Agora ao vivo Unibet Open Bucharest

PokerNews Op-Ed: Anatomia do Rail

  • Paul ‘Dr. Pauly’ McGuire / Daniel CordeiroPaul ‘Dr. Pauly’ McGuire / Daniel Cordeiro
PokerNews Op-Ed: Anatomia do Rail 0001

O rail é uma linha que delimita o espaço de jogo e o espaço para o público. O termo "railbird" foi originalmente criado para jogadores que eram eliminados ou para os apostadores que pateticamente ficavam especados como pombos esfomeados à espera que alguém os alimente.

O termo é agora usado para qualquer pessoa que esteja a assistir e não a jogar. E se olharmos com atenção, a anatomia do rail tem imensas subculturas.

Salas de poker em Las Vegas atrai multidões de "railbirds" e os casinos posicionam estratégicamente as salas de poker em áreas de intenso tráfego de pessoas com o fim de atrair turistas.

Os torneios são os eventos que mais "railbirds" atraem. Quanto maior o buy-in, maior a multidão. Não irás ver papparazi e hordes de media de poker num torneio com buy-in de $65, mas poderás encontrar turistas de férias a passar um bom tempo a assistir ao jogo de amigos e família que tentam ganhar umas boas centenas de dólares.

Um dos primeiros grandes torneios em que suei como um "railbird" foi no WPT Championship $25,000 buy-in no Bellagio em 2004. Lembro-me de chegar à sala com o meu irmão e vermos Phil Hellmuth. Parei-o e disse, "Li o teu livro Phil" ao que ele respondeu sarcasticamente "Porreiro."

Apertei-me entre turistas para tentar espreitar a mesa de Ben Affleck enquanto o meu irmão tentava ver a mesa de Scotty Nguyen. O meu irmão só tinha visto até então jogadores profissionais na TV portanto encontrar o Scotty Nguyen foi uma experiência surreal para ele. Depois de Scotty ganhar um pote, virou-se e deu um cumprimento entusiasmado ao meu irmão. É das coisas mais porreiras do poker, podes interagir com profissionais sem pagar!

As World Series of Poker Main Event é a meca dos "railbirds". O Rio inteiro parece um zoo nos primeiros dias assim que as multidões vão chegando. Não tens sequer espaço para respirar e demoras algum tempo para atravessar a sala de uma ponta à outra por causa de tanto congestionamento de pessoas e media.

Os "freaks" saiem à noite, especialmente aos fim-de-semana em Las Vegas, quando os bebêdos aparecem em força. Estou surpreendido por nunca ter havido um motim nas WSOP, já vi alguns bebêdos entrarem em competições de empurrões, mas nada que se parecesse com os combates de um jogo de futebol Argentino. Só em situações extremas foram proibidas as pessoas de assistir e de beber mais em Las Vegas.

Em 2007 no WSOP Main Event, Maria Ho foi a última mulher em jogo. Kevin Farry, um jogador sentado na mesa de Ho, tinha o benefício de ter uma larga secção de apoiantes bebêdos. Estavam a fazer barulho, a causar distúrbio, entornar bebidas a poucos centimetros da mesa. Quando Farry eliminou Maria na 38ª posição, os seus amigos celebraram efusivamente. Pobre Maria quase era atropelada pela multidão quando tentava cumprimentar Farry.

Já vi rails igualmente atrozes na Europa. Grande parte dos casino não reforçam o rail, o que significa que as pessoas podem simplesmente aproximar-se das mesas a qualquer altura. Famílias inteiras puxam de cadeiras e sentam-se atrás dos jogadores. Em alguns países jogadores como Gus Hansen e Patrik Antonius são mais populares que os Beatles. Nem sequer consegues aproximar-te das mesas com tanta gente.

Muitos Europeus rudemente não deixam os media aproximar-se das mesas. Num torneio em Barcelona alguns anos atrás, a área de torneio tornou-se livre para toda a gente e não estava a ser vigiado por staff de segurança. Tinhas de dar cotoveladas para conseguir atravessar, a certa altura duvidei se estava a fazer reportagem de um torneio de poker ou uma luta de galos. Uma repórter PokerNews teve de subir a uma cadeira para registar mãos e contar fichas. Durante uma mão grande, a multidão hostil atirou-a ao chão sem que nínguem se tivesse dado ao trabalho de a ajudar a levantar.

Da próxima vez que for a Las Vegas durante as WSOP, observe as pessoas no rail durante algum tempo. Escute as suas conversas. A sua atenção irá demonstrar fascinantes curiosidades acerca dos diferentes tipos de "railbirds". A certa altura, uma dúzia de espécimens surgem no rail.

Esposas Entediadas a lêr selecções de livros da Oprah. Tenho pena das mulheres de jogadores de poker. Elas querem mesmo apoiar mas 95% das vezes, assistir a um jogo de poker é tão entusiasmante como escolher um par de meias que queres usar no dia a seguir. Mulheres inteligentes trazem um livro e uma cadeira portátil.

