O Pequeno Par mais Alto - Estratégia Cash Games Poker

  • Lex Veldhuis / Daniel CordeiroLex Veldhuis / Daniel Cordeiro
O Pequeno Par mais Alto - Estratégia Cash Games Poker 0001

No vídeo abaixo vemos Lex 'Razsi' Veldhuis, jogador da PokerStars, a jogar $1/$2 numa sessão heads-up contra um jogador que costuma encontrar com regularidade nas mesas. Vemos Lex a jogar uma mão e a discutir um conceito importante em jogos No-Limit com limites baixos.

Antes de esta mão começar já tinha jogado várias mãos contra este jogador e consegui fazer algumas leituras. Ele faz calls muito light, sabe que abro muitos pot's e que jogo como um banana por vezes. Fiz uso disto fazendo valuebets com frequência e por vezes alguns calls muito light. A stack mais pequena dos jogadores envolvidos na mão são de 140 bb's deep. Mencionei no vídeo que iria tentar umas viagens a 'valuetown' com todas as mãos marginais possíveis.

As seguintes mãos são {k-Hearts}{7-Hearts} - fora de posição. Ele faz um raise standard de 3x bb's para $6 e eu faço call. O flop traz {2-Clubs}{5-Spades}{7-Diamonds} dando me Par mais alto com segundo nut kicker, uma mão que já não planeio desistir. Eu checko e ele checka atrás. O turn traz uma boa carta, {3-Spades}. Faço uma valuebet de $10 porque assumo que tenho sempre a melhor mão nesta situação. Ele poderia ter straight com A4. Não o imagino a jogar 4-6 pois teria muito provavelmente apostado no flop. Ele poderia também ter dois pares aleatórios, mas não vou tirar estas conclusões ainda. Agora fica interessante.

Ele faz raise para $35. Este é um dos conceitos mais importantes de Poker Heads-up nos dias de hoje. Os jogadores fazem check behind quando têm mãos com as quais não querem ser check-raised no flop mas que por ventura até têm algum valor de showdown. Podemos pensar que ele segura um fraco 7 ou 5 com um 4 ou 6 de kicker, caso contrário ele não estaria a inflacionar o pot no turn. Ele faz isto para tentar com que eu pague com o meu draw de espadas, o meu 4 ou um par com straight draw. Ao fazer isto ele toma a iniciativa da mão. Isto significa que iremos checkar a maior parte dos rivers para ele e dar-lhe a opção de checkar atrás ou não. Ao raisar o turn ele fica agora a controlar o pot no river e ainda me deixa pagar para os meus draws.

Esta é uma linha muito lucrativa de se adoptar, especialmente contra um adversário que com frequência faz frontbet no turn. Ganhas uma aposta extra se o teu oponente não tiver nada e és pago mais vezes contra mãos mais fracas, porque a tua linha de aposta na verdade parece muito estranha. Se não acertas-te no flop porque razão irias raisar no turn? Verás vários jogadores a pagarem-te aqui com um segundo par ou algo do género, isto porque irão achar a maior parte das vezes que estás a fazer bluff.

Visto que sabemos isto agora, ou que pelo menos pensamos nisso, verás que também podemos dar a volta a isto, Podemos recuperar a iniciativa pois fazer call não é a nossa única opção. Ese é um bom spot para 3-bet no turn. Neste exemplo não me sentia muito à vontade com 3-bet pois as stacks são muito grandes. Ambos estamos um pouco mais deep do que é costume e não penso que irei empurrar a minha stack para o meio da mesa com frequência aqui. Ele poderia fazer fold a um 7 fraco.

Eu poderia também representar um draw falhado no river depois de dar flat call no turn. As únicas desvantagens seriam, estou a dar-lhe uma carta grátis se ele re-raisar com um draw. Até este ponto ele foi muito imprevisível, por isso decidi dar-lhe a carta grátis na esperança que ele dispare outra aposta no river.

O river traz {q-Diamonds} e eu faço check para depois pagar uma aposta, mas ele também faz check atrás. Mal ele virou {q-Hearts}{4-Hearts} quase cai da minha cadeira. Eu espera definitivamente uma valuebet aqui. Se o papéis se tivessem invertido e eu acertasse na minha Q no river iria pensar "Porreiro, ele não vai esperar esta". Ele fez basicamente o

que discutimos antes neste artigo, só que estava num draw. Tenho de dizer que ainda assim estou satisfeito com o modo como a mão se desenrolou, especialmente com stacks deste tamanho.

Mantém em mente que se estivéssemos a jogar com stacks de $200 eu teria ido all-in no turn para contra-atacar o semi-bluff dele ou para lhe tirar a opção de check atrás no river com uma mão mais fraca. Esta mão é um bom exemplo de um dos conceitos mais importantes nos dias que correm, especialmente no turn.

Por isto, tens de prestar bastante atenção para perceberes previamente em que tipo de situação estás antes que seja tarde demais. A vantagem de pensares numa mão desta maneira é que também melhoras a tua análise psicológica em diferentes situações. Poderias, por exemplo tornar a tua aposta mais forte no turn dando 3-bet, ou fazer slow-play e representar um draw fazendo frontbet no river. Existem muitas possíveis linhas de jogo nesta situação, e mantém em mente que não tens sempre que apostar para teres a iniciativa.

{banner}[I]Nota Ed: Faça já o download da PokerStars e recebe um bónus de 100% até $50 de primeiro depósito ao fazer o download pelos nossos links.

Mais notícias

O que pensas?