Online Poker Spotlight : Billy Kopp

  • Ryan Nelson / Daniel CordeiroRyan Nelson / Daniel Cordeiro
Online Poker Spotlight : Billy Kopp 0001

O mais recente poker pro da Ultimate Bet pode ainda não ser um nome muito reconhecido, no entanto com a cobertura que irá ter por parte da ESPN no próximo Main Event, Billy Koop vai de certeza ver mais das luzes da ribalta. Kopp sentou-se à conversa com a Pokernews para discutir o seu ínico, basketball na Universidade de Kentucky, e a sua infame mão contra Darvin Moon no Main Event WSOP.

Primeiro de tudo, parabéns pela tua prestação nas WSOP. Conta-nos, o que se tem passado contigo ultimamente?

Tenho andado por Lexington, Kentucky, jogar online. Era suposto ter jogado o evento Legends of Poker no Casino Bicycle, mas estou neste momento a meio do processo de mudanças para Vegas, por isso não tenho viajado muito até as coisas estarem tratadas.

Então que plano é esse de ires para Vegas? Ainda tencionas terminar a tua licenciatura na Universidade de Kentucky?

Quero começar a jogar cash games ao vivo, o que poderei fazer com mais frequência em Vegas. Tenho amigos próximos que lá vivem também. Existem imensos benefícios fiscais ao comprar propriedade lá, o que está a influenciar a minha decisão . Vou deixar a escola em suspenso por agora. Tenho um excelente patrocínio da Ultimate Bet e vou viajar imenso para jogar eventos ao vivo.

Tens amigos em poker com quem discutir a tua estratégia e poker?

Na segunda metade do verão vivi em casa do Carter "ckingusc" King. Mike "Benvo123" Benvenuti, Dan "USCSwimmer" White, Ryan Welch, Nick "I Spew Chips" Phillips, e Justin "Lockdowntex" Allen viviam lá todos também. Ryan vai mudar-se de Vegas em Março, e Nick vai viver comigo.

Conta-nos, quando começaste a jogar poker? E quanto ganhavas na altura comparado com agora?

Ano de caloiro na Universidade de Kentucky andava a jogar pequenos torneios e cash games de limites baixos numa sala de jogos ilegal na cidade. Andava a jogar coisas como $11 rebuys e torneios pequenos multitable na Pokerstars. A minha primeira vitória foi $11 rebuys de cerca de $6,000 quando o field era mais pequeno. Na altura isto era dinheiro que eu não sabia o que fazer com ele. Na altura, pessoas nos E.U.A ainda eram permitidas na Party Poker. Havia lá uma serie de steps como outros sites têm agora. O primeiro era de $33. Gastei um total de $99 e cheguei ao último step ganhando um total de $100,000. Em Heads-Up venci o "Halfrek" que é hoje um conhecido jogador de poker online. Com 18 anos, os $100,000 deram para pagar a escola, um bom carro, e uma banca para me levar ao ponto que cheguei hoje. Nos anos seguintes ainda ganhava mais que a média de salário de um adulto empregado. Recentemente, nos últimos 2 anos, consegui passar para outro nível.

Bons tempos na Party Poker, e vencer Halfrek e ganhar 100k com 18 anos é um grande feito.

Acho que só cinco pessoas no mundo conseguiram realmente ganhar os cinco steps. Ao que sei, "Halfrek" também ganhou um além do segundo lugar que fez quando venci.

Bem, eu sei que provavelmente já te pediram vezes demais para contar, mas diz-nos, acerca da mão que te eliminou contra Darvin Moon? Algum arrependimento? Achas que fizeste uma má leitura ou jogarias a mão de maneira diferente? Diz-nos o que pensas.

Darvin Moon tinha acabado de chegar à mesa e eu não tinha qualquer tipo de leitura dele pois nunca o tinha enfrentado. A mesa está shorthanded e eu estou a fazer raise com um range de mãos amplo para ganhar blinds e antes. Neste ponto, os jogadores ficam mais tight para atingirem a mesa final do Main Event WSOP. Sinto-me muito confortável a jogar pós-flop. As duas cartas com que faço raise são irrelevantes.

Darvin Moon faz call a um dos meus raises na small blind. Eu tenho {3-Diamonds}{5-Diamonds}e o flop traz {k-Diamonds}{9-Diamonds}{2-Diamonds}. Darvin check e eu aposto 750,000, uma C-bet padrão um pouco acima de metade do pote. Quando ele faz call, nunca o imagino com um set, porque iria ele fazer check-call numa board com três ouros e fora de posição. Estou a supor que tenha uma mão tipo rei-dama com um ouro, Ás-X com ouro, rei-valete off suit, etc. Mãos em que check-call não compromete fichas extras e tem uma mão valiosa ou um draw que pode compensar.

O turn traz outro duque. Como disse antes, pelo modo como ele está a jogar só o imagino com set uma pequena percentagem das vezes. Para mim, esta carta é a melhor carta do baralho por várias razões. Se ele tem uma mão tipo Ás-X de ouros e no flop tem flush, ele tem agora de fazer fold se eu for all-in, ou pelo menos pensei eu. Posso muito bem ter um set e fazer full house no turn. Uma grande parte das vezes o meu flush ainda é o suficiente.

