Agora ao vivo Unibet Open Bucharest

Saúde, Riqueza e Sabedoria – Entrevista com Patrick Antonius, Parte Dois

Saúde, Riqueza e Sabedoria – Entrevista com Patrick Antonius, Parte Dois 0001

Esta é a segunda parte de uma entrevista com o Patrick Antonius. Caso não tenha lido, pode lê-la aqui . Encontramos Patrick quando ele estava a sair de Monte Carlo depois da Grand Final do EPT, e isto era o que ele tinha a dizer.

O que você acha quando dizem que é o melhor jogador do mundo online. O que lhe parece este título? Quer dizer, temos biliões de pessoas neste mundo e você é o melhor. Isso é...

É bastante forte, haha. Tenho tido resultados muito bons.Tive um período de quatro meses que joguei os maiores jogos de 1000-2000 limit e 300-600 NL, onde tive uns três ou quatro dias que perdi. Temos que ter tanta sorte para ter uma série vencedora dessas, mas acho que também tenho que estar a fazer as coisas certas. Mas até nem tenho estado a melhorar o meu jogo. Antes perdia muito tempo a melhorar o meu jogo. Mesmo quando não estava a jogar, estava a estudar todas as mãos, as situações, os jogadores, a analisar tudo. Agora tenho estado só a jogar, nada mais. Ainda tenho que melhorar mas não me posso queixar. Acho que temos que olhar para tudo e eu sei jogar as 15 diferentes variantes, e estou feliz por isso. Outros jogadores normalmente têm alguma fraqueza nalgum tipo de jogo. O único jogo em que não tenho feito nenhuma mão é 2-7 Razz, que é o ultimo jogo que temos lá mas não tenho jogado muito. E talvez Hi-Lo Regular, mas também não gosto muito, mas acho que é só isso.

Os outros jogadores podem vê-lo como o melhor, mas como é que você se vê?

Bem, talvez até seja bom que me considere o melhor, porque irá aumentar a minha confiança. Não é bom considerar-se o melhor quando não se consegue provar jogando o nosso melhor lá fora.

Você não tem esse problema

Não, nem por isso. Mas se olharmos para todos os diferentes jogos que existem, pode haver jogadores melhores do que eu, mas para ser sincero, eu nem sei em que jogo tenho ganho mais dinheiro. No Limit, Limit, Pot Limit Omaha, nem sei. Talvez sou o número um por causa disso. David Benyamine também é muito bom mas tenho-lhe ganho muito dinheiro também.

Sim, eu sei. Existem muitos sites que monitorizam os high-stakes games online. E por causa disso, sei que você perdeu ontem. Não é incrível?

Sim, é engraçado. Não sei se controlam tudo, tipo 24 horas por dia mas talvez até controlam. E nem gosto muito por causa do pessoal dos impostos, hahaha.

Houve muito jogo louco aqui em Monte Carlo. Poker Chinês, moedas ao ar, outras coisas loucas. E você?

Sim, eu gosto de jogar. Vendo bem já reparei que todos os melhores do mundo gostam de jogar. Temos que adorar arriscar, é isso que nos faz jogar melhor. Se você tiver medo de arriscar isso vai afectar o seu jogo. Aliás, é bom jogar, por que assim vão lhe dar mais acção na mesa. Mas mesmo assim ainda tenho cuidado, pode ser-se o melhor do mundo e mesmo assim ter uma série perdedora de 5 milhões. Uma vez eu perdi um milhão em menos de 10 horas. Estava a ganhar meio milhão contra o Sammy Farha e acabei por perder um milhão na mesma sessão. Temos é que minimizar o risco.

Você aposta em golfe ou outros desportos?

Bem, tivemos grandes apostas no Australian Open e no Mundial de Futebol. Ganhei no ténis, mas perdi no futebol, haha. Mas na verdade, não tenho tempo para apostar em desporto nem para jogar golfe.

Poker Chinês é muito popular neste momento, Phil Hellmuth disse que perdeu meio milhão para o Ivey ontem.

Sim eu estava lá. Estava a ganhar 100K mas acabei por perder 30K. No fundo jogar em grande vai afectar o seu jogo, sem dúvida.

A pergunta que lhe devem perguntar mais é: qual é o seu bankroll?

Existem duas coisas secretas; os aspectos pessoais da minha vida e o meu bankroll. Até a minha noiva, não sabe ao certo quanto dinheiro eu tenho. Obviamente eu estou a safar-me bem. Se se está a jogar os maiores jogos temos que estar bem. Não é nenhum segredo que não estou falido neste momento. Não estou sempre a contar o meu dinheiro, e quando o fiz uns meses atrás, falhou por dois milhões do que eu achava, por isso nem sei ao certo quanto tenho, nem sei quanto valho, haha.