Amigos Entusiasmados Estes fãs são os mais divertidos de observar. Uma das minhas histórias preferidas de "railbirds" envolve Vivek Rajkumar quando finalmente fez 21 anos e jogou o seu primeiro evento WSOP. Estava a correr bem e durou até tarde. Os seus amigos ficavam mais bebêdos e mais loucos enquanto a noite se acabava e dava lugar à manhã seguinte. De cada vez que Rajkumar ganhava um pote os seus amigos gritavam "Ship it to Vivek!"

Fotógrafos Amadores Estão constantemente a empurrarem-se para conseguir uma foto desfocada das costas do Doyle Brunson com as suas câmeras de telemóvel. Há sempre uma senhora que se esquece de desligar o flash e o staff pega no microfone para avisar "Fotografias com Flash não são permitidas" até se voltar a repetir um outro flash e o aviso ouvido de novo.

Meninas Trabalhadoras Temos de admitir o óbvio. Homens deseperados com dinheiro atraem fêmeas peritas em terapias de relaxamento.

Modelos Salas de poker online contratam meninas bonitas para passearem pela sala e pela mesa de TV para maior exposição do seu produto.

Investidores Ganaciosos Estes são os tipos tensos que estão constantemente a olhar para a lista de pagamentos para saber se o seu "cavalinho" subiu mais uma posição na escala de pagamento,

Cobradores de Dívidas Durante o seu período negro, Stuey Ungar teve uma vitória fantástica num torneio, e uma multidão de cobradores desceu à mesa final para serem pagos. A grande parte de profissionais que vê no rail não estão lá para suar pelos jogadores mas sim para escoltarem os mesmos e verem as suas dívidas pagas.

Otários Tesos No fundo do mundo do poker estão os jogadores que não têm talento e estão constantemente sem dinheiro graças à vida que levam e fraca gestão de banca. Esperam apanhar alguns restos dos jogadores ganhadores.

Assistentes Cyndy Viollette contratou um chefe de cozinha pessoal para preparar as suas refeições vegetarianas e as trazer ao Rio enquanto jogava. Tubarões de apostas têm frequentemente corredores que tratam das suas apostas e levantam os bilhetes vitoriosos.

Brasileiros São os mais felizes e mais barulhentos entre o mundo dos "railbirds". Trazem o espírito do Carnaval com eles. Vêm vestidos de amarelo e verde e é sempre díficil dizer se estão a assistir a um jogo de futebol ou a um torneio de poker enquanto entoam músicas de guerra, soprando apitos e a dançar com as suas mulheres morenas.

Bebêdos Poker pode ser extramamente entediante de se obsevar, portanto consumir grandes quantidades de alcoól ajuda a passar o tempo. Mas por vezes a palavra "moderado" escapa ao vocabulário de alguns "railbirds" e as coisas ficam feias. Não te aproximes muito pois eles entornam cerveja em cima de ti.

Os Problemáticos Nem todos os "railbirds" tem intenções altruístas. Alguns incomodam os jogadores e tentam irritá-los. Vi uma vez o profissiona Irlandês Andy Black a envolver-se com "railbirds" por duas ocasiões. Uma vez em 2005 no Main Event. A certa altura desafiou o provocador para uma luta, até chegar a segurança para resolver o problema. No mesmo torneio, um "railbird" continuava a incomodar a mulher de Greg Raymer. Quando o irritante railer se meteu com a filha adolescente de Greg, o sempre calmo e porreiro jogador levantou-se e gritou "Se te metes com a minha filha, estás morto!". O espectador problemático fugiu antes de a segurança chegar.

Media Não podemos esquecer os meus colegas de profissão. Alguns deles misturam-se no rail para apanhar algumas histórias e contagem de fichas.

Agentes de Poker de Sangue Frio Estão sempre no rail a tentar ser amigo dos apoiantes de potenciais clientes.

Agentes do Governo De vez em quando ouve-se o rumor que um agente do IRS está a espiar jogadores. Penso que será um mito urbano mas quem sabe? A Comissão de Jogos do Nevada envia frequentemente agentes à paisana para controlar as coisas, então porque não havia o IRS fazer o mesmo?

Sonhadores Nunca substimes o poder de um sonho. O tipo sentado ao teu lado poderá vir a ser um próximo campeão a estudar os seus oponentes com a esperança de um dia estar do outro lado do rail e arrecadar o troféu.

Como podes ver, o rail por vezes é mais excitante do que o próprio torneio. Apesar de o jogo não mudar, as pessoas que se juntam no rail transfomaram-se numa manifestação do melhor e o pior que o poker tem para oferecer.

[I]Saiba mais do trabalho do Dr. Pauly em TaoPoker.com

Mais notícias

O que pensas?