Darvin opta por check outra vez. Nesa altura eu aposto 2 milhões. De novo uma aposta muito padronizada no turn. Ele agora faz-me raise. Ele faz-me check-raise no turn. Não o estou a pôr num set no flop por isso não tem full no turn. As mãos em que o imagino são todas as mãos em que ele possa fazer check-raise no turn por múltiplas razões. Ele pode pôr-me fora da mão com as mesmas mãos com que o imagino graças à board dobrada. Se eu estiver a fazer bluff, o draw dele pode levar o pote. Ele pode também pensar que rei-dama é a melhor mãoe faz-me raise para avaliar o valor da sua mão e pode fazer call com um rei mais pequeno ou um draw, etc. Na minha mente, ele pode também fazer check-raise a nuts flush e outros flush do mesmo modo, mas, a board está dobrada. Isto é perfeito para a minha mão, porque quando ele aumenta para 6 milhões e eu faço shove, ele tem de asssumir que não estou a fazer shove com flush fracos numa board dobrada.

É neste ponto que vou all-in por tudo o que já expliquei. Sem set, sem full, ele faz fold a todas as mãos que me ganham, levo um pote gigante e ganho com a pior mão. Infelizmente ele faz um call rápido e sou eliminado. Este é o problema de jogar com oponentes mais fracos. Muitos sólidos jogadores de poker largariam até nuts-flush, mas dito isto, até ele muito provavelmente não jogaria a mão da mesma maneira. Não me arrependo nada da jogada. Faria a mesma jogada vezes sem contapor causa da minha avaliação da mão. Tenho tido imenso sucesso com o mesmo processo de pensamento todos os dias que jogo. E tenho-me safado bem nos últimos cinco anos.

Se ele tivesse feito fold com {q-Diamonds}{j-Diamonds} e toda a gente o visse na ESPN, toda a gente iria pensar que eu era o jogador mais louco de sempre e um herói, não o miudo que foi eliminado. Foi infeliz e aos olhos de algumas pessoas desnecessário, mas eu continuo a defender a minha jogada. Ouvi dizer que Darvin confessou não ter visto a board dobrada no turn e que tivesse visto ele teria feito fold ao meu shove no river. Não sei se é verdade ou não, mas faz muito sentido tendo em conta a linha de pensamento que adpotou.

Vais ver o evento WSOP 2009 na ESPN?

Yap, vou ver e ainda posso ir ver a mesa final ao vivo. Já joguei com quase toda a gente da mesa final e estou ansioso para ver quem ganha isto.

Quem prevês que ganhe?

Acho que se o Phil Ivey dobra será muito difícil pará-lo, obviamente. Com os esforços para legalizar o poker nos E.U.A., o facto de ele ganhar seria óptimo. Ao gnhar várias braceletes este ano, vencer a mais de 6,500 pessoas no main event do poker, mais as suas vitórias passadas, enviava para casa a mensagem de que o poker é verdadeiramente um jogo de habilidade e não só de sorte.

Excelente ponto. Não poderiamos concordar mais. Que gostas mais de fazer nos teus tempos livres quanto não estás a jogar poker?

Pesca, golfe, e beber bourbon de Kentucky.

A melhor prop bet em que já estiveste no último ano?

Foi embaraçoso, mas ontem à noite depois de vários copos, alguns amigos apostaram que não conseguia fazer [I]Hula Hoop[/B] durante quatro minutos. De onde veio o hula hoop não faço ideia mas parecia tão simples que aceitei a aposta. Simples, certo? Nope. Estava a aguentar-me bem até aos três minutos e quatro segundos.
Vamos lá Billy, faltava menos de um minuto? Valeu o esforço.
Sim, especialmente quando clicar num rato é o meu único exercício.
Quais são os teus sítios preferidos para passar férias?
Gosto muito de Maui, Hawaii e Nassau nas Bahamas. Fiz tours em Maui e vi bastante da ilha, e apreciei realmente o que tem para oferecer. Gosto de ir a Atlantis em Nassau e fazer pesca lá. Quero muito ir ao Brasil. Ouvi dizer que as mulheres são fantásticas lá. Não sei qual será o meu sítio preferido mas será de certeza tropical. Adoro estar ao ar livre.
Brasil parece-nos bem. Mas não tens uma namorada?
Não ando com ninguém de momento. Tinha acabado de terminar uma relação quando ganhei o step 5. Depois namorei cerca de três anos, e quando isso acabou tive um excelente verão. Portanto acho que vou namorar e acabar se coisas como estas continuarem a acontecer!
Se não fosses jogador de poker, que profissão terias?
Hà uns anos atrás, antes de entrar no poker, queria ser piloto. Com o poker, nunca segui essa estrada. Mas ainda penso no quão fantástico seria voar num avião a jacto ou um comercial gigante.
Isso seria definitivamente um emprego porreiro. Obrigado pelo teu tempo, Billy! Estamos ansiosos para te ver na ESPN em breve. A melhor das sortes para o futuro.

Mais notícias

O que pensas?