal fez um raise no button e Glenne foi all in na small blind. Agarwal fez call com {a-Spades}{q-Hearts}, e Glenne estava atrás com {k-Clubs}{j-Spades}. A board veio {10-Diamonds}{2-Clubs}{2-Spades}{5-Diamonds}{10-Hearts}, e o kicker de Agarwall mandou Glenne para casa em 35º por uns bons €14,650.

Dag Martin Mikkelsen estava bem activo bem cedo, ficando com flush no river para eliminar Thomas Fjellehim em 32º e para andar a subir e a descer na tabela, até ele chegar a duas mãos cruciais e duras para sair em 22º (€20,900). Na primeira mão, Juan Maceiras foi all in no flop de {k-Spades}{10-Diamonds}{8-Spades}, e Mikkelsen fez call com {k-Hearts}{q-Clubs}. O {a-Hearts}{k-Hearts} de Maceiras aguentou-se e Mikkelsen ficou curto. Umas mãos depois, Mikkelsen foi all in depois do raise de Adam Junglen preflop, e Junglen fez call com {k-Spades}{j-Spades}. Mikkelsen mostrou {10-Diamonds}{10-Clubs}, e foi enviado para casa quando veio para a board {k-Clubs}{q-Diamonds}{3-Clubs}{4-Spades}{6-Hearts}.

Mark Teltscher também esteve activo durante os primeiros 2 dias de competição, começando o dia 3 como um dos líderes. Teltscher fez call ao all in do Javed Abrahams com {10-Hearts}{10-Spades} contra o {a-Spades}{j-Clubs} de Abrahams. Teltscher ganhou a mão e mandou Abrahams para casa em 19º (€20,900).

Depois de 3 dias a jogar um poker sólido, Pete 'The Beat' Giordano teve o azar de ter Reis quando Trond Eidsvig tinha Ases e foi eliminado em 18º (€20,900). Chritopher Ulsrud foi eliminado em 17º minutos depois quando o seu A-6 foi contra o A-J de Sander Lyloff. Não veio nenhum seis e foi eliminado.

Enquanto os jogadores jogavam, os organizadores aperceberam-se que os jogadores não chegariam à final table no dia 3 como planeado devido a leis que obrigam o casino às 4 da manhã. Enquanto a hora se adiantava Alessio Isaia e Aditya Agarwal eram eliminados em 16º e 15º, respectivamente. Ambos ganharam €25,100 pela sua classificação.

O qualifier da PokerStars Adam Junglen que comprou a sua entrada com W$ da PokerStars, e gastou o dia 3 a fazer render o seu dinheiro. Enquanto o jogo continuava, ele fez um call difícil contra Tron Eidsvig pelas suas fichas todas.

Eidsvig fez raise preflop e Junglen fez reraise. Eidsvig foi all in e depois de muito pensar, Junglen fez call. Junglen acertou no flop com {a-Spades}{10-Diamonds} no flop {a-Clubs}{k-Clubs}{8-Spades}, e Eidsvig estava bem atrás com {q-Diamonds}{j-Spades}. A turn foi um {3-Spades} e o river um {6-Clubs}, o que não salvou Eidsvig e levou um pot enorme para o lado de Junglen.

Kees Alblas foi o último jogador a ser eliminado no dia 3, quando foi eliminado em 14º depois de fazer all in com {10-Diamonds}{6-Hearts}, e encontrou pela frente o {a-Hearts}{8-Diamonds} de Sander Lyloff. Lyloff ficou com um trio no flop {9-Clubs}{8-Hearts}{8-Clubs}, e sem ajuda na turn ou no river, Alblas era eliminado. Ele ganhou €33,450 pela sua classificação.

Os últimos 13 foram para a cama a pensar no milhão de Euros. Cá está a contagem de fichas dos últimos 13 jogadores:

Nikolaus Jedlicka (Austria) - 879,000

Mika Paasonen (Finland)- 715,000

Sander Lylloff (Denmark) - 646,000

Juan Maceiras (Spain) - 585,000

Mark Teltscher (UK) - 533,000

Adam Junglen (USA) - 419,000

Trond Eidsvig (Norway) - 339,000

Mohamad Kowssarie (Sweden) - 294,000

Patrick Bruel (France) - 270,000

Voitto Rintala (Finland) - 253,000

Davidi Jacob Kitai (Belgium) - 219,000

Greg Dyer (USA) - 155,000

Philip Yeh (Sweden) - 116,000

Junte-se à PokerNews para todas as actualizações e contagem de fichas do EPT Barcelona POKER STARS.

Mais notícias

O que pensas?