É possível que algum dia perca tudo?

Sim, claro. Mas teria que ficar louco para isso acontecer. Nunca me colocaria numa posição em que jogava com o meu bankroll inteiro. Se só tivesse um bankroll de 1 milhão, estaria apenas a jogar um jogo em que arriscava 70K ou qualquer coisa do tipo.

No momento parece que seria impossível ficar falido, porque tenho alguns investimentos e algum dinheiro que não posso levantar. Não devo dinheiro a ninguém, não tenho dívidas, e a minha casa está paga. Se há uma coisa que odeio é dever dinheiro a alguém.

Onde se vê daqui a dez anos? Ainda o melhor?

Duvido muito. Quase que garanto que não serei o melhor daqui a dez anos. Irão haver tantos bons jogadores no futuro. Vejo tantos jogadores com talento mas todos têm algum tipo de problema, não sei. Muitas vezes jogam melhor que eu numa sessão de uma hora. Mas ao longo de algum tempo, acabam por fazer algumas coisas estúpidas, ou arriscar muito; é como se não conseguissem manter esse nível de jogo.

Eu faço parte de uma nova geração, de onde as pessoas têm um passado atlético. Temos que estar em muito boa forma para estar a jogar o seu melhor jogo. A sua mente tem que estar limpa para jogar e para isso acontecer tem que se estar em boa forma. Neste momento parece que estou a frente de tantos jogadores, especialmente por jogar muitos jogos. Por isso tenho uma variância maior se jogar uma variante específica.

E quanto a vida jet-set? De certeza que houve uma altura em que a sua vida não era tão glamorosa.

A vida é boa neste momento, mas sempre fui feliz e activo na minha vida, nunca fui miserável. Desde os meus quinze anos que tenho metas de 1 ou 2 anos, e basicamente este ano foi o primeiro em que parei de pensar no futuro. Foi muito rápido; pensei que seria um processo muito mais lento. Nunca tive metas tão altas, claro. Apenas aconteceu. Mas ainda tenho metas na minha vida pessoal. Tenho que estar sempre em melhor forma do que estou no momento, e estou a trabalhar muito para lá chegar. Todos os dias quando acordo, sei o que tenho que fazer.

Preferia ser um homem pobre e feliz do que um Campeão do Mundo rico e infeliz?

Claro. Dinheiro é só dinheiro, e eu sei que é fácil dizer isto, porque quando não se tem, o dinheiro é tudo. Quando tinha quinze anos apostava em corridas de cavalos, apostando 20 dólares com amigos, e até parecia que me divertia mais quando perdia, porque divertia-me com os meus amigos. A felicidade vem com o facto de podermos fazer o que queremos. Não trabalhar num emprego que odiamos, coisas desse tipo. Já fiz muita coisa que não gostei. Trabalhei numa fábrica, como empregando de mesa, vendedor, homem de mudanças, homem de entregas, quando acabei o meu serviço militar, trabalhei também como treinador de ténis, modelo, todo o tipo de coisas. Trabalhar e aprender que não é fácil ganhar dinheiro.

Preferia ganhar 10 milhões numa sessão ou uma bracelete de 500K das WSOP?

De momento, aceitava o dinheiro, sem dúvida, haha. Torneios não é sobre o dinheiro, é sobre a competição. Todos os melhores jogadores têm tido maus resultados nos torneios porque não têm jogado o seu melhor. Quer dizer, o dinheiro é tão pouco, mas adorava ganhar o torneio. Eu considero-me um especialista de jogos de dinheiro, mas vendo bem... eu tinha uma aposta com o Phil esta semana, que um tinha que igualar o prémio do outro. Ainda me vejo como um dos favoritos para ganhar o torneio, mas não os jogo muito. Jogadores como Mizrachi, ou Men The Master, jogam todos os torneios e ganham o prémio de jogador do ano. Se eu jogasse todos os torneios de certeza que também teria resultados bons. Provavelmente joguei uns 8 torneios no ano passado.

Não está um helicóptero a sua espera?

Tens razão. Preciso de um descanso. Só falta um dia para me divertir. Ok, vou arrumar a bolsa, Obrigado.

Nota Ed: PARADISE POKER… Freeroll de $4,000 exclusive PokerNews

Mais notícias

O que pensas?